Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Autoreferenciais

por Olympus Mons, em 15.06.22

Capture liberal free.PNG

Nada disto surpreende, mas a resposta do estudo é Sim, em retundo sim!.
As pessoas de direita são muito menos suscetíveis de aceitar ajuda. Ou melhor, “A natural field experiment shows that when the supplemental nutritional program (SNAP) had a work requirement” e só assim estes, os conservadores de direita, aceitam estas ajudas do estado. Ou seja só programas em que tem que pagar essa ajuda com trabalho.

Reparem, o estudo não se cuibe de mostrar que os Liberals, os esquedalhoides…” To this extent, they are more attracted to a program if it does not have a work requirement than if it does.” Sim. Assim cru!

E reparem o estudo era para perceber se apesar das pessoas de direita serem contra a abundância destes programas de assistências económica se ao final do dia o seriam quando aplicado a eles. -  E claro, para surpresa dos investigadores, estas pessoas não aceitam esses programas de dinheiro “à borla” e viver do wellfare state  mesmo quando é para seu beneficio. -  Pois, não são esquerdalhoides que dizem uma coisa e depois fazem outra. Essa é das diferenças fundamentais entre alguém de esquerda e direita, como aqui tenho demonstrado repetidas vezes.

Mais giro, a sugestão destes investigadores será que o estado faça mensagens de marketing melhores para enganar os conservadores de direita a aceitar estas ajudas do estado.

Pronto. É esta gente que manda no mundo. Por isso, não se queixem.

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Imagem de perfil

De Zé Onofre a 15.06.2022 às 16:27

Boa tarde

Eu, se fosse um dos dez multimilionários cujo rendimento anual é igual a 3.100.000 dos mais pobres do mundo, para que diabos precisaria da ajuda do Estado, se o Estado seria EU?
Zé Onofre
Imagem de perfil

De Olympus Mons a 15.06.2022 às 18:14

Zé, você percebe que o estudo foi feito com as pessoas mais pobres dos EUA. Que você mencione multimilionários não consigo mesmo enquadrar o seu processo cognitivo.
Sem imagem de perfil

De Zé Manel Tonto a 15.06.2022 às 19:41

Não, ele não percebe. Se percebesse não fazia aquela figura.
Imagem de perfil

De Zé Onofre a 15.06.2022 às 19:39

Boa tarde
Talvez se ler o que diz o relatório da OXFAM talvez entenda o meu pensamento
«Lucrar com a dor

A or­ga­ni­zação in­ter­na­ci­onal Oxfam pu­blicou há dias um re­la­tório in­ti­tu­lado Lu­crando com a Dor, que ana­lisa o au­mento das de­si­gual­dades du­rante o pe­ríodo mais agudo da pan­demia de COVID-19.

Diz-nos o re­la­tório que, desde 2020, a cada 30 horas surgiu no mundo um novo mul­ti­mi­li­o­nário, num total de 573 os que, nesse pe­ríodo, al­can­çaram esse es­ta­tuto: são agora 2668, dos quais apenas 10 pos­suem mais ri­queza do que os 40 por cento mais po­bres do mundo – ou seja, 3,1 mil mi­lhões de seres hu­manos. Não foi só o nú­mero de mul­ti­mi­li­o­ná­rios a au­mentar, mas também as suas for­tunas, que cres­ceram mais nos úl­timos 24 meses do que em todos os 23 anos an­te­ri­ores. En­tre­tanto, o es­tudo da Oxfam es­tima que, só em 2022, mais 263 mi­lhões de pes­soas passem à si­tu­ação de po­breza ex­trema, sen­si­vel­mente cerca de um mi­lhão a cada 33 horas.

Es­pe­ci­al­mente be­ne­fi­ci­ados têm sido os mo­no­pó­lios dos sec­tores ener­gé­tico, ali­mentar e far­ma­cêu­tico. As for­tunas dos mul­ti­mi­li­o­ná­rios li­gados à ali­men­tação e à energia au­men­taram 453 mil mi­lhões de dó­lares nos úl­timos dois anos, o que equi­vale a mil mi­lhões a cada dois dias. Cinco das mai­ores em­presas do sector ener­gé­tico (BP, Shell, Total Ener­gies, Exxon e Che­vron) lu­cram qual­quer coisa como 2600 dó­lares por se­gundo e dos novos mul­ti­mi­li­o­ná­rios 62 provêm do sector ali­mentar: só a fa­mília Car­gill, que com ou­tras três em­presas con­trola 70 por cento do mer­cado agrí­cola mun­dial e re­gistou em 2021 o maior lucro da sua his­tória, passou a ter 12 mul­ti­mi­li­o­ná­rios, mais quatro do que tinha em 2020. Ao mesmo tempo, são cada vez mais os que saltam re­fei­ções, não con­se­guem aquecer as casas e fa­lham o pa­ga­mento das suas contas. Na África Ori­ental, uma pessoa morre de fome a cada mi­nuto que passa.

O re­la­tório re­vela ainda como a pan­demia criou 40 novos mul­ti­mi­li­o­ná­rios no sector far­ma­cêu­tico e como a Mo­derna e a Pfizer lu­cram mil dó­lares por se­gundo apenas de­vido ao con­trolo mo­no­po­lista das va­cinas contra a COVID-19, pese em­bora o seu de­sen­vol­vi­mento ter sido su­por­tado por avul­tados fundos pú­blicos. O que é co­brado aos Es­tados pela aqui­sição destas va­cinas, cal­cula ainda a Oxfam, é 24 vezes su­pe­rior ao custo po­ten­cial da sua pro­dução. En­quanto isso, nos países de mais baixo ren­di­mento, as taxas de va­ci­nação são ainda re­du­zi­dís­simas e muitas as vidas que se per­deram e perdem.
De­nun­ci­ando a im­pu­ni­dade com que os super-ricos (como lhes chama) se apo­deram de em­presas e re­cursos, es­magam sa­lá­rios e di­reitos e be­ne­fi­ciam de re­gimes fis­cais feitos à sua me­dida, a Oxfam propõe uma maior – e efec­tiva – ta­xação das grandes for­tunas.

Zé Onofre
Sem imagem de perfil

De Zé Manel Tonto a 15.06.2022 às 19:49

Tudo o que a Oxfam diz é para fazer exactamente o contrário.
Redistribuição de riqueza, e outras palermices que tais, são apenas a racionalização da inveja.

A minha riqueza compara com a da pessoa mais rica de hoje é uma percentagem muito menor que a riqueza dos meus avós, com a minha idade, quando comparados com a pessoa mais rica da altura.

Quem vive melhor, eu, ou os meus avós? Pois...
Sem imagem de perfil

De Zé Manel Tonto a 15.06.2022 às 19:53

"dos quais apenas 10 pos­suem mais ri­queza do que os 40 por cento mais po­bres do mundo – ou seja, 3,1 mil mi­lhões de seres hu­manos."

Um desses 10, Bill Gates, através dos programas de vacinação em África, é responsável por uma grande fatia desses 3,1 mil milhões estarem vivos.

Que tal os imbecis da Oxfam estarem agradecidos? Ele proporcinou-lhes muitos pobres com que fazerem videos de meter pena, para ver se os parvos dos Ocidentais fazem umas doações à Oxfam, para pagar bons salários aos inuteis que lá trabalham.
Imagem de perfil

De Olympus Mons a 15.06.2022 às 20:46

Zé… mas que tem isso a ver com o facto de PESSOAS POBRES E NECESSITADAS COM CÉREBRO DE DIREITA não só não gostarem do conceito de wellfare como não aderem a esses programas sem que isso implique trabalho do seu lado? por muito necessitados que estejam. Que tem a ver o postular moral que esta gente tem versus a ausência de moralidade das pessoas de esquerda que tem mesmo espírito de free-riders e querem tanta mais ajuda wellfare quanto menos implicar esforço da parte deles … com a sua conversa de bilionários?

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs