Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Assim já não tem problema...

por Olympus Mons, em 29.07.22

Capture.PNG expat.PNG

E ao final do dia até podiam fazer isto tudo com mestria, arte e engenho. Ou, alternativamente, usando  a perfeita arte de ilusão que é a politica… Mas não.  - É uma manifestação de poder!
E como manifestação de poder que é ,  como a esquerda tanto gosta, é feito na sua cara e à descarada para ver se te atreves a discordar. 

Este artigo do muito liberal LA times é disso mesmo representativo. Tudo nesta história é Liberal! No sentido de extrema esquerda americana, desde as pessoas, os jornalistas, o jornal, o estado referido.

Já sabem com certeza que todos aqueles muito esquerdoides liberals da califórnia estão de armas e bagagens para o Texas, fazendo com que uma cidade como Austin tenha passado de 700K para 1.4 milhões de habitantes num ápice. A última parece que foi aquela atriz a Emma Stone que se junta a tantos outros que nos últimos anos a precederam. – E reparem, não mudam de ideologia. Austin passou de Red a blue num ápice e ali o partido democrata vai ser sempre rei e senhor durante os próximos tempos. Esta gente é assim. Estraga, dejeta no sítio onde vive e quando começa a cheirar mal não limpa mas sim agarra na sua tralha e vai estragar outro sitio qualquer. - Sempre foi assim.

Mas o que talvez você não soubesse é que existe uma grande migração deste pessoal de São Francisco, de Silicon valley e Los Angeles e outras áreas de Califórnia para a cidade do México.
E, dai este post, leia o modo como o muito liberal LA times descreve a situação. Imagine você que um jornal descrevia os imigrantes mexicanos para os EUA desta forma. E não estou a falar dos pés rapados. Estou a falar de imigrantes mexicanos com dinheiro e capacidade económica de fazer diferença.

Note as palavras que se usa.
Gente que não fala  a língua…”, “somos os únicos mais escuros neste café…”, …”Inundação de gente”, “cheiro de novo colonialismo…”, “estragam os bairros icónicos da cidade do México...” - Imagine você que alguém fazia um espelho de palavras e revertia esta descrição. Era o fim da picada.

E fica o reparo. O número de digital nómadas (leia-se gente de extrema esquerda que ganham bom dinheiro e vão viver para cidades europeias ao invés de paises mais diverse deles como a nigéria) que vem para Portugal está a aumentar exponencialmente … “O número de americanos que vivem em Lisboa triplicou desde 2010. Agora os americanos são o maior grupo de estrangeiros a comprar casas na Área ...

Estes merdas, são os mesmos que adoram a diversity mas que à primeiro oportunidade vem viver para lisboa.  -  Estive  a treinar num ginásio junto á Avenida da Republica e vi como esta gente gosta de diversity. Nem os personal trainers eram diversity
Lá dentro eu era dos únicos portugueses.
Fale com eles, como já me ocorreu no passado, e vêm de sítios muito liberal e votam liberal e continuam com a mesma conversa de esquerda. A pessoa tem que morder a língua para não lhes perguntar porque raio vieram viver para representações icónicas do Europeismo e não para sítios onde as pessoas são muito diferentes de si.

E quem quiser que leia o artigo todo no LA times. - 

https://therationalpessimist.files.wordpress.com/2013/02/kaya-identity-jpg.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


13 comentários

Sem imagem de perfil

De mcmp a 29.07.2022 às 17:29

Mas os intelectuais de direita não falam desta hipocrisia, ou seja, estamos f*didos! Isto só lá vai com uma guerra civil.
Imagem de perfil

De Olympus Mons a 29.07.2022 às 18:59

Sinceramente não sei como resolver isto. Não gosto do conceito de guerra civil porque é sempre uma solução net zero para toda a gente.

Temos que conseguir arranjar uma solução que nos permita viver em redes em que somos assim e os outros vivam em redes que são assado. E nunca, nunca, permitir que eles saltem para o "somos assim". Mas também não sei como o fazer.
Sem imagem de perfil

De mcmp a 30.07.2022 às 16:32

Na América já se fala na secessão entre estados democratas e estados republicanos. Talvez assim...
Sem imagem de perfil

De Zé Manel Tonto a 30.07.2022 às 18:02

Nem assim, pois um dos estados mais fortemente democratas, California, é também o estado onde mais gente votou em Trump (em número de votos, não em percentagem), e estão fortement concentrados na zona do estado que produz toda a comida, por isso duvido que, por mais que a extrema esquerda das cidades costeiras os odeie, os deixem separar-se do estado.

Essa solução pode, apesar de tudo, ser exequível na América, onde há espaço para dois países, e onde a direita tem número de pessoas, armamento, e elementos nas forças de segurança que farão pessoas de esquerda com dois dedos de testa pensar que poderá não ser assim tão fácil ganhar uma guerra.

Na Europa? A direita é pouco numerosa. Não existe direito a ter armas, o que equilibraria as coisas (a esquerda tem aversão a armas, pelo que a maioria das armas legais costumam pertencer a pessoas de direita). As forças de segurança são tão ou mais esquerdistas que o cidadão comum (escreva qualquer coisa "anti-trans" no twitter, com IP Britânico, e arrisca-se a ter a policia Britânica a bater-lhe à porta).

Não haverá guerras civis na Europa. Será uma situação como os brancos na África do Sul. Os que têm qualifiacções, ou dinheiro para emigrar, saem. Os que não têm guetizam-se à espera que a maioria que os quer massacrar, e não tem problema de o admitir, venha com os machetes.
Sem imagem de perfil

De mcmp a 31.07.2022 às 03:46

A direita está a subir na Europa, inclusive aqui. O problema é que a canalha é quase toda woke, portanto daqui a 1, 2 décadas a Europa vai com os porcos...
Sem imagem de perfil

De Zé Manel Tonto a 31.07.2022 às 10:22

Não é a direita que está a subir na Europa. É aquilo que a jornaleirada de extrema esquerda chama direita.

O partido conservador Britênico no Governo aumentou as contribuições de segurança social em Abril para aumentar gastos com serviço nacional de saúde. Isso é direita?

O partido da Merkel era supostamente centro direita, e ninguém fez mais pela invasão da Europa por ilegais do que ela.

Mesmo em Portugal, fale-se com o militante tipico do Chega sobre aumentar pensões, e verá que a maioria assina por baixo.

Eu ainda me lembro de responsáveis nacionais do PSD em 2016 dizerem que o seu candidato preferido para as eleições Americanas era Bernie Snaders.

Antes de se dizer que A, ou B são de direita há que fazer 3 perguntas:

-são a favor de serviço nacional de saude pago com os impostos, e gratuito para o utilizador?

-são a favor de ensino público grátis a todos os níveis (inclusive doutoramentos em estudos feministas, e outras inutilidades)?

-são a favor de segurança social, e sistemas de pensões públicos?

Se forem a favor de um dos três, é de desconfiar. Se forem a favor de dois são oposição controlada. Se forem a favor dos três são socialistas, e ainda não se aperceberam.

Eu não sei de nenhum partido na Europa que não seja a favor dos 3, ou que não conviva bem com os 3 por receios eleitorais (falo de partidos tipo IL).
O melhor que se consegue é partidos tipo Chega, ou o partido de Orban, que são a favor dos 3 para os cidadãos nacionais, com limitações para os imigrantes legais, e nada para os ilegais.
Sem imagem de perfil

De mcmp a 31.07.2022 às 13:47

Agora não percebi. Você não é a favor de nenhuma dessas coisas? É a favor de quê, quem tem dinheiro trata-se, estuda e sobrevive na velhice, enquanto os outros morrem, ficam analfabetos e suicidam-se quando não puderem trabalhar?
Sem imagem de perfil

De Zé Manel Tonto a 31.07.2022 às 18:32

"Você não é a favor de nenhuma dessas coisas?"

Não.

E politicos de "direita" que são a favor delas são de esquerda, mas ainda ninguém lhes disse.
Sem imagem de perfil

De Zé Manel Tonto a 30.07.2022 às 18:05

Não vale a pena expor a hipocrisia porque, como o Olympus escreve vezes sem conta neste blog, as pessoas de esquerda e direita pensam diferente, e reagem diferente.

basta olhar para os politicos democratas americanos que exigiam mais confiamnetos, e mais máscaras, e se insurgiam contra estados que deixavam de exigir essas coisas, para depois serem apanhados a passar férias na Florida.
Sem imagem de perfil

De João Brandão a 31.07.2022 às 15:15

A Europa não tem recursos naturais. Não tem fontes energia primária suficientes para prover às suas necessidades. No que respeita à produção agrícola é um anão e agora até descobriram que os agricultores europeus devem reduzir a dimensão das suas unidades económicas
Não produz serviços de valor relevante, em quantidade massiva ou que possam competir com outros, nomeadamente nas áreas de tecnologia de informação ou electrónica. Relativamente à ‘pequena’ Coreia do Sul, por exemplo, está a anos-luz de distância, por outro lado, e ainda nas tecnologias de informação, nunca foi desenvolvido nesta ‘europita’ qualquer sistema operativo de difusão mínima.
Não tem política diplomática comum digna desse nome e quanto a política de defesa, os desgarrados exércitos dos países europeus, salvo irrisórias excepções, nem para desfiles em parada servem. Acresce que, por indícios recolhidos em inquéritos de opinião, pode suspeitar-se que a maioria dos seus cidadãos, mais ou menos jovens, não está disposta a disponibilizar-se para defender os próprios países.
Perante isto, o problema dos europeus, melhor, o problema daqueles incompetentes paus-mandados que constituem a comissão europeia-eleita por ninguém - é o V. Orban . O sujeito parece ser uma espécie de modo de vida da aristocrata falida que o dito continente europeu configura.
O Putin, com a agressão à Ucraina veio ‘desassolapar’ e pôr a nú a podridão e esterilidade desta Europa ‘apanascada’ onde boa parte dos seus dirigentes nem filhos têm. Isto é, nem o básico cumpriram.
Sem imagem de perfil

De mcmp a 31.07.2022 às 16:44

Nada a opor, exceto o último parágrafo. Só quem for completamente idiota, irresponsável e sádico é que traz mais seres humanos para este buraco infernal.
Sem imagem de perfil

De Zé Manel Tonto a 31.07.2022 às 18:43

"nas tecnologias de informação, nunca foi desenvolvido nesta ‘europita’ qualquer sistema operativo de difusão mínima."

Isso é natural. A legislação laboral é o que é. Os impostos são o que são. A regulação a mesma coisa. Na América querem uma nova Google, na Europa querem que alguém faça uma nova Google para lhe sacarem centenas de milhões em multas.

Certamente que muitos Europeus têm o conhecimento, e capacidade de trabalho para fazerem uma nova Google, mas para terem o ambiente para tal têm que ir para a América.

"a maioria dos seus cidadãos, mais ou menos jovens, não está disposta a disponibilizar-se para defender os próprios países"

Obviamente. Quem quer defender uma sociedade que os odeia?

Passo a vida a ouvir que a minha simples existência oprime as mulheres, a máfia do alfabeto LGBTQ (e em breve também P), as minorias étnicas, etc...

Porque raio vou defender uma sociedade que me considera o inimigo?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.08.2022 às 22:29

@ Zé Manel Tonto

A Merkel foi citada dizer uns anos atrás, que o multiculturalismo não funciona, funcionava. Assim correu a notícia pelos jornais alemães.
Já passaram uns (bons) anos.

Depois ela virou 180 graús e fez o contrário do que "queria".

A Merkel pouco a pouco foi esvaziando o PSD alemão (a CDU) e encheu o "vazio" com "valores" da esquerda fascista. Com o maior esterco humano, com ideias tontas, etc.

Foi a Merkel, em nome dela, que abriu as portas à organização criminosa dos (comunistas) verdes.

Dizem que ela tem um doutoramento (em física teorética), mas ninguém competente acredita.

É que a STASI (PIDE esquerdista) dava tudo isso aos seus colobaradores. É tudo inventado, para vender o peixe podre como são.

Olhando para os actos dessa porca malvada, fica a maior destruição de riqueza, desde a segunda guerra mundial, em relação à Alemanha.

A Merkel actuava como uma fascista.

O pai dela, um padre protestante, dizem, foi de livre vontade para a Alemanha Comunista (DDR), levando a família consigo. Ser padre era só um vestido, para enganar o pessoal.

Os actos não enganam. Merkel é uma grande criminosa.

Ela deixou o poder oficial, mas os "amigos" porcos dela, deram-lhe muito dinheiro do contribuinte, para ela continuar a "governar" e a influenciar por detrás a política. Ela gasta por mês, mais de 50.000 EUR ou algo assim. Regalias ilegais.

A Merkel empodreceu esta Alemanha, com políticas de esquerda.

A corrupção é máxima, na Alemanha de hoje, graças a essa puta.

A Alemanha tinha um dos sistemas de energia mais baratos e seguros deste mundo, para demonstrar um bom exemplo.

Agora, o sistema alemão é dos mais caros do mundo e dos mais inseguros.

A Alemanha de hoje é governada pelos maiores burros, que se podem imaginar. Os piores alunos, esses que não gostam do professor e que nada queriam aprender, estão no poder e não sabem o que fazem, na melhor das interpretações.

Et cetera

Jornaleco


Andam a preparar uma lei, na Alemanha, que permite a qualquer cidadão, mudar uma vez por ano, o sexo e o nome. E se alguém não o respeitar, será castigado severamente.

Eu repito: todos os anos é possível mudar a sua identidade e o seu sexo.

Mas os porcos lá têm muito mais ideias nefastas, comos estragar e terrorizar o cidadão alemão.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs