Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



All Quiet on the Western Front

por Olympus Mons, em 12.08.21

Curioso não é? que há 50 anos o primeiro enviroment Programme Director das nações unidas nos dizia que tínhamos 10 anos to “avoid a catastrophe” . Desde essa altura continuou a ser lotes de 10 anos… porque é a parte em que eles se veem nos cargos e querem Money Money, Money. Se pesquisarem encontrarão imensos exemplos iguais a estes feitos por esta gente.

Seja como foro, acabei de ler o SPM (summary for policymakers) e nada de novo.  O relatório limpa as mãos logo no inicio (não toma partido nos cenários) mas depois deixa entrar todo o tipo de lixo do RCP8.5.  Assim já não será accountable de nada.

Uma das coisas que as pessoas não se apercebem ao falar das alterações climáticas é que que é um assunto minado pela incerteza, por isso vem tudo na forma de confidence levels. Low, high very low, etc. Porque na verdade ninguém consegue prever os impactos só claro os jornalistas e políticos.

 Para ser justo com este relatório a verdade é que o IPCC reduziu em muito a probabilidade de eventos extremos de aumento de temperatura e focou-se mais no BAU possível que andará ali pelo RCP4.2. Isso afasta das preocupações eventos mais extremos. Por outro lado aumenta a incerteza e com isso deixa em aberto a necessidade de se atuar devido ao principio precaucionario que deve nortear por exemplo os políticos.
logo, para pessoas como eu tem uma leitura mais sóbria mas para quem quer paragonas, kayfabe e narrativas do fim do mundo também lá está. Dá sempre para albergar o burro ao jeito do dono.

Dentro das lógicas do “Detection and Attribution” deixa claro que muitas das coisas que dão diretos nas TV sobre os terríveis impactos das alterações globais na verdade não podem ser atribuídas a elas. No fundo os humanos continuam a fazer o que fizeram sempre com estes feiticeiros. Quando o feiticeiro diz que manitu vai fazer cair a montanha sobre eles, pelo sim pelo não da próxima vez que fizerem o teepee já vai ser longe da ribanceira, mas continuam a fazer a vida normal.

A temperatura irá aumentar até ao final do século 2 graus sobre os tempos da revolução industrial (se tanto!), acabará por haver mais precipitação (que como diz o report não implica mais cheias) aos quais os humanos se adaptarão com facilidade, haverá mais heatwaves que provocarão menos mortes que as coldwaves (que de acordo com o report) se estão a tornar menos frequentes (a ultima análise diz que nesse diferencial já se salvou 200 mil pessoas) e tendo em conta que o numero de mortes por razoes climáticas foi reduzido em 99% desde que há alterações climáticas não nos vamos matar por isso.

O problema é de liberdades e poder. Nada mais. Esse sim é o problema a ser endereçado relativo ao que estes senhores vão querer fazer nas próximas décadas. Impostos, mais impostos, mais impostos e cada vez mais gretas fanáticas tipo Brown shirts a atacar violentamente qualquer pessoa que não alinhe com a ideologia. Essa é a parte que me preocupa. O resto, no que concerne ao clima,  “All Quiet on the Western Front“ .

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.08.2021 às 08:40

É fácil provar a burla qualificada, pelos macacos da ONU, e dos asnos do MIT (Massachusetts, que deram andamento a isto tudo!! Sim, senhor!) e os autores desta vigarice, com o seu ódio irracional contra o ser humano: Club of Rome e um gajo fino, presidente do Club, Dr. Aurelio Peccei, ligado ao império da FIAT, salvo erro.

Fonte:
Meadows1972: The Limits to Growth: A Report for THE CLUB of ROME'S Project on the Predicament of Mankind;

A pergunta é: Imaginem um país que se tornou muito rirco, devido ao carvão barato, que não faz mal nenhum ao ambiente, nenhum. [E para os doidos do ambiente, existem filtros que fazem calar o resto. É só preciso vontade política. Seria.]

Esse país tem carvão para milhares de anos em frente. É a fonte de riqueza.

Será que um país desses vai seguir as tretas desses burros da pseudo-ciência, dos burlões?

E empobrecendo, tornando-se dependentes de países inimigos?

O mais tardar a verdade e os interesses terão que fazer quebrar esta casa feita sobre areia.

Jornaleco


A terra que os ladrões pretendem salvar, não sofre, nada quer saber, das massas podres no pensamento, decadentes e sobretudo perveras, malvadas.

Muitos não compreendem as dimensões todas deste problema, porque são cegos? Querem ser cegos.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.08.2021 às 08:55

Mas a melhor notícia malvada do dia, não sabem ainda.

Na Alemanha, vai haver em Setembro, eleições nacionais, da maior importância, mas que vão ser manipuladas, como sucedeu nos EUA, com Biden.

O resultado já estará decidido. Graças aos amigos de Estaline.

E a Merkel, que diz querer desistir da liderança do partido, já decidiu, que o partido dela, tem que seguir o futuro com os guerreiros burros e malvados do ambiente, os comunistas verdes.

Esses querem depois das eleições estabelecerem uma espécie de comité central do ambiente.

Isto significa o seguinte, na prática.

Todos os outros ministérios, com as suas decisões, podem no futuro ser vetadas por esse comité. A liberdade é nula, zero.

O comité quer que toda a política futura seja mudada, só para fazer bem à natureza, ao ambiente. E a nós, para nós, a pobreza.

Empresas a fazer lucros? Veto. Fazem mal ao ambiente.
A empresa terá que submeter-se primeiro a fazer bem ao ambiente.
Prejuízo por causa disso? Não interessa.

Isto quer dizer, que o encarecimento da vida, sem necessidade alguma, e a má gestão vão ser instaladas como regra.

Tudo vai ser submetido ao ídolo ambiente.

Jornaleco


E tudo é feito em nome da ciência. Sejamos justos. É assim. Da ciência ateia.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.08.2021 às 21:21

Caro Olympus Mons, já sabe da última: Aubrey de Grey, o papa do anti aging, acaba de ser cancelado com acusações de assédio sexual. E esta hein?? Parece que as elites não querem que o reles povinho viva mais e com melhor qualidade de vida...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.08.2021 às 22:09

1. Quais acusações de assédio sexual? Ou elas são verdadeiras ou não. Ponto final.

Se elas forem mentiras, inventadas, o que eu suponho, as acusações não contam.


2. A esquerda adora assédio sexual.


3. A calúnia é a arma mais antiga e barata.


Jornaleco

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs