Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Separar as águas

por Olympus Mons, em 13.10.13


Anygdala = direita; Insula = esquerda.  Ok?

 

Pese embora o cérebro consiga comunicar entre as suas variadas áreas a verdade é que parece ter caminhos mais ou menos fixos, algo como mecanismos default e muitas vezes até unidireccionais. Assim, conseguimos saber, vendo o cérebro das pessoas em ressonância magnética funcional, se elas são de esquerda ou de direita meramente vendo se suscita a Insula ou a Amygdala no início do processo. Ponto.

 

Quando alguém de esquerda acorda (reage, decide) o primeiro lugar por onde passa é na Insula (nível 1 do IAD) e esta informa-o do estado geral do seu corpo (interoceptividade). A insula regista visceralmente como ele se sente. A pessoa de direita acorda e o primeiro lugar onde vai é à amygdala registando, arrolando, o espaço ao seu redor e que informação lhe transmite (barulhos, cheiros, etc).  Aquela alta interoceptividade das pessoas de esquerda é como uma âncora interna que os liga sempre a si próprios (auto referencial) para o melhor e para o pior.

Para definir este primeiro nível dos pathways de esquerda e direita uma das mais curiosas definições é que as pessoas de esquerda tem “gut feelings” as pessoas de direita têm “sexto sentido”. E não é a mesma coisa: O Gut feeling resulta desse elevado estado de interoceptividade e são mesmo os seus órgãos internos, que tão bem monitorizam, que lhes transmite a primeira ordem de consciência, essa sensação na boca do estômago, ou como o seu coração estava acelerado, etc. As pessoas de direita têm sexto sentido porque o sexto sentido é-lhes dado pela Amygdala.  A Amygdala “vê” tudo ao seu redor. Tal como a insula não “pensa” mas cria um nível de alarme, de alerta. Por exemplo a Amygdala detecta o contrair de pupilas de terceiros a distâncias consideráveis mas conscientemente a pessoa não está ciente desse facto, meramente que dispara o seu nível de alerta, o seu sexto sentido. As pessoas de esquerda são capazes de monitorizar os seus batimentos cardíacos e isso transmite-lhes estados subjetivos.  A pessoa de direita lê o ambiente (pela amygdala) a pessoa de esquerda “sente” o seu estado interno relativo a esse ambiente (pela insula) essencialmente por representação do corpo e representação subjectiva de emoções. Os desconfortos do corpo, desde pequenas dores a faltas de ar a dores ligeiras somáticas são provocadas pela Insula daí que os hipocondríacos devam ser todos de esquerda (! – vai uma aposta?), tal como as pessoas com elevados incómodos ansiosos e desconfortos em meios ambientes devem ser todos de direita. 

 

Em resumo, as pessoas de esquerdas estão sempre aqui e agora, sentem o mundo fisicamente e representam-se, projectam-se, sempre a si próprios no espaço e tempo presente. As pessoas de direita recolhem informação do ambiente que os rodeia e usam essa informação para ir explorar memórias emocionalmente relevantes relativo a essa informação para modelar o seu comportamento, examinando perpetuamente o passado (memórias emocionais) para interpretar o presente (sob a forma de interpretações, como por exemplo estereotipar) e lendo o futuro antecipando-o  e de certa forma tornado o presente meramente no caminho para alguma coisa (expectency outcomes). Reparará que as pessoas de esquerda se focam muito bem isolando-se mentalmente na realização de tarefas e mantendo uma atenção selectiva para atingir aquele objectivo (DLPFC), enquanto as pessoas de direita navegam muito bem o arousal, a excitação (emoção) necessária à realização de uma tarefa que seja exigente e sujeita a contínuos estímulos durante um período considerável (VMPFC).

 

Já agora, deixe que a Insula o sequestre e fica um caco emocional sempre pronto a chorar, deixe que a Amígdala o sequestre e fica um louco varrido pronto a exagerar na reacção.

 

 

Faz sentido?

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De tina a 21.10.2013 às 16:31

Este blogue é fenomenal. Se não se importa, vou começar a linkar posts para o meu blog e para outros onde comento.

Obrigada.
Tina
Imagem de perfil

De Olympus Mons a 21.10.2013 às 21:04

Obrigado. Espero que lhe seja útil. :-)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


Links

Blogs