Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



CLIMATE MISINFORMER!!!!

por Olympus Mons, em 28.10.15

Richard Lindzen

Physicist

Richard Siegmund Lindzen is an American atmospheric physicist, known for his work in the dynamics of the middle atmosphere, atmospheric tides and ozone photochemistry. He has published more than 200 scientific papers and books. Wikipedia

Born: February 8, 1940 (age 75), Webster, Massachusetts, United States

Education: Harvard University

Books: Dynamics in atmospheric physics

 

 

Toda a gente sabe que não escrevo sobre alterações climáticas (J ) Contudo não resisto nestas circunstâncias falar sobre…. Richard Lindzen.

A esquerda é dada confabulações (ver post), ou seja criam ” factos” (fictícios) em que acreditam piamente perdendo qualquer aderência à realidade… O que não teria problema se fossem para um canto viver as suas confabulações e deixassem o resto do mundo em paz. Acontece que na persecução das mesmas tem a tendência para ser brutais com os outros que não dançam ao som da mesma batuta.

Lindzen foi o decano dos climatologistas, era a referência planetária da meteorologia, professor eméritos do MIT… até ao dia em que colocou em questão os histerismo do “aquecimento Global”.  Nesta ultima década com poucos outros assisti ao vilipendiar tão ultrajante perante alguém que à partida era consensual.

Com Lindzen foram atrozes e ainda mais porque nunca o vergaram. Nunca se submeteu. Com voz suave e um tom corretíssimo sempre foi dando troco a todos.

 

Para explicar aquilo em que acreditava criou a teoria da “iris do olho” que tentava demonstrar que o planeta não é tão “histérico” como os alarmistas o pintam nos seus modelos que correm nos supercomputadores e custam biliões. Conforme o planeta aquece o planeta, como a iris do olho, irá arranjar forma de se ver livre desses excessos de W/m2 e assim encontrar uma forma mais próxima do equilibro. Lindzen foi atacado pelos super cientistas do aquecimento global e, como referi, alvo de uma campanha brutal para o desacreditar. Aliás percebo. Enquanto Lindzen não se calar eles sabem que nunca conseguirão convencer toda a gente. Tal é  (era) a reputação dele.

 

Mas porque escrevo isto agora? – Porque no ultimo ano tem-se assistido à publicação de papers que vão dando forma e razão a Lindzen.  Aliás começou por Kerry Emanuel. Lembram-se da histeria que os furacões iam aumentar de frequência e intensidade? Sim, Kerry Emanuel. Ele era uma estrela até ter tido a coragem de dizer que de acordo com a evolução dos seus modelos a verdade é que num planeta mais quente haverá menos furacões e menos intensos. Mas não espanta, porque Kerry emanuel trabalha no mesmo sitio que Lindzen e são amigos!

I digress. Na verdade escrevo isto agora porque vi o último paper de Bjorn Stevens (Missing iris effect as possible cause of muted hydrological change and high sensitivity in climate models) que na verdade conclui que se incluir a "Iris do olho" nos modelos climáticos estes comportam-se como a realidade empirica, como o mundo real. Ou seja, não temos nada que entrar em pânico. Temos é que calmamente preparar o mundo para uma fonte de energia que não assente em combustíveis fósseis. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


Links

Blogs