Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Unificar a América

por Olympus Mons, em 31.01.21

Capture exec biden.PNG

Sempre que ouvir alguém na TV a falar sobre a necessidade de unificar a América, sobre deixar para trás a administração Trump, sobre fazer um novo caminho para todos os americanos ou outra merda do género…lembre-se desta imagem. 25 ordens Executivas de Biden. 

A obsessão de reverter totalmente aquilo que 50% dos americanos aprovaram na admisnistração Trump.

A única preocupação do 46 presidente dos EUA é evitar a guerra civil interna do Partido Democrata que opõe as alas de extrema-esquerda e o establishment Democrata que domina a função publica, o poder financeiro e o poder mediático. – Mais nada.

Assim, se alguém lhe fizer a si esse argumento só resta dizer…FUCK THAT!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Acho que estamos prontos.

por Olympus Mons, em 31.01.21

Cada dia que passa mais notório e visível isto se torna. 

Capture obser trump.PNG

Observador do quê?
Esta notícia não teve tração ou eco em lado nenhum. Aliás nem lhe consigo apanhar a fonte. Por norma percorro os meios de comunicação que abrangem todo o espectro político nos EUA, da extrema esquerda à extrema direita e… Nada. 

Isto, que vêm aqui a lado, não existe em lado nenhum, pelo menos que seja de referência seja do que for nos EUA! assim o terá tratado a imprensa Norte-Americana. Por isso deverá estar no tweet de algum maluco dos pasquins de extrema esquerda fora do radar nos EUA e que o OBSERVADOR, como não podia deixar de ser, deu voz.
Para quem ainda tiver dúvida do que o Observador do Miguel Pinheiro se transformou…

Junto este senhor…

Capture mst.PNG

Que acha normal dizer que é preciso cuidado com as facilidades do voto emigrante, porque têm esse hábito horrível de votar muito mais à direita de que o resto do país. E diz isto sem qualquer problema e frenesim crítico. – Sim, provocador é o Ventura.

Estes dois factos não são dissociáveis. A falta de vergonha já chega a este nível na comunicação social portuguesa. 
Já ninguem se choca até que um responsável português (Francisco Ramos), em funçoes do estado, diga que só as pessoas que votam no CHEGA! são vingativas e rancorosas...

 Se alguém equilibrado ainda acha que Portugal não caiu de podre e não necessita de algo disruptivo …

Autoria e outros dados (tags, etc)

A few good men

por Olympus Mons, em 30.01.21

André Ventura pode respirar de alívio.

Aparentemente o CDS vai fazer aquilo que se eu fosse do partido nunca faria dada a situação eleitoral que é representada nas sondagens. -  Voltar ao modelo Assunção Cristas.

Adolfo Mesquita Nunes tem méritos infinitos. É um homem de uma competência enorme. A ele só lhe devo admiração. – Mas não seria, de todo, um líder que eu escolheria para liderar uma batalha pela alma de Portugal. Sim, quer isto dizer que acho essencial o papel de André Ventura na tentativa no reequilibrar do sentir político nacional (que para ser sincero acho que vai falhar pela natureza do português), em resumo no combate ao Fascismos Cultural de Esquerda prevalecente.

Nuno Melo faria mossa ao CHEGA e Adolfo Mesquita Nunes fará mossa ao IL. E para ser sincero, nada me faria mais feliz que um IL com 5% dos votos, muito mais que um CDS.

Mesquita Nunes procurará um racionalismo e pragmatismo centrista, uma emulação de um caminho fácil para a ala mais à direita do PSD onde saltar para o CDS deveria ser um passinho curto sem grande esforço. Este é o designo do CDS a la Adolfo Mesquita Nunes, como já o fora o de Assunção Cristas. É o partido “Et tu, Brute”.  Mais nada. Ou seja, nada traz de relevante à direita.

O CDS da “gente de bem mas também do bem”, pelo menos dos costumes, já não existe. Existe o CHEGA! que é o único que nos diz: Psicologia free rider é para ser combatida.! - Free Rider não traz nada ao jogo.
Todos os outros abandonaram esse jogo. Todos os outros já sucumbiram ao custo social de dizer isto em voz alta.
Resta o CHEGA naquele momento de “You can´t handle the truth para alegrar isto um bocadinho, porque o resto do filme é uma bosta.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A seguir somos todos nós

por Olympus Mons, em 29.01.21

Tenho ido ao Gab.com que se perfila como uma boa opção ao twitter e entro nos grupos do Qanon. - Sentia curiosidade sobre este grupo.

No gab.com as pessoas podem livremente dar a sua opinião e por norma essa opinião é conservadora, ponderada, sustentada e alicerçada na realidade. Nada parecido com a ideia que nos é transmitida pelos media ou wikipedia.

Da centena de grupos existentes lá, entre amantes de montanhismo, ciência, tecnologia, etc. etc.,  existe um grupo de Qanon, Qanon suporters, etc. Tal como seria de esperar, são uma subsecção da liberdade de expressão que na minha opinião conglomera algo que é muito normal no mundo, nas sociedades, que aliás estudo atrás de estudo nos demonstra ser real, que é que as pessoas que mais facilmente papam bullshit são as pessoas que mais consideram ser muito boas a detetar bullshit e que os outros é que não estão a ver mesmo a coisa. Ou seja, Dunning Kruger Effect. Mas isso não é crime.
De resto, tem muitas piadas. Tipo:

“Doctor: Sir…
Patient: Doctor, I am a lady!
Doctor: Lady, you have prostate cancer.”

Muitas coisas destas. Se tiver que escolher um tom é na verdade este do humor, não necessariamente de raiva ou revolta. Comentários mais agressivos existe lá claro, mas não diria que é o tom dominante. Mas de resto que fique claro que não se assiste lá a apelos à violência, revolução e subversão como é tao comum nos grupos similares de esquerda. 

Não, de todo. É só pessoas que tem uma relação mais ou menos despegada com a realidade.  O que também não quer dizer que estejam sempre erradas. Somente que gostam de exagerar correlações e de criar agencidade em coisas que talvez não faça sentido nenhum. -  Mas se isso é crime, então, upa-upa… 90% das pessoas nem devia abria a boca!

Isto para dizer que estamos mesmo perante o proverbial “primeiro vieram pelos…já não existia ninguém para me defender”. Pessoal este pessoal tem que ser defendido. - Todos nós conhecemos pessoas, que no essencial são até boas pessoas, mas que gostam de criar estas virtualizações e categorias dos eventos e das pessoas.

Contudo, esta gente está a ser corrida das plataformas de social media, a perder empregos e em risco de serem consideradas grupos extremistas a ser vigiados pelo FBI.

A seguir somos todos nós.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Michael Corleone!

por Olympus Mons, em 29.01.21

Capture nmelo.PNG

Todo o processo de enfraquecimento do CDS-PP ocorreu, pelo menos em grande parte, todas as vezes que este homem na foto foi mandado calar ou não teve coragem de assumir isto que agora diz estar disponível para fazer.

Para ser justo com ele convém dizer que ele espanca a extrema esquerda com muito mais pinta do que o André Ventura. 
Seja como for ele representa aquela facção do partido que facilmente poderia ter os valores que o CHEGA agora tem, mas que foi sempre a facção perdedora nos debates internos do CDS.  

Foram inúmeras as vezes que tentou enveredar por um discurso bem mais à direita que a linha oficial do partido e foi aparente, pelo menos para mim, que o mandaram calar. Foi-me também aparente que inúmeras vezes tentou ser mais populista na abordagem aos temas e novamente terá sido admoestado.
Fica-me na memória a vez em que tentou defender o VOX Espanha e fê-lo com muita classe, para nunca mais “repetir o erro  - ipse dixit Assunção Cristas.

André Ventura, que é um homem de batalhas, tem um ano para consolidar a sua posição como o substrato do popular (populismo) português antes da entrada em cena do Nuno Melo. - Este personagem conseguiria trazer o CDS para valores a rondar os 5% dos votos, muitos dos quais à custa do CHEGA! Fica assim a ameaça feita.

Sem os mais ou menos 10% dos votos o CHEGA!/André Ventura não terá de todo o mesmo impacto no saudável tremer do regime que se avizinha.

Sabendo-se pois que o CDS não representa nada de diferente e é meramente o putedo barato do regime, o frodo da família Corleone, estes votos serão meramente mais dos mesmo  – Não há pachorra.
Quem tiver dúvidas sobre o papel do CDS no regime será só olhar para os ex-líderes para o entender, desde Freitas do Amaral, Assunção que tentou PSDar no primeiro cheiro de possível poder até a Paulo Portas que, para quem dúvidas tenha, basta ouvi-lo na TV.

Um partido que não vale o tradicional corno! Nuno, não o faças.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Voltaram todos a rir.

por Olympus Mons, em 27.01.21

No futuro, muita gente vai mostrar perplexidade pela forma como as coisas vão ,lamentavelmente devemos acrescentar, descambar e ao que vão chegar. 
E pode ser que passe por aqui um esquerdoide e pode ser que perceba um bocadinho a razão pela qual isto vai sempre acabar onde vai acabar.
veja esta resposta de Biden a um reporter.
https://www.independent.co.uk/news/world/americas/us-politics/joe-biden-vladimir-putin-phone-call-b1793178.htm

Capture biden you.PNG

Fosse Donald Trump a responder isto a um repórter da CNN e teria havido, no momento, uma consternação e silêncio geral, seguido de dezenas de peças nas redes sociais, nos jornais diário e nos semanais. E sabemos que seria assim porque o foi ainda não há 6 meses.

Ora, que suscitou isto à sala?  - Risos.  


De todas as vezes em que não me apeteceu aturar conversas de Trump à mesa, virava-me para as pessoas e dizia.
Olha googla aí “Obama you’re in my house”.  A resposta da Google será (está a mudar...) esta que nesta imagem abaixo podem ver:

Captureyimhouse.PNG

E aqui os pode ver juntos. Obama e Biden, a rir do senhor que protestava, que tinha vindo à casa dele (Casa Branca) comer acepipes, e Biden ri, e o público ri, os jornalistas todos riem. “Obama! Obama!  We love you Obama” … tão quiduchos, tão fofinhos os dois.
Na imprensa veja e leia: Heckler! Não é protestante, é Heckler! Obama expulsa Heckler, Obama super-heroi tosses heckler,  o pateta. 
Google já não mostra essas imagens mas era ilustrativo ver as peças do jornais norte-americanos no dia seguinte. - Desde o New York times ao Wall Street Journal... todos eles- Um Heckler importunava Obama!   ... veja o vídeo todo.

https://www.youtube.com/watch?v=SQ-5kOHoRAo&lc=UghmZtQtmVbHDngCoAEC

Curioso como nem se ouve bem o senhor, não há imagens dele e mal se consegue ouvir o que ele grita. Estes Jornalistas são tãããooo honestos e imparciais, não são?
Pode ver aqui, ao minuto 2, aquilo que o senhor está a protestar não é?  “NO MORE DEPORTATIONS!, NO MORE DEPORTATIONS!” –  
2 anos depois o sucessor daqueles dois senhores era vilipendiado precisamente pelas mesmas coisas que já estes dois faziam. É desta altura aquelas jaulas onde colocavam crianças retiradas ao pais antes de os deportar a todos à velocidade da luz. É desta altura que o numero de deportados nos EUA atingiu os máximos de sempre (2014) para a altura claro e para o reinado de Obama, não suscitando qualquer reaçao da imprensa ou opinião pública.

Tal como agora Biden dá uma resposta daquelas a uma pergunta não só legitima como normal e os seus colegas jornalistas riem. Isto é só rir. Espero que se lembrem disto quando já não é mais para rir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mapa da verdade

por Olympus Mons, em 27.01.21

Capture map.PNG

No seguimento do meu post anterior sobre as eleições e o resultado de André Ventura, este mapa do Jornal Público de ontem merece um novo post, mesmo que não seja um muito longo. - Porque mostra a penetração do conceito CHEGA! 

Fica clarificado coisas como o socialistão que é o grande Porto, por isso faz sentido que tantos Libertarians sejam do Porto porque vivem como nenhuma outra região do país no meio dos Xuxalistas mais puristas que há. Aliás semelhante a Lisboa cidade onde vemos que só Almada, Oeiras e Lisboa centro cidade deram vitória expressiva a Ana Gomes em todas os outros conselhos da grande lisboa foi Ventura o vencedor da disputa com Ana Gomes. 

Está aqui nesta Lisboa Xuxa, e só aqui, a razão pela qual a Marisa Matias teve uma votação tão baixa. Na guerra do fútil, como a guerra dos lábios vermelhos, nada como socialistas da bolha funcionária pública, elitista, burguesa, feia e gordinha bebedora de vinhos de 30 euros, para se energizarem em postering contra Ventura. Essa é a cocaina desta gente. Nojento.  E será a força do CHEGA se o souber usar – Nada irrita mais o resto do país que esta componente funcionária pública, acomodada, mas elitista no seu pópó de gama média a passear pelos fins-de-semana país fora.

André Ventura tem uma oportunidade única. Por um lado continuar a trabalhar a vertente populista mencionada acima,  mas também fugir da narrativa do “chega é Racista” que é uma estratégia perdedora. Não nos iludamos: Aqueles que chamam racista ao CHEGA meramente repetem a estratégia que já viram resultar pelo mundo fora, nomeadamente nos EUA e que ---Resulta!.
 É como acusar de pedofilia porque o estigma fica para sempre de tão abjeto que a acusação é. Dizer que há pessoas de outras nacionalidade e etnias que emigram para a europa para navegar as ajudas sociais que legitimamente foram criadas para ajudar pessoas em situação muito difícil não é racista. Dizer que existe uma elite organizada em sociedades de advogados e consultoras que preparam descaradamente o repartir do grande bolo do Collaborator game que é capitalismo Crony que é verdadeiramente o único com expressão não é, só polulismo é também verdade - Não só é verdade como é do beabá que esta psicologia free-rider é inevitável na interação entre humanos. - Como também é verdade que é o que mina e destrói as sociedades e o capital social que tanto custa a desenvolver, por vezes durante séculos ou milénios e que é a identidade entre pessoas que não partilham fst, laços genéticos de proximidade.

Outra vez- O CHEGA não é racista ou xenófobo é essencialmente psicologia Punisher da game theory que tanto, tanto, fazia falta em Portugal.
Em abono da verdade também se deve dizer que esta conversa punisher pode descambar, por ignorância e falta de definições, em racismo e xenofobia. Por isso o esforço terá que se centrar em definir conceitos.
Nessa indefinição está a razão porque resulta tão bem chamar racista ao CHEGA…. Porque se não definir bem os conceitos… é fácil enganar as pessoas e é uma arma poderosa.
Para que fique claro: Racismo é mau (conversa de estúpidos) ... já ingroup , capital social, identificação nacional,  etc. – Bom!

 Para terminar, e eu sendo eu, não podia deixar de reparar que Mourão no Alentejo, região junto ao Alqueva onde eu acho que nasceu Portugal, onde se situa nomes como Mercador, Paraíso, Moinho de Valadares, O CHEGA teve uma votação de 33% ou reguengos com 21% (não resisti 😊).

Autoria e outros dados (tags, etc)

290 mortos?

por Olympus Mons, em 26.01.21

Temos uma média de 250 mortos por dia pelo Covid e o governo tem nas sondagens valores a rondar os 40% de intenções de voto?

Um governo que tomou uma decisão conscientemente política de não fazer um plano de resposta ao COVID-19 que envolvesse toda a capacidade instalada hospitalar do pais, mas orgulhosamente a cingiu ao SNS babando orgulho e ejaculando ideologia, acaba com o filas enormes de ambulâncias à porta dos hospitais. É este governo que tem 40% de intenções de voto nas urnas?

Um governo que, após decisão sua nas liberdades do Natal e Ano novo chega ao ponto em que se põe em cima da mesa a necessidade de pedir ajuda internacional, tem 40% de intenções de voto nas urnas?

Um governo cuja incompetência já tinha sido acusação a quando da resposta aos incêndios de 2017 repete e  tem 40% de intenções de voto nas urnas?


Não o problema não é do governo. - O problema é o povo!!!!!

Quando voltar a haver notícias de nascimentos em ambulâncias a abrir os telejornais porque o primeiro ministro é um Passos Coelho vamos ver esta mesma gentes a rasgar as vestes em estertor moral.

Autoria e outros dados (tags, etc)

The Plot thickens

por Olympus Mons, em 26.01.21

Numa altura em que os democratas vão acusar no senado Donald Trump dos eventos no capitólio, existem coisas muito mal explicadas e que, a ser verdade, podem provocar uma ira nos apoiantes de Donald Trump ainda mais evidente. 

Capture capitolio 1.PNG

Curioso como o Nuno Rogeiro no seu Leste/Oeste insiste em querer fazer os portugueses passear pela realidade e fora da narrativa vigente, numa altura em que só se ouve por cá nos nossos meios de comunicação o kayfabe imposto pela Brookings Institute ligado aos Partido Democrático.

O problema que eu tenho é que enfermo de uma desconfiança natural para com teorias da conspiração. Havendo estupidez humana como desculpa por norma é a opção que para mim está correcta. Contudo, o FBI nos EUA também anda com a pulguinha atrás da orelha.


Este acima é o cartaz que o FBI está a divulgar sobre aquele senhor que já aqui falei e que foi um dos grandes provocadores das pessoas que depois tentaram invadir as áreas mais restritas do capitólio. Este homem foi o gatilho de um dos eventos mais violentos naquele dia.  Este homem que curiosamente ainda não foi identificado, começa a ser um verdadeiro mistério. 

Capture capitolio2.PNG

Já o outro, o tal Sullivan, que filmou tudo e que é ouvido nas suas próprias gravações a incitar as pessoas e visto em imagens a ajudar pessoas a invadir o espaço é um assumido anti-trumpista que tinha marcado esta manifestação anti-trump para o mesmo dia.


….The Plot thickens.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

Foi executado o primeiro passo para restabelecer o fiel da balança.

Em todos os distritos que que não tocam no mar, especialmente em todos os distritos do interior que tocam na fronteira com Espanha, André ventura teve valores acima ou a rondar os 15%, chegando a 20% e 17% em alguns. Veja-se Alentejo e Algarve.
O facto mais relevante é que ele teve bons resultados por todo o país. Só não tem dois dígitos em um ou dois distritos.
Curioso que teve maus resultados acima de tudo no Porto. Aliás, não fosse porto cidade e teria ficado à frente de Ana Gomes.  E, claro, Lisboa centro da cidade e o resultado de Ventura seria ainda mais impressionante. Nos arredores de Lisboa como Sintra, Cascais, Torres Vedras, Loures ventura ficou sempre á frente de Ana Gomes e só o peso de Oeiras e Lisboa (centro) fez com que Ana Gomes passasse para a frente no distrito de Lisboa.

…Mas o país ganhou porquê?
ganhou pela primeira lição, na página 1, do “curso de política”. Que é:  Ganha eleições quem ocupa o centro (sentimental) do país.
O PS, com a geringonça marcou no terreno uma nova "norma" fazendo com que a partir de aquela altura a frente ideológica  (esquerda ou direita) que tiver mais votos governa quebrando a longa tradição de quem tem mais votos (ganha).  O xico esperto do António Costa, o brilhante artista de acordo com a nossa imprensa, assim o determinou em 2015. Foi um golpe institucional que nos trouxe até aqui. -  António Costa criou o CHEGA!
Este é  o momento em que sorrio para a Constança Cunha e Sá da TVI. No dia 4 de Outubro de 2015, na noite eleitoral ela já sabia o que o PS estava a preparar e, com os seus chinelos cheios de areia vinda da praia ela sorria de felicidade quando os outros falavam da vitória de Passos Coelho. Para ela, como representante deles todos, do FCE e do xuxalistão, digo. -  Hello bitch! Payback começa agora.

Mas eu, confesso, pensava que a direita (quer dizer a direita à tuga) não voltaria tão cedo a ter hipóteses de voltar ao poder tão depressa porque achava que Portugal levaria muito, muito, tempo a equilibrar este Esquerda/Direita… Mas estava errado, porque até foi bem rápido – Por causa do CHEGA!
O que teria que mudar no país era o centro após o truque do Costa, aquilo que as pessoas percecionam ser o centro. Se viveres num país em que à pergunta onde é o centro as pessoas colocam a mão 20 centímetros para a esquerda algo está errado. Assim é Portugal.

