Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A hegemonia do “pretend not to see”!

por Olympus Mons, em 30.08.22

A maioria das pessoas que são representação da esquerda são idiotas.
Mas não todos. Muitos são brilhantes no "pretend not to see", a mentira da esquerda, a mentira da ACC.

 De toda a gente que eu ouvi ou vi a defender posições de esquerda talvez o mais eficaz seja Ezra Klein o fundador do VOX media e analista do New York Times. Ezra é eficaz porque tem muita experiência. Nada do que é contra-argumentado pelo seu adversário é novo ou imprevisto para ele. – Teve e tem muito tempo para processar as suas narrativas e criar oratória que contraponha.

Notei isso quando debateu, penso que duas vezes, Ben Shapiro. Ben está a pagar o preço de não ter tempo para se preparar para nada. Ele sempre disse que o seu sucesso era preparar-se muito bem para as pessoas que ia debater. Ben no meio de todo o seu sucesso empresarial já não se prepara para nada e começa a transparecer em todas as vezes que enfrenta alguém do campo oposto. Quer dizer, Ben Shapiro é Ben Shapiro mas já não esmaga como acontecia antes.

Mas não escrevo este post por esse debates entre Ezra e Ben, mas sim pela conversa entre Ezra Klein e Sam Harris. Uma conversa entre Ezra e Sam é uma embate épico. -  https://www.youtube.com/watch?v=Tsr7Rv8XnIk

Alguns de vocês deve-se lembrar que Sam Harris acabou há semanas de se meter em problemas quando no podast TRIGGERnometry do Konstantin Kisin e Francis Foster disse que tinha sido correto suprimir a notícia sobre Hunter Biden antes das eleições e não interessava se a informação sobre Hunter Biden era verdadeira ou não, mas o que interessava era correr com o Trump a todo o custo. Konstantin apanhou-o logo na curva ao referir que aquilo que ele acabara de dizer era que uma conspiração para remover um presidente eleito pelo povo era uma coisa legitima… Na mouche. Sam tentou limpar a barra mais tarde no Twitter mas toda a gente ficou a coçar a cabeça.

Mas sejamos claros. Sendo um esquerdoide, Sam é um neurocientista filósofo. E os filósofos para o mal e para o bem seguem muito as autoestradas do seu pensamento leve onde levar. - Por isso Sam é apanhado vezes sem contar a levar porrada da esquerda e da direita. Mas qualquer pessoa pode ir ao Youtube e ver estas coisas toda, mesmo a conversa entre Ezra e Sam.

Toda esta polémica e guerra movida pela elite esquerdista a Sam Harris surgiu após ele convidar para o seu programa o Charles Murray, o homem da Bell Curve e das diferenças de QI entre raças.  Após essa conversa entre Harris e Murray o inferno abateu-se sobre Sam Harris na elite esquerdoide que tantas vezes elogia Harris.

A parte saliente para mim neste debate entre eles é ter reparado em algo que me assusta que até em alguém como Ezra não se denota verdadeiramente desvio ou melhora! Que é: Na discussão inteira, Sam tenta afirmar que factos são factos, que não é o que os dados revelam, não é o que ciência diz, o que a empirical science diz, que qualquer consideração social é valida e que ele partilha com Ezra essa preocupação social mas que não muda o facto de os factos serem factos, os dados revelam o que revelam de forma agnóstica, e que não se deve conflate as duas coisas. Conflate, conflate, vezes sem conta ele repete contra o adversário e Ezra em momento nenhum sai do registo esquerdoide que muitas vezes aqui refiro ser apanágio e atributo da esquerda.  Que é :Os factos estão sujeitos ao contexto e jeito, a verdade é aquilo que convém à motivação. Vezes sem conta Ezra refere que “quem raio quer saber das diferenças de QI entre raças” e Sam repete vezes sem conta, que uma coisa é se interessa e para que, outra bem diferente é se ela existe e se os dados são inequívocos. Vezes sem conta.  Tudo com Ezra cai sob a égide das intenções, das consequências hipotéticas, das inferências e possíveis como ecos muitas vezes do passado.

Para Ezra, se não é conveniente para o tecido social então passa a não existir.  Para Sam não é porque não é conveniente para os conceitos de Social Justice que deixa de ser verdadeira a informação. Verdade é verdade. Aquilo que se faz com essa informação, que politics e policy, será outra conversa diferente e não é relevante para se decidir se essa informação é correta e verdadeira.

Fingir que as coisas não existem, fingir que se acredita em argumentos que nem uma criança de 10 anos papava, não é intelectualmente honesto! Que mundo se criará?
uma geração inteira, parva, a tentar esconder factos e verdades para se chegar a 2022 e por exemplo as GWAS (genome Wide Associated Studies) começam a sair em catadupa (escreverei sobre isto) e não há como esconder que existem diferenças enormes entre populações humanas. Tinha-se percebido mal como funcionam os genes, agora sabe-se. E dantes era simples esconder estas coisas, mas agora não é! – Ainda há 5 anos quando tentava perceber se conseguia mexer com BAM files de genética não dava porque se tinha que ter servidores dedicados e agora consegue pagar na AWS o poder informático com o mesmo custo que gastaria sei lá, na Sportv ao mês! - Não há volta a dar.

E isto tudo nasce do que eu falo tantas vezes neste site. São pathways neuronais e o raio de se viver entre a ACC e o DLPFC leva a que passem o dia resolver as dissonâncias cognitivas que existem na sua própria cabeça e o mundo real pouco interessa.  
Quer dizer, pouco interessa, exceto quando toca à vidinha deles. Ezra Klein é nascido Na Califórnia e vivia em Washington DC… vivia… Entretanto casou e quando esta engravidou e nasceu o filho já vive em Oklahoma um estado bastante conservador nos costumes e políticas e onde a diversity no modo de vida ainda não chegou.

Este é o problema. Esta gente destrói mundos e passa para a quinta ao lado com a maior das facilidades.. “here its not working out for me anymore”!

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Zé Manel Tonto a 31.08.2022 às 11:10

E quer uma aposta que, quando os preços da energia se tornarem demasiado elevados, a conta dos investimentos em energia verde, confinamentos covidicos, e sanções a Rússia, esses meninos ecológicos, de bandeirinha da Ucrania no handle do Twitter, vao a correr para um sitio onde se queime carvão para manter a electricidade barata, e as casas quentes?

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs