Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



5 de Junho de 2004

por Olympus Mons, em 05.06.21

Não sei se vocês de lembram do dia ou evento em que perceberam que o mundo estava ao contrário.

Eu lembro-me. Lembro-me do dia 5 de Junho de 2004, faz hoje 17 anos, e esse dia só ficou marcado na minha então jovem personalidade alguns meses depois no dia 11 de Novembro do mesmo ano.

No referido dia 5 de Junho ficou-me na memória a pouca atenção que foi dado em Portugal à morte de Ronald Reagan.  Lembro-me que no telejornal que via nem foi abertura e por uma razão qualquer até deram a noticia lá para o meio-fim. 
Na altura pareceu-me algo profundamente ingrato. Mas depois percebi que era meramente o air du temps que aí vinha.

Para mim o ex presidente norte-americano tinha tido uma importância vital na vida do planeta. Tinha derrotado o comunismo e eu nessa primeira década do século XXI vivia imenso o milagre, o impossível acontecido, aquele que terá sido até hoje a par com a explosão da agricultura o maior fenómeno humano reportado que foi a globalização e a vitória do capitalismo terem retirado da pobreza extrema mais de 2 mil milhões de pessoas na década de 90, na década após Ronald Reagan ter derrotado o império do mal, a influencia da União Soviética no planeta que impedia essa capitalização de um mundo que industrialmente se aproximava, logo algo que se assemelhava a um milagre para os mais pobres e desfavorecidos. – Percebi bem nessa altura como funciona mesmo a esquerda.

Ora, alguns meses depois, a 11 de Novembro, morre Yasser Arafat… e Portugal noticioso explodiu em frenesim. Lembro-me da interrupção das programação durante a tarde, das horas ininterruptas da TSF, do continuo da SIC Noticias com pessoas a entrar em direto uma atrás das outras que se prolongou pelo jornal das 8. Dir-se-ia que tinha morrido a segunda encarnação de Cristo… ou Maomé.

Nesse dia percebi.

E desde esse dia não deixei de o perceber em muitos dos eventos que se seguiram.

Desde esse dia percebi também que é tudo uma questão de tempo. Infelizmente lá chegaremos sem apelo nem agravo.  Não há que antecipar, temer ou lamentar. Infelizmente é meramente o destino.

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.06.2021 às 18:59

Desta vez não estou 100% de acordo.

Quando Ronald Reagan morreu já tinha deixado de ser presidente há 15 anos.
Foi um personagem importante mas, dependendo da actualidade, pode não justificar ser notícia de abertura.

Quando Arafat morreu, ainda era o Presidente da Autoridade Palestiniana, que é um elemento importante de uma zona de conflito recorrente.
Concordo que seja notícia de abertura no telejornal da noite, ou que interrompam a programação das rádios e canais de noticias para informar do falecimento.
Que gastem mais de 10 minutos a falar do assunto é que me parece um desperdício de tempo.

Zé Manel Tonto

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs