Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ele há momentos...!

por Olympus Mons, em 27.11.13

I often think it’s comical
How nature always does contrive
That every boy and every gal
That’s born into this world alive
Is either a little Liberal
Or a little Conservative

W. S. Gilbert  - século XIX

 

 

Convém lembrar onde começou a derrocada da visão do mundo que a esquerda tentou vender durante muito tempo. A visão de que acima de tudo o resto é o ambiente que forma as pessoas, neste caso a sua visão política. 

Se tivéssemos que escolher um momento escolhíamos o início dos anos 90 quando Thomas Bouchard munido de uma lista de 10,000 pares de gémeos decidiu investigar se era o meio ou os genes que essencialmente determinavam a opção política. A Bouchard sai-lhe a sorte grande quando reparou que tinha no lote 88 gémeos idênticos e 44 fraternos que tinham sido criados em ambientes completamente diferentes. Aí entrou o gráfico abaixo:

 

 

 

Se nos dois primeiros eixos o ambiente poderá ter sido o vector determinante nas últimas duas barras não. Aqueles 130 tinham sido criados em ambientes díspares e mesmo assim, os que eram geneticamente iguais mantinham uma correlação brutal. Contava Bouchard que um deles até tinha sido criado pelo líder do partido democrata local e desde cedo tinha estado envolvido no ambiente do partido mas ao atingir a maturidade virou republicano. Era algo que o jovem não conseguia explicar. Hoje em dia, como aqui tantas vezes explico, até já está perfeitamente estabelecido por FMRI (ressonância magnética) estes fenómenos.

 

Conhecido como a experiencia de Colin firth.  Em 2010 o actor fez um repto para os cientistas descobrirem o que havia de errado com o cérebro  das pessoas que discordavam politicamente dele (quem não é de esquerda... tinha um problema no cérebro!):

 

"I took this on as a fairly frivolous exercise: I just decided to find out what was biologically wrong with people who don't agree with me and see what scientists had to say about it and they actually came up with something".

 

 

O resto da história já sabe quem leia os meus posts.  Investigadores da  University College London aceitaram  o repto e começaram por descobrir as diferenças entre Amygdala e ACC , depois Ryota  Kanai deu mais forma a essas diferenças e schreiber e outros seguiram com trabalho.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


Links

Blogs