Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



5 de Junho de 2004

por Olympus Mons, em 05.06.21

Não sei se vocês de lembram do dia ou evento em que perceberam que o mundo estava ao contrário.

Eu lembro-me. Lembro-me do dia 5 de Junho de 2004, faz hoje 17 anos, e esse dia só ficou marcado na minha então jovem personalidade alguns meses depois no dia 11 de Novembro do mesmo ano.

No referido dia 5 de Junho ficou-me na memória a pouca atenção que foi dado em Portugal à morte de Ronald Reagan.  Lembro-me que no telejornal que via nem foi abertura e por uma razão qualquer até deram a noticia lá para o meio-fim. 
Na altura pareceu-me algo profundamente ingrato. Mas depois percebi que era meramente o air du temps que aí vinha.

Para mim o ex presidente norte-americano tinha tido uma importância vital na vida do planeta. Tinha derrotado o comunismo e eu nessa primeira década do século XXI vivia imenso o milagre, o impossível acontecido, aquele que terá sido até hoje a par com a explosão da agricultura o maior fenómeno humano reportado que foi a globalização e a vitória do capitalismo terem retirado da pobreza extrema mais de 2 mil milhões de pessoas na década de 90, na década após Ronald Reagan ter derrotado o império do mal, a influencia da União Soviética no planeta que impedia essa capitalização de um mundo que industrialmente se aproximava, logo algo que se assemelhava a um milagre para os mais pobres e desfavorecidos. – Percebi bem nessa altura como funciona mesmo a esquerda.

Ora, alguns meses depois, a 11 de Novembro, morre Yasser Arafat… e Portugal noticioso explodiu em frenesim. Lembro-me da interrupção das programação durante a tarde, das horas ininterruptas da TSF, do continuo da SIC Noticias com pessoas a entrar em direto uma atrás das outras que se prolongou pelo jornal das 8. Dir-se-ia que tinha morrido a segunda encarnação de Cristo… ou Maomé.

Nesse dia percebi.

E desde esse dia não deixei de o perceber em muitos dos eventos que se seguiram.

Desde esse dia percebi também que é tudo uma questão de tempo. Infelizmente lá chegaremos sem apelo nem agravo.  Não há que antecipar, temer ou lamentar. Infelizmente é meramente o destino.

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.06.2021 às 23:26

Eu não sei, para quê é que as pessoas comunicam umas com as outras?

Um modelo simples.


1. Antes do 25 de Abril a PIDE protegia com sucesso o povo, da esquerda podre de hoje, que já se avizinhava, naqueles tempos.

A esquerda destruiu o império Ultramar nosso. Angola era nossa. Moçambique também.

Em Portugal, em Angola havia paz, justiça.

Em Portugal as pessoas podiam deixar as portas abertas, e ninguém roubava, para simplificar.

Em Angola não havia racismo. Isto não quer dizer, que era tudo cor de rosa. Mas eu conheço testemunhos, brancos, que o confirmaram.


2. Depois do 25 de Abril a PIDE não desaparecu, só mudou de nome e de tarefas.

Doravante a PIDE persegue a vítima e protege o criminoso.

Tão difícl de perceber?
Faltam provas empíricas?

Hoje as pessoas já não podem deixar as portas abertas.

E tudo a piorar.

Tudo a piorar na Europa Ocidental.

A piorar de propósito.

Hoje, metade do povo deixa-se espiar pela PIDE do livro da cara, com o maior dos prazeres. Adoram a mentira.


Jornaleco


1. Já notaram, que em Minnesota, as tretas do "defund the police", tornou-se num "refund the polic now and fast"?

2. Já notaram, que não é só em Minnesota?

Não?

Então deixem de ler os jornais mentirosos da esquerda podre.


4. A esquerda podre também tomou poder da herança do Ronald Reagan, duma certa instituição. Reagan teria querido, que essa fundação tivesse apoiado claramente Trump.

Mas não, a esquerdalha podre, assegurou, que isso não sucedeu.


5. No Chile, quando um marxista demónico (Allende?), tomou posse, ou qualquer coisa assim, disposto a tornar o Chile numa prisão comunista, o parlamento chamou por Augusto Pinochet.

O que é que o Pinochet fez, porque é que ele é tão odiado, por exemplo tamem em Espanha, pele esquerda putana?

Pinochet destruiu por completo a esquerda lá.

Pinochet usou os métodos brutais da esquerda, para destruir a mesma. Um horror para as putas esquerdistas.

Pinochet preparou o caminho para Reagan e Thatcher.

Pinochet abriu a aqueles, que querem criar riqueza o caminho.

E assim para a frente. Muit interessante.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs