Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



SLC24A5 … ou a cor dos caras pálidas!

por Olympus Mons, em 05.02.14

O Escuro Homem de La Braña.

 

 

Isto dos papers que dão que falar.

Por último temos a história que apareceu na imprensa sobre a sequenciação genética de um individuo que viveu há 7,000 anos atrás, o homem de La Braña, e que era representativo dos caçadores recolectores que viviam na europa há milhares de anos e durante muitos milhares de anos, no paleolítico, antes da chegada do neolítico e a o advento da agricultura. A notícia foi que ele teria a pele escura e os olhos azuis – Logo caçadores recolectores na Europa  teriam estas características.

La braña tem mais ou menos a Idade de Otzi, o homem do gelo dos alpes (6000 anos) e este agricultor descendente do pessoal vindo da Anatólia já era branco.  

Lembrar que hoje em dia na europa já nem La braña nem Otzi por estas partes andam. Na Europa Ocidental somos essencialmente os tais R1b com menores percentagens de outros haplogrupos genéticos  e mais para leste existe uma prevalência  por exemplo de R1a. Ora, como já expliquei no meu post sobre os R1b, Otzi era G2a vindo da Anatólia e hoje essa descendência é parca na europa, assim como o homem de La Braña com a sua pele escura e os olhos azuis era do Y haplogroup C que já nem existe mesmo. Os R1b e R1a já eram brancos. No entanto o load genético deste colectivo todo também faz parte de nós. Lembrar o meu post mais abaixo com a imagem (borrão?) de cores (A beleza da Elevada Diversidade Humana (EDH)). Nós somos o reflexo destes seres (Hyperboreans) , dos agricultores do neolítico  e  de uma outra componente asiática, Kurgan, vinda do Mar negro e cáspio. A mistura ANE (ancient North Eurosian) – WHG (western Hunter Gatherer) – EEF (Early European farmers)

 

Mas vamos voltar a esta questão. Tudo isto tem a ver com o alelo (gene)  SLC24A5 que é o um gene com efeito no branquear a cor da pele nos europeus. Mas não nos asiáticos.

Este gene será responsável por algo como 50% da cor branca dos europeus. Muita gente acha que determinada característica é derivada de um determinado gene mas a verdade é que são necessários vários genes para cada fenótipo. Na cor da pele são poucos, na inteligência são inúmeros. Este gene está fixo e dá a cor mesmo branca aos europeus. O Tal cavalheiro de La Braña não era branco mas não se sabe quão escuro ele era.   Existem muitos tons e pele. Muito provavelmente teria a cor semelhante á de um indiano (por aí).

 

O problema com esta questão, deste gene SLC24A5,  é que é necessário cuidado ao abordar a sua função devido a sensibilidades raciais. Como vivemos num mundo PC (politic correctness) está escrito em pedra que a história por detrás deste gene é que ele se deve a uma adaptação, muito rápida,  porque a cor branca dos europeus tem muito pouco tempo, para melhor sintetizar a vitamina D em regiões mais a norte do planeta onde os raios UV são mais escassos. Podemos verificar que realmente a fixação deste gene acompanha esse movimento para Norte.

 

Ser totalmente branco é um fenómeno muito recente e é indubitavelmente o gene mais positivamente seleccionado pela natureza na história recente. Fica só a referência para dar algum apoio moral a aqueles que passam a vida a ouvir dizer que no futuro vamos ser todos mestiços… não se a natureza levar a dela adiante e se continuar a seleccionar positivamente o SLC24A5. Se calhar vamos é ser todos brancos. É só dar mais uns 5000 anos e ouvidos aos médicos que nos mandam fugir do sol!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.02.2014 às 10:34

É só mesmo por causa desta imensa curiosidade em saber como vai ser o futuro que gostaria até de ser imortal... Mas adiante... a possibilidade de tornarmos-nos todos mestiços implica o desaparecimento da diversidade étnica (com todos os custos que isso possa implicar, onde se inclui por exemplo, a transmissão de determinados tipos de doenças.. a não ser que a reprodução passe a ser inteiramente medicamente assistida)... E com a uniformização do tom de pele será que também vamos assistir ao desaparecimento do racismo? Tenho sérias dúvidas...
Quanto ao gene SLC24A5.... bem.. se realmente estamos a caminhar para um novo período glaciar então nesse caso, e a sermos todos mestiços, seremos uns mestiços assim mais para o clarinho...
Maria Rebelo

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


Links

Blogs