Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Narcissistas e narrativas

por Olympus Mons, em 11.11.15

 

24 horas depois de António costa e (mais importante ainda / sarc) 24 horas depois do meu post anterior em que no fim alertava para uma expectável alteração da narrativa politica dando esperança a quem ainda goste ou gostasse do anterior regime (aquele antes da golpada do António Costa) não é que se sabe que António Costa, em entrevista à revista Visão, afirma nem mais nem menos que isto:  

 

“"Não me passa pela cabeça que este ressabiamento nervoso que a direita apresenta neste momento não lhe passe ao fim de uns meses e que não passe a ter uma postura responsável."

 

Porque não lhe perguntam o óbvio?!. 

Mas, a que postura responsável se poderá estar a referir AC que não seja à sua pretensão de ter os partidos à esquerda a viabilizar a sua política social e à direita o PSD e ou CDS-PP a viabilizar quaisquer necessidades que surjam de aprovação na assembleia de tratados ou decretos que de forma alguma poderá esperar ter aprovação do BE e do PCP, ou quiçá e mais provável ainda de necessidades de ajustamentos às políticas económico-financeiras decorrentes de um choque Syrizico com a realidade?

 

Costa, depois de ter usurpado a possibilidade de António José Seguro concorrer às legislativas, depois de ter acedido ao poder mudando regras que eram intrínsecas à democracia nascida no 25 de Novembro… acha mesmo que está tão ungido de poderes especiais que irá conseguir fazer e nada mais legitimo do ponto de vista dele, ter o PSD e ou o CDS a garantir os restantes mecanismos que ele necessitará para governar e que ele já hoje em dia acha que a extrema-esquerda não lhe garantirá por mais do que alguns meses. Realmente só conheço outro personagem tão sofredor de perturbação narcisística da personalidade que acharia isto normal. Chama-se José Sócrates.

 

Update 11/11/2015: Agora aparecem vários tweets a dizer que foi isto que Mario Centeno acabou de dizer na entrevista à RTP..

No debate foi César, hoje Centeno confirma: o PS achava mesmo que levava o voto da coligação quando fosse fundamental. Ahahahahahahahah

ou

A vergonha não tem limites: Mário Centeno espera pelos votos do CDS e do PSD na aprovação das medidas com que estes concordem.

 

 Um grande e incomensurável .... What the FUCK!!!!

_______________

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


Links

Blogs