A esquerda tinha conseguido enviesar o espectro de cores políticas inteiramente para a esquerda ao normalizar o BE e o PCP.  Com a chegada do CHEGA este centro vai começar a recentrar-se para a direita. Ou seja o PSD pode concentrar-se em reconquistas terrenos políticos mais ao centro (ou seja à esquerda) que tanto o Chega como o Iniciativa Liberal irão garantir que centro será mais para direita do que aquilo que é hoje em dia.
Esta é das lições mais básicas da ciência política. Daquelas que se aprende logo no início. Contudo é impressionante a quantidade de pessoas “de opinião” da nossa praça que está mais preocupada com o facto de o CHEGA poder retirar votos ao seu PSD e ao seu CDS, os seus clubes do futebol político, do que com a alma ideológica do país.  

Dentro de muito pouco tempo teremos a Direita portuguesa (CHEGA, IL e CDS) com valores perto dos 20%.  Esse será um dia importante para o país. Se não for pela razão de que tudo estará mais harmonioso politicamente pelo menos será porque a esquerdalhada de bolha e echo chambers xuxalistão vai ter que ouvir o que lhes dá calafrios.

Nem que seja por isso, já valerá a pena! 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não haverá outra opção

por Olympus Mons, em 24.01.21

Capture andrew toba (1).PNG

Achei peculiar este gab do CEO do GAB.com, sítio para onde se deslocaram as pessoas que estavam no Parler quando esta plataforma foi censurada pelos gigantes tecnológicos, ou que estavam noutras destas plataformas de social media e se sentiram atingidas no conceito de liberdade de expressão com o banir de Donald Trump do Twitter.

Eu gosto deste gab de Andrew Torba porque resume muito bem aquilo que me parece ser a única opção que resta going forward que é assumir que aquilo que existe está tomado, e legitimamente tomado porque não lutámos o suficiente, não fomos bons o suficiente, não fomos atentos o suficiente.... e perdemos.
Nós somos, ou temos que ser, os romanos que no fim do império romano se retiraram de Roma cosmopolita para o interior, para a província. Passado o descalabro do império notamos na genética que voltaram e repopulacionar toda a região metropolitana e assim seguiu a história.
O mundo agora é diferente e existem outras ferramentas, por isso não me parece que tenhamos necessidade de ir a lado algum, mas sim construir novas ferramentas que nos identifiquem. 

Na verdade temos que "build ", ou reconstruir a nossa identidade acima de tudo. Vamos ver…

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Free Speech!

por Olympus Mons, em 23.01.21

“I will defend your right to free speech, provided I agree with you”: How social media users react (or not) to online out‐group aggression

https://onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1002/mar.21447

Paper acabadinho de sair.  - Paolo Antonetti  Benedetta Crisafulli
First published: 22 January 2021

Amanhã vamos votar numas eleições mais ou menos inúteis, mas que pelo menos serviu para tornar mais visível o fascismo vigente da terceira república.
O fascismo Cultural de Esquerda (FCE), que em Portugal nasceu com o 25 de Abril (em si próprio uma coisa necessária, se não boa até), mas dizia eu que  segue o seu caminho e nestas eleições vemos apelos ao boicote de um candidato, vemos apelos à restrição da sua liberdade de expressão, vemos intenções de ilegalizar a sua ação política e, inclusive, vemos uma imprensa colaboracionista com o regime, perfeitamente espelhado no tratamento selectivo e dedicado ao candidato André Ventura.  Já para não falar a impunidade dos fascistas camisas negras a protestar o direito de reunião e manifestação do referido candidato. Teve de tudo!

Falar sobre a censura aqui em Portugal nesta altura é cedo. Porque tudo irá piorar tremendamente. -esperem até chegar a Portugal a versão do que se está a passar nos EUA.  Dito claramente, o lápis azul das big tech aos conservadores nos EUA é algo que se vai espalhar e vai cá chegar!

Pessoalmente noto que não consigo explicar, até a amigos, que a censura que por exemplo o google (e o Youtube é talvez o melhor exemplo) me faz acaba por ser irritante e no fundo modelador das minhas opções.  Eles, os meus amigos, não computam mesmo o que eu estou a dizer porque não o sentem de todo na pele. -  O Machine Learning e o tensor flow da google consegue fazer com que se eu vir um vídeo sobre focas nas semanas seguintes mostra-me sobre orcas, zebras e sei lá mais o quê, mas há 5 anos que não aprende que eu gosto de Ben Shapiro, Seven Crowder ou vídeos do Daily wire. Não aprende e pronto.  Já nem falo em correlacionar e sugerir vídeos semelhantes. Nada. 

Este estudo aqui em cima mencionado é muito interessante porque gerações anteriores aprenderam que coisas como a liberdade de expressão devem ser normativas e servem para proteger não os que concordam connosco, mas essencialmente os que discordam. -  Parecia algo já escrito em pedra. Mas escrito em pedra não é escrito na nossa psicologia,ao contrário é mesmo para controlar a nossa psicologia. Escrito em Pedra não é passar a ser algo que nos é instintivo…Por isso está escrito em pedra!

Mas as pedras de agora só servem para ser atiradas ao candidato André Ventura, não é?

Por falar no personagem, não devo nada ao Ventura, não devo nada ao CHEGA. Muito menos qualquer lealdade. Mas por hora tiro ao chapéu ao que o seu líder conseguiu, mesmo com todos os defeitos e erros que eu considero ter cometido, e que definitivamente merece o meu voto.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

'Cmon, gimme a break, man'!

por Olympus Mons, em 22.01.21

Segundo consta estes soldados mandados vir de todos os estados unidos para proteger a inauguração de Biden foram mandados para a garagem do capitólio porque nem sempre respeitavam o uso de máscara quando estavam na sua hora de descanso.

Veja bem esta foto. Esta gente nem acha nada de estranho
Lembre-se que 62% dos homens brancos votaram em Donald Trump. Na National Guard 85% são Homens brancos… e terão votado em Trump bem mais que os 62% da média nacional.

Enquanto se entretém com cancel culture,  woke e fantasias (que se podem tornar realidade) de aplicar a todos os votantes de Trump leis que foram desenhadas para combater o terrorismo islâmico… já não se importam de trazer para ao pé de si e para os proteger esses mesmos White Males.
Não deixa de ter a sua ironia e claramente enquadrado naquilo que eu tanto chamo a atenção. -  O que esta gente diz não é de todo para ser aplicado a eles próprios.

Tem dúvidas??
Pois...

Esta imagem, esta foto tirada a Biden e família sem máscara, ocorre após ter assinado uma ordem executiva a obrigar ao uso de máscara dentro de edifícios ou terra federal.

“Under Biden's federal mask and social distancing executive order, everyone must wear a face covering at all times when inside federal buildings or on federal land “

Grande parte deste blog, que nasceu como neuro-política precisamente para mapear ou descrever os comportamentos e ideologias com base na preferência de pathways neurológicos, dedica-se precisamente a tentar passar a mensagem que só se é de esquerda porque não se elícita, não se prefere, pathways no cérebro que sejam autorreferencias (especialmente o VMPFC), que seja para aplicar a si e à sua vida, logo a história da hipocrisia da esquerda.

Sabemos que a esquerda ganhou porque coisas como estas, logo no primeiro dia da nova administração, passam despercebidas. Ou o patético que foi a sua nova secretária de imprensa a justificar isto como “ele estava a celebrar” e “temos coisas mais sérias a tratar” não provoca nem terramoto, nem tremor, nem sequer um calafriozito. Nada. O mundo é dos hipócritas da esquerda.

No mesmo dia, questionado por um jornalista da Associated Press pelo facto que afinal os grandes objetivos de vacinação que foram anunciados no seu novo “esforço de guerra” não passam da intenção de aumentar em somente 10% o que Trump já tinha conseguido, responde Biden…"c'mon, gimme a break, man'! "
 É como ler nos rodapés e títulos na televisão que estamos nesta situação pandémica, em confinamento total e com 230 mortos por dia, por causa da nova variante do vírus… nada a ver com falhas ou incompetência do governo. Isso é que não!

Quem precisa de break desta gente somos nós todos...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Malandro do Trump...digo Ventura!

por Olympus Mons, em 21.01.21

Pois claro que faz todo o sentido do mundo que Donald J Trump seja impeached pelos eventos do capitólio, porque as suas palavras serviram de motivação para uma manifestação que descambou para uma invasão do capitólio que muito envergonhou…

 

Já por outro lado, e perfeitamente claro, um candidato a presidente da republica de Portugal que é apelidado de racista, xenófobo pelos outros candidatos, jornalistas e pivots de televisão, que é alvo de tentativas de disrupção dos seus comícios por elementos de partidos adversários acaba apedrejado em setúbal… Obviamente que toda esta gente não é imputável qualquer responsabilidade! Nada mesmo.  Era só o que faltava. Ahh.. claro que não e o meramente afirmar isso é pura Demagogia… aahh reacionários e.. e… anti democráticos… e Viva A democracia, viva o 25 de Abril!

E nesta altura, 18:00, 3 horas após incidentes, placidamente vejo os canais generalistas de notícias e nem uma palavra sobre assunto. – Tivesse sido a Marisa Matias, Ana gomes ou João Ferreira (nem vale a pena mencionar Marcelo) e nem se falava de outra coisa.

Claro que como consolação vi a policia de choque, a dar ação a aquilo que sempre me disseram que o Magina da Silva atual diretor da PSP, quando treinava a policia de choque dizia: “Quando chega a essa hora, é tirar o cacetete e aquilo é de cima a baixo, de cima a baixo, de cima a baixo!” -  Folgo em ver que aprenderam!

Pois não sei se concordo, nem se concordarei mais, menos, ou até se rejeitarei completamente o Chega e André ventura no futuro. Hoje, dia 22 de janeiro de 2021 tem o meu voto. Ai se tem!

Update:
Como está visto que as televisões não o vão mostrar, aqui está um vídeo com imagens do que se passou. E , mais incrível, no fim a abordagem da jornalista ao Polícia... Dear Lord.

https://www.youtube.com/watch?v=7P3LtEUSp14

Autoria e outros dados (tags, etc)

E tontos somos!

por Olympus Mons, em 21.01.21

Esteban González Pons

Este senhor é deputado do PP espanhol no Parlamento europeu e disse aquilo que é óbvio para toda a gente menos para um tuga.  Disse ele, para António Costa relativo ao caso do procurador José Guerra:
“os portugueses merecem um pedido de desculpas e "nós merecemos não ser tratados como tontos"

É que para quem não é tuga, pelo mundo fora, esta mania ou cisma que os Socialistas (90% da população do país) tem de tratar os outros como “tontos”, resulta como ofensivo.  Eu sei que resulta por cá. Eu sei que a toda a hora este tratar dos portugueses como “tontos” é merecido porque faz parte do toolkit diário ao lidarmos uns com os outros.

Seja nos incêndios de 2017, seja no lidar com a pandemia, e especialmente quando o PS está no poder, ou melhor quando o PS está no poder, a narrativa que nos é alimentada a toda a hora é objetivamente de “tontos”. E assim o é executado pelo FCE, pelo Socialistão, impunemente.

E veja-se que após metade do parlamento Europeu não ter “papado a tanga” que tao facilmente é comida em Portugal, vá você ao jornais digitais e verá que nem é noticia. E, nos poucos sítios onde é, como na visão (um dos órgãos oficiais do Socialistão) ao invés de aludir a esta vergonha, dão antes destaque à Deputada Socialista Isabel Santos que irrompeu aos gritos e teve que ser adomestada e silenciada. E que disse a senhora, com destaque heroico em parangona na revista Visão?

“Ergo-me do alto de 900 anos de história”. Socialista portuguesa atira-se a espanhol que pede inquérito sobre nomeação do procurador português".

Ergo-me do alto de 900 anos de História??? - Fosse o André Ventura a dizer uma coisa destas e os epítetos de Nacionalista fascista perigoso na casa da Europa, seriam em catadupa!

Quando o deputado espanhol diz “Mentiras devem ter consequências” … Não deve conhecer os vizinhos que tem!

Autoria e outros dados (tags, etc)

can't we all just get along

por Olympus Mons, em 20.01.21

Não me vou alongar muito neste tema, porque não há muito a dizer. Ou pelo menos de novo.  Meramente que há que deixar passar os próximos 100 dias, verdadeira orgia de coisas geniais, daquelas boas, boas e sempre mencionando o Trump. 


Depois, lá para Maio, começará as guerras internas com a ala mais esquerda do partido democrata e os embates com mais á séria com os republicanos… E com Kamala Harris!
Para os 50% de americanos que não vão papar a tanga só têm mesmo é que aguentar. -  Porque a ânsia dos democratas em unificar a América só ficaria aplacada se conseguissem colocar os 74 milhões que votaram em Trump, terroristas internos, em campos de reeducação. Tudo com muito amor e carinho, claro.  Basta ver o que se diz sobre a criação de uma comissão, tipo 9/11, para criar legislação contra estes terroristas domésticos (leia-se apoiantes de Trump).   Sim parece brincadeira mas não é -Fascismos funcionam assim. Não sabiam? 

Para o demonstrar logo no início, não esquecer que foi montada esta palhaçada, e esta palhaçada é nem mais nem menos a criação de uma Green Zone em Washington a la Bagdad para a inauguração da nova administração e para deixar ainda melhor explanado caso dúvidas houvesse ao que vinha essa encenação, dos 20 mil Soldados que protegem DC 12 já foram mandados embora. Razão? Opiniões do tipo errado. O General explica:   "We've had 12 identified and some of those, they're just looking into,"Hokanson said Tuesday, adding that their questionable behavior could be completely unrelated to extremist connections.  "But we want to make sure out of an abundance of caution…that we do the right thing,

Alguem escreveu um dia que:  “se o fascismo alguma vez chegasse à America seria sob o disfarce de anti-fascismo”… Right on!  - Já aqui tinha dito que a ter que ser que fosse rápido. E eu acredito que os EUA vai ter o seu unravel acontecesse o que acontecesse. Mas isto não é o fim nem o começo de nada. Meramente mais um capítulo de um livro que não vai ser assim tão longo. 

Entretanto vou ouvindo o outro lado, no Gab.com. Tem tido piada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Exageros

por Olympus Mons, em 19.01.21

A vitoria dos nossos oponentes ocorre quando nos esmagam, mas também, e na maioria da vezes, quando aceitamos pequenas concessões como vitórias nossas.

Capture Shapiro.PNG

Isto vem a propósito desta notícia do Washington Post sobre a polémica do Playbook de Ben Shapiro no Político. Playbook é uma coisa mais ou menos light hearted deste pasquim digital da esquerda democrática de Washington DC, sobre as notícias que aquela pessoa acha que vão estar na berlinda nesse dia.
A revolta  que existiu porque Politico convidou Ben Shapiro para fazer um desses playbooks é de bradar ao céus. Até porque se há republicano bem comportado é ele. Praticamente impossível de derrotar na argumentação, mas bem comportado e, em muitos aspetos, o mais politicamente correto que se encontrará.
A Politico defendeu a sua posição e até o Washington Post veio escrever isto que acima lemos.

Toda a reação foi exagerada, sem qualquer tino. E aquele exagero tem um propósito que é calar toda e qualquer voz conservadora, diga ela o que disser.
E este post é sobre exageros. Isto aqui, também é um exagero:

E os exageros existem por alguma razão.
20,000 soldados vindos de fora de DC para proteger a inauguração da presidência Biden? 6 vezes mais do que o número de soldados americanos no Iraque e no Afeganistão? – Porquê?

Pela mesma razão que enquanto eram incendiados tribunais federais e esquadras da polícia nos EUA durante o verão e eram causados danos em propriedade privada pelos EUA fora num valor superior a 3 mil milhões de Dólares, as entidades estatuais recusaram ajuda oferecida por parte da Guarda Nacional. – Para minimizar os eventos. 

Este exagero representado por esta encenação servirá para extrapolar desproporcionar a ameaça com um intuíto político muito claro. Já é claro, mas mais ainda se tornará nos próximos meses. Os fascistas esquerdoides parece só saberem usar uma e a mesma cartilha. Até é estranho. Apresenta-se quase como uma limitação… coitados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Se ainda alguém quiser saber

por Olympus Mons, em 18.01.21

Imagem da caravana de imigrantes a caminho da América Open borders prometida pelos Joe Biden e elite do Partido Democrata. -  For avoidance of doubt,  os imigrantes são aquela mancha de roupas coloridas a levar porrada!

Relembro que as manifestações no tempo do Obama, com cartazes, "stop separating children...Yes, you can" também não passava nas televisões, lá e cá, nem era impresso nos jornais.
Ou que o número máximo incontestável de pessoas expulsas nos EUA, enfiadas em instalações provisórias e depois expulsos em tempo record foram nos anos de 2013/2014. Quem era o presidente?

Capture cnn.PNG

Quem não se lembra das longas peças sobre estas caravanas quando Trump assumiu a presidência? 

Sim, esta imagem é da CNN mas pode ir à BBC, ABCnews, etc. que o panorama não se altera. É assim sem apelo nem agravo, descarado, na nossa cara e pouco barulho, numa ausência insurdecedora.

Nesta altura é uma batalha, para não dizer guerra, perdida. Porque tudo o que oiço, e quando oiço, da direita é aquela coisa irritante do direito à indignação. Não é uma dialética. Já não há nada a discutir porque a esquerdalhada já nem se dá ao trabalho de fingir que se regem por qualquer proporcionalidade na razão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cojones

por Olympus Mons, em 17.01.21

Ainda existem pessoas peculiares. Se calhar é corajosas.
Nuno Rogeiro acabou de passar uma peça no seu  Leste/Oeste da SIC sobre os acontecimentos no capitólio.
Não faço ideia da razão porque Nuno Rogeiro passou a peça que passou.  Por ventura par de cojones e mais nada. Mas de certeza que ele sabe que terá sido at your own peril! 
Não me surpreenderia que o programa não dure muito mais tempo. Aquilo tudo é totalmente fora do Kayfabe esquerdoide, e do FCE vigente.

O sentido daquilo só pode ser um. - Nuno Rogeiro quer avisar-nos, a todos, para não sermos tão naïfs e consumidores do kayfabe esquerdoide que nos está todos os dias a ser enfiado pela garganta.

 

Aqui. imperativo ser visto porque no google e youtube já as informações sobre alguns destes personagens está a desaparecer e, novamente, nao me admira que a sic retire o episódio do site:

https://sicnoticias.pt/programas/leste-oeste/2021-01-17-Leste-Oeste-com-Nuno-Rogeiro.-Os-misterios-do-Capitolio

É ver a partir do minuto 10. Tudo que ele mostra naqueles segmentos é de ficarmos de boca aberta. -  Facto mais relevante para mim, é que o homem do gorro, o provocador que os protestantes Pro-Trump mandam calar e tentam tira-lo dali, é o mesmo que vemos a partir o vidro por onde a Ashli Babbit tenta passar e é baleada no pescoço, e como vemos pela filmagem é o Sr. Sullivan, o revolucionário anti-trump do Black fist que filma e lidera aquele ataque.  Como estes personagens saem por detrás dos Policias e não de junto dos protestantes,  ou como existem aquelas pessoas que olham para a camara e anuem com a cabeça (nós sabemos o que aquele gesto é)….WTF!? tudo aquilo é What the fuck!

Contudo escrevo isto, por uma razão e uma única razão: Já tinha pensado em escrever sobre alguns factos nas imagens que vi e menciono no meu post anterior sobre o assunto, mas confesso que não o fiz, porque considerava que criar dúvida ou algo parecido com as nefastas teorias da conspiração era algo parvo e não me ia juntar aos maluquinhos. – Ora Nuno Rogeiro começa com “estivemos a semana toda em contacto com o FBI e…”  e no entanto eu autocensurei-me porque esse é a extensão do poder que a esquerdalhada já tem sobre nós todos. Nós nem deixamos a nossa mente questionar!

Já agora tudo o que eu queria mencionar era, primeiro, que observando aquelas imagens que levaram á morte da Ashli Babbit notamos a hesitação do polícia que disparou, porque ele o tempo todo tem o dedo fora do gatilho e coloca-o lá mas tira-o de novo repetidas vezes… isto indica um grande conflito emocional. Outro, e mais importante, era por que raio assim que a Ashli é baleada, no segundo, não é minuto é no segundo seguinte, ela é imediatamente rodeada de policias de intervenção armados até aos dentes que a tentam salvar e que não tiveram problema nenhum em controlar os outros protestantes. Mas por que raio não intervieram antes?

Outro facto interessante é que sabemos que o pessoal do QAnon que estava ali em peso  é maluquinho, Não é?  Redes de pedófilos a controlar o mundo e o Deep State… pffewwu!
Mas… e se as informações que surgem, tambem pelo FBI, sobre o portátil de Hunter Biden relacionado a pedofilia for verdade? E se for abafado pelos media e as acusações não forem alvo de processos pelos Attorney General e promotores públicos nos EUA, Isto tudo em cima do que já sabemos sobre o suicidado Jeffrey Epstein… e se o FBI comprovar que estas imagens mostram mesmo incitação e orquestração da extrema esquerda nos eventos do capitólio? Vamos ver o que se descobre sobre o homem do gorro porque do Sr Sulllivan já não há dúvidas. Vai ser interessante... ou vai ser abafado vergonhosamente.

Mas depois fica-nos uma questão: Como é que raio se pode dizer a esta gente que é tudo macaquinhos na sua cabeça?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ambos xenófobos?

por Olympus Mons, em 16.01.21

Gostava, e ainda o farei, de escrever sobre este tema de forma mais profunda, mas não posso deixar passar a oportunidade. Neste caso da xenofobia e racismo do Ventura, somente para dizer que uma pessoa não é pedófila porque tu dizes que ela é pedófila, uma pessoa não é racista porque tu dizes que ela o é!

 

Não conheço o suficiente sobre a Marine Le pen, ou sobre o Salvini para saber se algum dia disseram alguma coisa racista. Nem sei, sequer, se foram ou são xenófobos. - Mas sei que por norma quem acusa os outros destes defeitos o faz sem ter a mínima noção ou dos verdadeiros conceitos ou dos sentimentos das pessoas que acusa.  resume-se a um infantil "és mau!"

 

 

Xenophobia. - “dislike of or prejudice against people from other countries.”
“desconfiança, temor ou antipatia por pessoas estranhas ao meio daquele que as ajuíza, ou pelo que é incomum ou vem de fora do país;”

O que eu sei é que a Dona Maria que vivia, e já os pais dali eram, na Damaia, quando ocorreu a alteração da composição étnico-cultural na Damaia durante os anos 80/90 ela mostrava desagrado pelo comportamento daquelas pessoas que eram de países e raça diferente e tinham comportamentos que ela não reconhecia como típicos da sua vivência e que descaracterizavam o seu mundo.  Já foram à Damaia?

Também sei que betinhos esquerdoides, cosmopolitas da vida citadina de Lisboa e Porto, quando pessoas de outros países descaracterizaram o seu mundinho de elite da baixa, bairro alto, etc., foram lestos a pedir a redução da entrada no país de tais pessoas (turistas). Não foi? Petições para reduzir alojamento local que os maldosos enchem os restaurantes e sujam tudo, reduzir fluxo de cruzeiros…

Ambos xenófobos? 

Já no racismo - “the belief that different races possess distinct characteristics, abilities, or qualities, especially so as to distinguish them as inferior or superior to one another.”

“conjunto de teorias e crenças que estabelecem uma hierarquia entre as raças, entre as etnias.”

Não conheço pessoas que defendam uma hierarquia de raças. Aliás o que faz sentido que assim seja. Desde as motivações para o fim do esclavagismo que a distinção por raça  expressa  nos canones que nos regem e entre seres humanos faz, felizmente, confusão ao espírito humano.
Não nos enganemos. Os mecanismos de norm violation estão lá, no nosso cérebro, mas nós estabelecemos outros mecanismos com a intenção de evitar que uma reação instintiva tenha significado no resto dos segundos após esse instinto. Tal como um corda no chão no escuro. Por instinto desviamo-nos por em microsegundo acharmos que é uma cobra, mas não deixamos que esse fenómeno marque o nosso comportamento após. Aliás, passa pela corda uma segunda vez e já nem ligas - Novamente, não és pedófilo porque eu, que sei o que te vai na cabeça, digo que tu és. Tens que comprovadamente o ser!

Já 62% dos Portugueses são racistas para o kayfabe oficial no país e na EU, porque deram as respostas erradas a pelo menos uma destas perguntas:

“há grupos étnicos ou raciais por natureza mais inteligentes? há grupos étnicos ou raciais por natureza mais trabalhadores?” e o racismo cultural com a pergunta “há culturas, por natureza, mais civilizadas que outras?”

- “há grupos étnicos ou raciais por natureza mais inteligentes”, como é sabido, óbvio, medido, remedido…. Os Judeus Asknazim tem um QI médio de 117 que os coloca com mais de um standard deviation, quase não pertecem à mesma espécie, de qualquer outro grupo étnico, são 0.5% da população mundial e mais de 50% dos prémios científicos inclusive Nobel. Ou que os Asiáticos da Etnias Han, Ainu, etc, ou seja Chineses, Japoneses, Coreanos tem um QI de 105, bem acima dos 99 dos Europeus…etc.

Se “há grupos étnicos ou raciais por natureza mais trabalhadores”, como também deve ser óbvio para todos. Povos que por temperamento mais complacente e cumpridor são mais trabalhadores  … basta ver os Japoneses.

No entanto, estes factos, que querem lá saber dos seus sentimentos, parecem provocar uma reaçao alérgica. - Porque vivemos a negar estes factos ao invés de nos perguntar… Mas que significado retiram disso?

Eu adorava sentar-me ao almoço com o meu amigo Judeu askenazim da google quando passava por Lisboa só para perceber o modo como ele processava o Hyperbolic Discount of future, que me deixava sempre espantado porque eu não conseguia fazer aquilo. Mas também não atribuía qualquer sentido de inferioridade, nem ele manifestava qualquer sentido de superioridade. Era meramente uma característica que é extremamente comum na etnicidade dele.
Da mesma forma que temos amigos cuja presença anseiamos porque têm humor, ou empatia e cujo QI não é dos mais altos.

Uma das coisas que temos que controlar é a facilidade com que atiramos acusaçoes destas uns aos outros. Talvez devesse começar por canditatos à presidência da República.

Autoria e outros dados (tags, etc)

4000BC- 3000BC ! - E os europeus nascem…

por Olympus Mons, em 15.01.21

figure1_4.png

Se repararem nesta figura, após o “grande aquecimento” e o mais longo período de sublimação humana, segue-se o mais longo período de arrefecimento global, os mil anos que destruíram a Eurásia para depois vermos surgir de novo o aquecimento global que cunha pela primeira vez algo que é pan-europeu. - Os Bell Beakers. Os nossos pais ancestrais.

Mas antes.
O choque de alterações provocados pelo 5.9 Kiloyear event (5 mil e novecentos anos atrás), o começo deste nosso período, fez nascer o deserto do sahara curiosamente até nem faz parte da nossa cultura geral (leia-se Hollywood) este período ou zona. Mas tenho sempre como referência um vídeo, uma animação, da arqueóloga Kate manning que nos mostrava no mapa umas luzinhas que representavam no Norte de africa os povoamentos e, ao longo deste período, vemos as luzes a apagar e o mapa do Norte de África a ficar como um buraco negro.  Exceto junto ao rio Nilo, no Egipto onde as pessoas se refugiaram e daí o nascimento do antigo Egipto como conhecemos pela história.  Este  apagar das populações humanas foi também ubíquo na Eurásia.

Se voltarmos ao sul do Cáucaso e zonas circundantes, toda aquela zona das planícies de Ararat este é o período dos Kura-araxes. Para os mais entendidos, eu poderia usar outros nomes também mas ficaria gibberish e nenhum será tao relevante como estes. E se se lembrarem da descrição que fiz desta zona, no tempo dos tais Shulaveri-Shomu (e não, Shulaveri não são os antecessores de Kura-Araxes! ..ok, ok não posso ir por aí) havia algo de paradisíaco. Se algo define Kura-Araxes, ou Early Transcaucasian culture, é um tempo de conflito com expansões enormes, bandos nómades e fortificações. Estes períodos são tao maus que até a arqueologia fica esbatida.

Se passar para o norte do Cáucaso, entre o Don e o Volga junta-se ali os filhos do homem de khvalynsk (russia) com toda a sua genética EHG (eastern Hunter Gatherer) com uma forma de CHG (tal caucasus Hunter Gatherer) que só existia antes no sul das montanhas intransponíveis. – Neste período frio, o que sabemos é que ali nasce os tais Yamnaya que são a última componente no admix da nossa genética europeia. Eram uma mistura de EHG-CHG, mas com uma componente de EEF (agricultor neolítico) que para ser sincero não se sabe bem de onde veio.  E dos Yamanya sabemos que eram agressivos, sabemos que eram guerreiros, hierárquicos com chiefdoms bem definidos e… aquilo não era fácil.  Vemos estes homens (talvez assustadoramente agressivos) a chegar a partes da Europa de leste, primeiro nas costas ocidentais do Mar Negro. Contudo, como disse, no arrefecimento global tudo é murky e de discernimento arqueológico complexo. Mais estranho, aquilo que chegou mesmo, foram umas gentes carregadas da genética Yamnaya… mas vieram com uma linhagem masculina genética completamente diferente dos Yamanya , os homens R1a, que até ao momento não tinha mesmo sido avistados na Europa. E esta genética vai ser relevante depois quando voltar a aquecer.

Entretanto é preciso entender que, se vocês se lembram, no período quente anterior por esta europa ocidental, até ao reino Unido e norte de europa, era tudo dos tais homens G2a e com genética totalmente EEF ou o tal Anatolian farmer. Ora, com o inicio do período frio, uma hecatombe deve ter acontecido porque quando conseguimos retirar ADN de grupos de agricultores, dos poucos que por ai andavam, por essa época fria estranhamente verificamos que eles tem uma genética com uma componente WHG forte (lembram-se do Western Hunter gatherer que desapareceram) no seu genoma, no seu Admix, e estranhamente muitos, diria a maioria dos homens são do haplogrupo masculino I2a (wtf!) que era um linhagem dos caçadores-recolectores. Quando shit happens , Shit happens. Pobres homens do g2a. Conhecem Otzi o homem do gelo de 3200BC? Assassinado com uma seta nas costas? Pois, era G2a
Aliás, quando as tais pessoas vindas com genética das Yamnaya/estepes chegaram à Europa Central ficaram junto a uma cultura na Alemanha, que era a Global Amphora (GAC) e que era já uma mistura muito forte de Admixture EEF e WHG, sendo que deveriam ser as pessoas com a pele mais clara ( dos EEF)  e com maior percentagem de olhos claros ( dos WHG).   

Em Portugal ( e no essencial da península ibérica) vemos em 3200BC uma invasão, como uma onda gigante de gente que foge daquele frio.  Já expliquei noutros sítios: Portugal nasce alí naquele momento. -  Primeiro cortaram todas as passagens do Guadiana para cá, cortaram as entradas pelas planícies da Extremadura para cá. Em 3000BC por detrás desta linha defensiva nasce Porto Torrão que pouco depois tem uma área do tamanho do da cidade de Ur na mesopotâmia! Aquilo era maior em área que Ferreira do Alentejo. Porto torrão é maior em área e cada vez se descobre mais… No sítio sagrado ao lado, Perdigões, vem gente de todo o lado para falecer e ser enterrado. Vem gente que traz marfim do Egipto!

Pouco depois outra passagem é cortada, a do rio Tejo. Junto a Muge e cartaxo surge uma poderosa Power house que é VNSP (vila nova de são pedro) e aquilo era uma fortificação enorme e imponente e permitiu que nessa altura 2900BC, surge uma cidade ainda mais imponente que era a civilização de Zambujal em torres vedras. Explicar como ia de Leceia (oeiras) passava por Torres Vedras até VNSP demorava. Isto já era Portugal. - Desde esta altura, gentes para cá dos rios Ibéricos era claramente “outras gentes”. -  E era defendido com fortificações, setas e guerreiros.

E porque que isto é importante?
Que disse eu no início? Que a Europa nasce com os Bell Beakers, os tais pais ancestrais porque são os filhos do tal L51 (r1b-M269-L23-L51) e esses hoje em dia são os pais de 80% dos Europeus ocidentais.  Nós em Portugal conhecemo-los como campaniformes.  
A época de fortificações termina em 2800BC começamos a ver pessoas a ser enterradas não só com os potes Bell Beakers, mas também com a simbologia. Os Homens de Bell Beakers erem enterrados virados para o lado direito, com arco, flexas, uma proteção do antebraço, um punhal, botões em V… e sempre como o pote.
E quando se faz datação destes potes os do castro de Zambujal (torres Vedras) são os mais antigos. Medido e repetido – 2800BC!  E 300 anos depois está por todo o lado.  Desde o norte de África até na Bohemia a sul de praga lá estão eles a ser enterrados da exata mesmíssima forma. Enquanto as populações locais se estavam junto aos rios, estes ocupavam sempre uma colina com perspetiva sobre toda a zona onde os outros viviam.
A narrativa oficial é então que os Bell beaker, após o fim das “Guerras” aqui (não se faz aquelas fortificações à toa) estes homens rapidamente dispersaram pela europa fora, e se depararam com os tais CWC que já mencionei, ali em Praga e Alemanha e estes vinham carregados da tal genética Yamnaya que fechou a genética dos Europeus.  Sabemos que os Bell Beakers tinham exogamia com os CWC e quando finalmente lhes extraímos o ADN, e mais de 500 já o foram,  com mais ou menos percentagem estes possuem Yamnaya, ou estepe, admixture… e são todos, ou quase todos, no cromossoma Y já descendentes do senhor L51 que terá nascido por volta de 3000BC. – O que a ciência recusa é que ele tivesse vindo de Zambujal, de Portugal, porque quando lhes retiramos ADN estes são I2a com uma elevada percentagem de WHG, afirmando sim que eles copiaram os Bell Beakers vindo de Portugal. É a tanga oficial, até porque nenhum verdadeiramente Bell Beaker de Portugal foi extraído o ADN. Foi extraído pessoas dessa altura de grutas, mas Bell Beaker não era enterrado em grutas… mas ok, não vale a pena discutir com a ciência. O tempo o dirá conforme se for extraindo mais ADN.

 Nesta altura não passa de uma consequências do facto do nosso clima queimar ADN e no norte da europa com o frio é preservado, e de sermos um pais pobre, e pobre de espirito em que a cultura é os monólogos da vagina e não é dar dinheiro para se escavar verdadeiramente VNSP e Zambujal para se retirar inhumations (esqueletos) e mandar extrair o ADN. Lá se chegará eventualmente.

O sucesso destes Bell Beakers foi tao grande, os efeitos do tal arrefecimento tao grande, que no espaço de séculos, no Reino Unido, o ADN de 90% das pessoas passa de agricultor do Neolitico para ADN dos Bell Beaker com o tal ADN estepe/Yamnaya.
Para terminar: Nós Europeus quando nos imaginamos pré-históricos, imaginamo-nos como arqueiros. Arcos e flechas, a beber vinho. Quase em oposição aos outros, aos maus, que imaginamos como homens de Machados, etc. que eram como eram enterrados os tais CWC e que eram todos do haplogrupo genético R1a, e na verdade como nós (europa Ocidental) somos filhos do R1b-L51, os europeus de leste e na rússia são do r1a-M417 (sempre um homem só). Antes do politicamente correto a cultura Corded Ware Culture (CWC) era conhecida como battle Axe Culture. Penso que estão a ver a imagística.

Preferi explicar isto, do que explicar como noutras partes do planeta neste período quente nascia algumas das civilizações mais impressionantes, mas que são da cultura geral Mesopotâmia, akkadian, nascia Minoan na Grécia, etc, etc… mas isso já é história e todos conhecem.

Um post demasiado longo e espero não ter sido muito confuso. Mas cada parágrafo deste post dava para escrever um livro. Às vezes até cada frase.

Autoria e outros dados (tags, etc)

What goes around comes around

por Olympus Mons, em 14.01.21

Trump foi impeached no congresso…. Mas só 10 congressistas republicanos votaram a favor. Esperava mais, bem mais.

Qualquer raciocino lógico dirá que, passado alguma emoção com o que se passou no capitólio, o que ocorrerá até ao dia 20 de Janeiro dia em que será levado ao floor do senado o impeachment, somente um número pequeno de Senadores repúblicanos irá aprovar o impeachment do presidente o que tendo em conta que são necessários 2/3 a probabilidade de aquela treta passar no Senado deve ser muito próxima de zero.

Outra vez…What goes around comes around

Obama falou de racismo e “systemic racism” na polícia e vários policias foram assassinados, numa vez logo 6, e ninguém falou sequer de fazer impeachment. - Se fosse hoje, tenho a certeza que era disso que estariam a falar na altura. Isto é tudo muito perigoso...

Joe Biden que até é desbocado irá dizer coisas às quais se associarão protestos e ataques a instituições. Não esquecer que os BLM passaram o verão a atacar esquadras da polícia, mais importante e em paralelo com o capitólio ataques a Tribunais Federais! - O Courthouse de Portland foi incendiado. No futuro, qualquer pretexto com base nestes novos precedentes, irá justificar artigos de impeachment no Congresso. É bem possível que em 2022 os Republicanos reganhem controlo desta camara e terão todo o direito a mover ações similares. A questão aqui é: Terão o mesmo direito que os democratas tiveram. Invenção de ligações à Russia, China ou Ucrania, telefonemas com interpretaçao duvidosa e qualquer incentivo, ou interpretado como tal, que descambe em violência. 

Em 2017, não foi há 20 anos,  o congressista Steve Scalise foi alvejado por um apoiante de Bernie Sanders que repetia as acusações de traidor que os democratas faziam a Trump. Qualquer situação similar no futuro vai ser seguida de vendavais de tentativas de destituição.

Vai passar a ser o novo normal na política Americana, tal como o fim do filibuster no senado que os democratas impuseram no senado e que nem 2 anos depois estava a morder-lhes no rabo a torto e a direito. Lá de muito inteligentes não podem os democratas ser acusados.

Eu sei que para um esquerdalhada, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Só um esquerdoide é capaz de estar 5 minutos a dar chapadas a alguém e quando este por sua vez riposta com uma estalada ficam chocados e a gritar que foram agredidos. Sabemos que tem a ver com ausência de pathways neurológicos autorreferencias.

Contudo a ser verdade o que soa por aí sobre coisas que estão no portátil do filho do Biden (nesta altura já tenho dúvidas…agradecendo à patetice da team Trump com as provas de fraude que afinal não tinham) nada mais será relevante na vida Americana,  para os media e das démarches políticas se não as tentativas óbvias pelos republicanos de fazer Joe Biden cair. -  E se apelarem à 25th amendement  muitos democratas irão apoiar porque quem assumiria aí a presidências seria a Kamala Harris, levando a uma guerra civil  interna no partido democrata, até porque havendo 50/50 no senado ela terá que passar a vida a decidir o que lhe dará um protagonismo perigoso para Biden.

Joe, Be carefull with what you wish....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

George Floyd e Ashli Babbit

por Olympus Mons, em 13.01.21

Esta "guerra" é cultural. Ela existe e presumo que todos temos a profunda esperança de que esta assim fique e não estravasse para uma guerra social ou até marcial e violenta.

Tanto George Floyd como Ashli Babbit sucumbiram como resultado das suas ações. George floyd porque encharcado em drogas, colocou-se numa situação que levou a acidente cardiorrespiratório. George Floyd cometeu um crime e no processo de detenção resistiu à detenção e como resultado faleceu. Ashli Babbit cometeu um acto ilegal e foi alvejada no momento em que procurava invadir um espaço que lhe estava de todo vedado. George Floyd podia não ter resistido, Ashli viu o agente com a arma apontada durante minutos seguidos e mesmo assim, assim que o vidro cedeu ela tentou saltar lá para dentro.

Esta imagem ao lado, e todas as equivalentes, são já icónicas. E é assim que se ganha as guerras culturais.
O meu ponto é que no caso de George Floyd tivemos que ver ad-nuseum as imagens, ainda por cima editadas dos eventos (eu já vi todas as imagens, e você?) e estas imagens serviram politicamente, serviram como combustível de revoltas, riots e pilhagens, manifestações e todo o tipo de ataques a edifícios federais, porque tanto o é o capitólio como o tribunal federal de Portland, sempre envoltos em todo o tipo de desculpabilizações e menorização dos atos.

Em contraste...

Já no caso de Ashli faça uma busca ao google sobre ashli babbitt death e tudo o que encontra são a fotos sorridentes da senhora.

também existe imagens dos eventos todos. Pode ver neste vídeo do Washington Post que até se sabe claramente até quem disparou. Segue-se os eventos todos. menos depois, com ela no chão. as imagens que poderiam provocar exultaçoes emocionais.

https://www.washingtonpost.com/investigations/2021/01/08/ashli-babbitt-shooting-video-capitol/

Só que este não é o único vídeo. Para quem queira ver, ou mais a propósito, se desse jeito à esquerdalhada e ao Fascismo Cultural de Esquerda(FCE) seriamos obrigados a ver estas imagens dia e noite…. Se assim o Brookings Institute  ou o Center for American Progress assim o tivesse mandado... os vídeos do momento em que a senhora é atingida,  e existe vídeo dela no chão, da cara, do sangue, dos olhar dela… de tudo, dizia eu, estaria a entrar pelas nossas casas a dentro a cada minuto.

Capture shot capitol.PNG

 

Aliás, o agente da lei que disparou está ali. nesta imagem ao lado e é retirada daquele vídeo longo. 
E ao contrário do que se passou no outro caso,  em que todos passado horas estavamos bombardeados com o nome do polícia que tinha o joelho no pescoço de Floyd e Derek Chauvin era nome e cara repetida minuto a minuto,  neste caso, e bem, nem se fala no assunto quanto mais identificar o agente que disparou. 

 

 

Isto leva-nos ao seguinte: o problema para o FCE ( e tudo o que é problema para o FCE é bom) que existe com o Gab.com ou o Parler.com é essencialmente que nestes sítios, tal como as televisões o obrigaram a si a ver de noite e dia a morte do senhor George Floyd assim também nestas plataformas sociais com utilizadores e audiências mais ligados a influências conservadoras e Republicanas as pessoas partilham os vídeos da morte da senhora Ashli babbit. -  No fundo não estão a deixar fazer mais do que aquilo que quer a comunicaçao social, seja as plataformas como o twitter ou Facebook, fizeram, incentivarem e promoveram como narrativa aos eventos que levaram à morte de Geoge Floyd-  É esta equivalência que se está a tentar silenciar. 

A esquerda, aliada ao big tech, quer decidir ao segundo e ao milímetro aquilo que o vai escandalizar e revoltar. E quem controla as emoçoes de alguém controla-o totalmente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quando se perde a vergonha?

por Olympus Mons, em 12.01.21

Seja qual for a argumentação que se faça, seja qual for a narrativa que nos seja servida diariamente, convém não esquecer isto:
O mesmo Twitter que bane Donald Trump, deixa coisas destas existir há anos, sem qualquer problema:

Screenshot_20210112_095148_com.android.chrome.jpg

 

Assim,  a expressa convicção, e intenção, de genocídio e erradicação de uma nação inteira é matéria apropriada ao Twitter.

 

Screenshot_20210112_100205_com.android.chrome.jpg

 

Já isto, para quem tenha dificuldade em perceber tem as palavras Peacefull, Respect Law and order, é razão para censura, lapiz azul no século XXI e motivo de tentativa e impeachment?

 

 

E a realidade, ou a narrativa, o kayfabe, muda a uma velocidade que o bom senso diria impossível. O bom senso diria que seres racionais, gente com QI acima dos 80 nunca permitiria.  No entanto…

Capture cuomo1.PNG

 

Para que seja claro ao que isto chegou, substitua o nome Andrew Cuomo, governador do estado de Nova Iorque e um dos favs, ou darlings, da esquerdalhada americana, por Donald Trump e recue essa eternidade que seria 2 meses… e cairia o Carmo e a trindade, e os epítetos seriam em catadupa.  E sabemos que seriam, porque foram!
 É assim, ao que chegámos.  Alguém um dia me disse que o curioso no perder a vergonha é que só se perde uma vez e daí para frente é tudo simples.  Com o passar do anos percebi isso mesmo. Já nem vale a pena…

 Começo a estar interessado mais em perceber o que se vai seguir a isto tudo. Uma coisa sei já. - Haverá muitas fábulas a culpar a China quando na verdade a primeira, segunda e terceira razão terá sido a implosão pelas mesmas razões de sempre ao longo de milénios e só, talvez se tanto, a quarta razão se poderá imputar à ascensão e hegemonia económica da Asia (leia-se china).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quando se perguntarem...

por Olympus Mons, em 11.01.21

Quando se perguntarem como é que foi possivel.
Continua este momento de registo histórico - A purga nos EUA de polos comunicacionais conservadores, do inimigo, sem apelo nem agravo está aí. Não adiantou que a Parler tivesse garantido que e de acordo com as suas regras, eliminava recorrentemente comentários que diretamente incitam à violência, ao final do dia isto aconteceu. Sim, Parler deixou que os maluquinhos planeassem o ataque ao capitólio na sua plataforma, se considerarmos maluquinhos a dizer que vão fazer isto mais aquilo sem qualquer indício de plano ou estratégia como planearMas o Twitter deixa isso acontecer todos os dias, a toda a hora, e à acontecer durante anos! 

 

Capture parler fim.PNG

Se o twitter pode cancelar a conta do ainda presidente dos EUA Donald Trump, não se vão queixar quando for o a A, B ou C, seja ele mais de esquerda ou de direita, pois não?

Esta resposta, aqui ao lado, no seu browser será o destino de muito mais, mas muito mais, vozes do que aquilo que agora a generalidade das pessoas julgam possível nesta altura. E no dia em que essas outras vozes foram banidas quanto tempo acham que levará até termos o proxy aqui em Portugal?
Muitos vão estar Indignados não é? Porque tuga, como Mário Soares bem nos topou, tem sempre o direito à Indignação... e a pouco mais. À liberdade não porque isso pouco lhe interessa. 

Veja-se o Observador, que se fosse um décimo do que em tempos se pensou ser a razão pela qual existia, esta questão da Liberdade de expressão estaria em artigos por todo o lado. Mas não. Em nada se distingue de um Expresso, diário de Notícias, JN ou outro qualquer produto do FCE e do Socalistão.  Pode parecer perseguição, mas não é. Contudo reparem que se forem à página do Observador e procurarem por Parler… encontram nada!

 Para ser justo, a verdade é que sitios mais liberais (no sentido de libertarian), que se dizem amantes de liberdade, como blasfémias ou o insurgente também não estão nem aí. Por enquanto é pimenta no dito do outro. Por enquanto. Tal como passou sem alarido o secretário de estado que ameaçou o Camilo Lourenço e ninguem na Direitasfera verdadeiramente mostrou os dentes - Pois, coisas de especíarias e tugas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fascismo 2021

por Olympus Mons, em 10.01.21

Hoje, pelas 00:00, o PARLER deixará de estar acessível porque a Amazon, seguindo o que google e a Apple já tinham feito nas stores, irá silenciar o PARLER no hosting que lhes faz na AWS.  Parler will go Dark, pelo menos durante algum tempo, e será um momento que ficará para a história. Fascismo é isto!

De certa forma é um privilégio assistir a isto tudo, porque podemos acompanhar o processo através dos qual os pilares fascizantes são implementados numa sociedade. Os mecanismos são exactamente os mesmos ao do passado mas, espero eu, será uma forma de fasciscmo meramente Cultural.  No pior cenário Social.  Mas nao será um fascismo marcial... espero eu.

“We are clearly being singled out,” Chief Policy Officer Amy Peikoff told “Fox & Friends Weekend” one day after Apple suspended Parler from its App Store even as it surged to the No. 1 spot in the free apps section earlier in the day.

Fica apropriado um texto sobre o modo como os Nazis, nos anos trinta, silenciaram a imprensa que lhes era adversaria.

…”Sometimes using holding companies to disguise new ownership, executives of the Nazi Party-owned publishing house, Franz Eher, established a huge empire that drove out competition and purchased newspapers at below-market prices. Some independent newspapers, particularly conservative newspapers and non-political illustrated weeklies, accommodated to the regime through self-censorship or initiative in dealing with approved topics.”

E é nisto que eles sabem que já ganharam a batalha.-   Para poderem continuar a opinar, no essencial as pessoas e as instituições irão autocensurar-se para poder continuar a participar na festarola.

Vamos ver os próximos capítulos, porque a guerra só está a começar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Lindo rapagão

por Olympus Mons, em 10.01.21

Um símbolo do LGBT...

Se pesquisar no google, saberá que iniciou processo de transição para o sexo masculino, aliás sabemos que ela sempre (tipo durante um ano, para aí aos 9 anos) se identificou com o género masculino e desde muito cedo os pais a apoiaram nessa opção. Verdadeiro ídolo do movimento LGBT. Aliás, a mãe falou não há muito tempo sobre a naturalidade desse processo de transição da filha , perdão filho, e que até iria começar a tomar hormonas. A Mãe é umaShiloh.jpg tal de Angelina Jolie e cujo pai é um tal de Brad Pitt.

Sabendo a influência que a referida personalidade exerce sobre a cultura popular não será difícil de imaginar o impacto na sociedade Americana e no resto do mundo e a quantidade de pais que foram a correr copiar, porque atrasados mentais são larga percentagem da população, a ídolo somente porque a filha gosta de usar calças e subir a árvores.  - 150,000 jovens só nos EUA, já se identificam assim e, em catadulpa, para além de induções hormonais brutais que provocam danos irreversiveis estão a ocorrer cirúrgias de mudança de sexo. - No futuro os processos em tribunal, destas agora crianças, irão clarificar esta questão.

Shiloh 1.jpg

Não sei. Talvez nesta fotografia, também tirada na semana passada e na mesma altura, se veja melhor o rapaz de que estamos a falar.  Para quem estiver ainda confuso, estamos a falar desde homenzarrão loiro de ténis pretos, calções femininos de ganga e cabelo rabo de cavalo comprido.

Vá Angelina, quando as guerras culturais aquecerem ainda mais aí nos EUA vá lá para o castelo no Sul de França, em theoule-sur-mer ou lá onde é e, entretanto, aguardamos o primeiro namorado do menino Shiloh um destes dias...

Autoria e outros dados (tags, etc)

O melhor aquecimento de todos

por Olympus Mons, em 09.01.21

Este segundo post sobre o tema de aquecimentos e arrefecimento globais, sobre alterações climáticas, que nos impactos que têm ou tiveram no passado, fazem este nosso presente aquecimento global parecer pimentinha no providencial rabinho. Vivemos nesta altura, nos úlrimos 200 anos, o quinto “aquecimento global”, daí a dificuldade em extrair o impacto do CO2 do aquecimento natural do planeta que está a ocorrer após aquele dip dos vários séculos anteriores que é conhecido como LIA (little Ice Age) e que ocorre desde o ano de 1400 até 1750.  

Este primeiro grande aquecimento será aquele período que eu considero o melhor período da humanidade. 6000BC-4000BC. Tudo, relevante para a nossa emergência enquanto super-espécie, foi descoberto neste período. Agricultura, domesticação, metais e até no seu fim surge a invenção da roda.   

figure1_2.png

 

E que começou com um aquecimento forte e acaba com um arrefecimento quase instantâneo que destrói o mundo.

 

Como expliquei anteriormente a Europa era dos WHG (western hunter gatherers), como por exemplo os de Iron Gates (sérvia) e que estavam em contacto com os agricultores do neolítico originais que viviam na Anatólia (aliás até já tinham uma pequena componente Anatolian farmer). - Nos séculos seguintes estes Agricultores saídos do que hoje é a Turquia estão por todo o lado, mesmo no sítio dos WHG de Iron gates com nomes de sociedades como LBK ou Vinca e o sucesso era tal e a vida era tão boa que viviam em aldeias de 200 pessoas com acesso a todo o tipo de cereais, legumes e pastorícia e para o fim tinham cidades de 2000 pessoas. Nesta altura, olha-se para os dentes desta gente e não encontra marcas de enamel hypoplasia, indicando traumas como de fome. Nem marcas de violência.

No Sul do Cáucaso surgem os Shulaveri-Shomu onde hoje é a Arménia, Geórgia e Azerbaijão, e novamente têm uma vivência extraordinária. - Descobrem o apicultura, fazem a primeira barragem para desviar um rio (e o primeiro desastre hidrológico mundo quando aquilo rebenta alguns séculos depois), primeiro arado, etc. (tenho que fugir ao tema dos Shulaveri, porque são a minha paixão) e para o fim do período vemos aparecer metais (Cobre) nesta cultura, que como sabemos indica o fim do neolítico e a passagem para o calcolítico.  Mas claro os Shulaveri-Shomu são hoje em dia conhecidos acima de tudo porque foram os inventores do vinho. Não é por mero acaso que a intravariabilidade genética das vinhas no sul do Cáucaso é ímpar, porque são cultivas há muitos milénios, seguidas de um outro sítio completamente improvável chamado de…Portugal. Esta também é outra que ainda tem que ser explicada.

Mais importante que tudo, aqui surge PIE – Proto indo european, a mãe de todas as nossas línguas (99%) que terá sido “inventada” por uma destas culturas de que já falei. No fim deste período (2) ocorre a primeira separação da língua (O Anatolian) e um dos grandes mistérios (quem?, como?).

E ali ao lado, descendo as planícies Mil e Mugan estão os agricultores do norte do Irão que tinham uma genética completamente diferente, homens com a elevadas genética CHG (o tal Caucasus Hunter gatherer) e do haplogrupo do cromossoma Y (masculino) J2 (J-M172 como o Kotias Klde). Importante é que esta tinha sido a terra dos tais CHG e esta genética CHG , mil anos depois, são a última componente que virá condensar a genética dos europeus com uma mistura 50% CHG  com o 50% EHG que vivia a norte do Cáucaso na Rússia, lá longe nas margens do rio Volga. Este é um periodo curioso em que as pessoas vivem lado a lado mas não se misturam propriamente. Não como seria de esperar. Mas parecem ter contactos sem haver conflitos.

Neste climate Optimum podia descrever muitos outros sítios, tantos, por exemplo no Delta do Nilo no Egipto onde os agricultores de Merimde-beni-salama introduziram em Africa a agricultura e muitas espécies (como o cão e domesticação do burro) mas no final a história é a mesma. Vida boa por todo o lado.  Boa até…

Contudo, Arrefecimento global!  

Mas o mais importante, para perceber como aqui chegámos são os arrefecimentos. Se repararem a queda da temperatura é abrupta. E o fim do mundo é abrupto.

E se voltarmos às Balcãs, onde a civilização Varna (Bulgária), mas podia ser Gulmenita ou outra, já tinha ouro por toda a parte e praticavam comércio a distâncias consideráveis, subitamente acaba tudo! Na passagem de 4000BC as consequências são devastadoras. O retrocesso é brutal. A arquitetura de povoamentos em larga escala desaparece num ápice, as pessoas voltam aos tells,  no topo dos montes com fortificações e setas por todo o lado e todas estas civilizações neolíticas implodem sem aviso. Inverno atrás de inverno tudo falha por essa Europa fora. Esta redução na população europeia é impressionante.  Estas oscilações climáticas criaram e destruíram não só civilizações como mudaram, muitas vezes completamente, toda a população de vastas regiões do continente.

Com as temperaturas a começar cair, os registos arqueológicos são confusos. Estas transições são assim impressionante. É nesta altura, no fim e também empurrados pelo frio, que subitamente aparece nessas Balcãs, vindos das estepes da Ucrânia, uns homens altos, morenos, com cavalos, gado e um modo de vida nómade…Chegou a ultima componente que fizeram a genética dos europeus, mais tarde conhecidos como os Yamnaya cujo cunho genético nos marcaCuriosamente os Yamnaya eram quase todos R1b-Z2103... que era o "irmão" do L51 (filhos do L23) , sendo que nós Europeus somos, como já expliquei, em cerca de 80% todos descendentes deste senhor ( o L51), mas nenhum deles, os Yamnaya, era L51. Aliás mais estranho, e que explicarei no próximo post, quando encontramos pessoas na Europa com maior percentagem genética dos Yamanaya, chamados de CWC (Corded Ware) estes nao sao nem Z2103 nem L51, aliás nem R1B.... São R1a!  Assim como que aquele primo muito distante que temos, muito distante... com quem nos davamos mal. São esses. Mas fica para o próximo post sobre estes temas.

Ora, estes Yamnaya, ou descendentes deles, trazem 50% da sua genética que é do tal CHG (ou Irão) e EHG os Eastern Hunter Gatherers que são os primos dos WHG junto com uma boa parte da componente de EEF os tais agricultores do neolítico.  

E, tanto quanto sabemos, eles trouxeram a língua Indo-Europeia que deu origem a todas as outras (ao contrário do Anatolian de quem se tinha separado mais mil anos antes).  -  No termo deste período, desde a Anatólia (Turquia), Irão, Armenia, aparecem pessoas diferentes que virão substituir esta genética que faz parte da nossa ethno-genesis.

Para cá de 4000BC  entramos no período que se inicia com um evento climático brutal, chamado de 5.9 KiloYear event que é mais conhecido como o nascimento do deserto do Sahara. Sim, antes do deserto, o Sahara, toda aquela região era um selva com hipopótamos, elefantes e longas planícies que faziam as delicias de manadas e rebanhos. Subitamente….

Na próxima parte desde tema, descreverei este período de frio que mata (3) e quando surge de novo o aquecimento entramos no era dos Bell beakers (4), os pais de todos os Europeus Ocidentais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mickey & Goofy

por Olympus Mons, em 08.01.21

Entre estes dois personagens, há um mundo que os separa.

Capture jmf.PNGSeja Marisa Matias ou Ana Gomes com a recusa em dar pose, seja tudo o que este governo tem feito às instituições portuguesas como o tribunal de contas... tudo neste país soa ao anterior regime, no que tinha de pior, em versão FCE (fascismo Cultural de Esquerda). ... São pessoas como JMF, e são cada vez menos, com coragem para ir falando.

capture Mp11.PNG

Enquanto este pateta, continua a senda dele, a masturbaçao diária, com o André Ventura.  Sim, lá no PSD estão a marcar os pontos,  não te preocupes Jotinha.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

meio grau?!

por Olympus Mons, em 08.01.21

A única vantagem da pandemia é não ter que aturar a Greta Thunberg...

Capture UHA.PNG

0.49C ?

Por esta altura, no início do ano, gosto de ir verificar como está a anomalia (aquecimento) desde o início de medições por satélite do planeta inteiro (1978). Por norma utilizo os dados de UAH e para o ano passado, 2020, vamos acabar com 0.49C. Se somar os últimos 2 anos dá 0.42C. Ou seja em 43 anos de medições por satélite da temperatura, anos da super indução de Co2 na atmosfera, onde aumentámos em 100 ppm o CO2 na atmosfera, e o efeito do Co2 na atmosfera é logarítmico (os primeiros 100 fazem muito mais efeito que os seguintes 100) temos este meio grau  de aumento de temperatura.

Importante, e que muita gente se esquece , é que até o IPCC diz que pelo menos 50% desse meio grau é por efeito de aumento de CO2… Mas o resto é aquecimento Natural do planeta. Qual o correto impacto neste meio grau é que se deve ao CO2? ...0.3C? 0.35C? …Com mais 100ppm de CO2 na atmosfera?  
Por norma gosto de ir ver se o aquecimento  se nota nos trópicos, onde, se o planeta estivesse em desiquilibrio radiativo, estivesse com febre, se veria primeiro e antes de em qualquer outra parte do planeta os efeitos, e…0.48C.

A este ritmo, vamos acabar o século com 1.8C de aumento de temperatura nos 120 anos de medições (mais 1.1C até ao final do século). 

 Yeap, está tudo sob controlo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Links

Blogs