Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

Resumido,  nesta tabela está expresso  que talvez lá se tenha ido a minha teoria de que se devia pagar a lésbicas para adoptar e tirar da ideia qualquer cedência nesse campo a homossexuais do sexo masculino.

 

De qualquer das formas alguém conhece o contacto daquela Isabel histérica do PS, filha do Adriano Moreira? 

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De ocni a 09.12.2013 às 13:08

1- é cedo para reduzir a psicologia à neurologia. A neurologia ainda não está suficientemente desenvolvida para isso.
2 - Falta um dado importante. Quantas pessoas envolve essa estatistica... partindo do principio que está bem feita.
Imagem de perfil

De Olympus Mons a 09.12.2013 às 14:13

Viva, Essa é a questão. É que envolve muitas! Mesmo muitas. E vao desde os inicio dos anos 70 até aos anos 90.
O problema do paper é que não está assente sobre o grupos com as mesmas características, ou seja sobre relacionamentos estáveis de longa duração. ---Mas isso é um problema: É que nos grupos homossexuais é muito difícil encontrar relacionamentos de longa duração e esse é em si parte do problema.
Sem imagem de perfil

De DS a 09.12.2013 às 23:50

Portanto, não havendo uma população suficiente para estudo (mais um pré-conceito, já agora), vamos usar uma coisa parecida... vamos usar homens e mulheres que já admitiram ter tido relações com o mesmo sexo e compará-los com casais heterossexuais estáveis. What could go wrong?

"Today’s children of gay men and
lesbian women are more apt to be ‘‘planned’’ (that is, by using adoption, IVF, or surrogacy) than as little as 15–20 years
ago, when such children were more typically the products of heterosexual unions. The youngest NFSS respondents turned
18 in 2011, while the oldest did so in 1990."

"Ancillary analyses of the NFSS suggests
a likely ‘‘planned’’ lesbian origin of between 17% and 26% of such respondents, a range estimated from the share of such
respondents who claimed that (1) their biological parents were never married or lived together, and that (2) they never lived
with a parental opposite-sex partner or with their biological father. The share of respondents (whose fathers had a same-sex
relationship) that likely came from ‘‘planned’’ gay families in the NFSS is under 1%."

Ou seja, o estudo não faz mais que provar o que já nos diria o senso comum: as crianças têm melhores resultados quando são criadas por um pai e mãe num relacionamento estável vs criadas por um casal não funcional.

"While the NFSS may best capture what might be called an ‘‘earlier generation’’ of children of same-sex parents, and includes
among them many who witnessed a failed heterosexual union, the basic statistical comparisons between this group
and those of others, especially biologically-intact, mother/father families, suggests that notable differences on many outcomes
do in fact exist. This is inconsistent with claims of ‘‘no differences’’ generated by studies that have commonly employed
far more narrow samples than this one."

No shit, sherlock.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Links

Blogs