Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



blá Blá da Greta

por Olympus Mons, em 29.09.21

Capture blah greta.PNG

Os políticos são pessoas que por norma, de uma forma bizarra, admiro. Muito frequentemente são tão inteligentes que deixam que idiotas que acham que são inteligentes os considerem estúpidos.
Ora, Inteligentes… mas não tanto assim.  Seja nisto das alterações climáticas, seja no mundo woke da deseducação do mundo, estão a semear as tempestades que irão colher num futuro bem mais próximo do que aquilo que julgam ou desejariam.

Sim, blá blá. E nisso ela tem toda a razão. Esse é um dos problemas que quando falo com as pessoas sobre este tema elas tem dificuldade em perceber. De acordo com o que os políticos, opinion makers, etc nos transmitem, e que fingem acreditar, a Greta tem toda da razão. Os objetivos a que as nações se propõem atingir são pouco mais do que inúteis se tivermos em conta aquilo em que acreditam ou dizem acreditar.

Numa forma muito lógica: Se acreditam que o ECS pela duplicação de CO2 é algo a rondar os 3.5C ou até 4C então toda a tanga dos objetivos de redução de emissões de CO2 são pouco mais que fazer nada.  -  É que a Greta acredita que é 5C ou 6C. Quer dizer acreditaria se soubesse fazer contas ou percebesse a providencial ponta do corno sobre alterações climáticas.

Os políticos até estão a fazer isto tudo muito bem feito. Ou seja, descarbonizar as economias não tem nada de mal. Quer dizer, atividade económica é atividade económica e, contentes a sugar mais dinheiro aos contribuintes, lá seguem felizes e contentes.  Ao ritmo expectável iremos terminar o século com algo muito próximo das 580ppm o que dará um aumento de temperatura desde a revolução industrial de 2C. As pessoas tem que se lembrar que o planeta já tinha aumentado 0.8C e toda a gente achava que o planeta (anos 70) estava a arrefecer e que viria aí nova idade do gelo, por isso, e cada vez mais, as pessoas nem vão verdadeiramente sentir os efeitos desse aumento de temperatura. Lembrar também que o número de mortes por eventos climáticos nos últimos 100 anos reduziu em 99%. Parece mentira, mas é mesmo assim.

Mas, dizia eu, o problema para futuro é o fanatismo da geração Greta. Aconselho a verem o vídeo dela nesta conversa do Blá,blá. A raiva a fúria surda no tom dela é de meter medo. E os políticos é bom que percebam que chegará o dia em o seu pragmatismo vai bater na parede deste fanatismo.

Ela grita "what we want? - action!!! ...When we wanted it - NOW!!". Pergunto-me se alguém alguma vez lhe disse que verdadeiramente a única action que daria o resultado que ela procura, basendo-nos na ciência em que ela acredita, seria matar 3 ou 4 mil milhões de pessoas.  Tudo o resto seria perda de tempo. 
a Pateta fala de action, action, mas já alguém alguma vez a ouviu falar em soluções?

Tenham medo, muito medo. Esta geração fanática, como todas as outras no passado, não só é fanática como é em grande medida burra. Sim, neste processo de deseducação a que assistimos o fim é a burrice global.
Estes patetas Gretantes nem pensar sabem.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Isaurinda baltazar a 29.09.2021 às 21:06

É verdade
Sem imagem de perfil

De oavlag a 01.10.2021 às 20:50

Nos países que são democracias, não haverá transição climática, porque ela significa tirar aos cidadãos os maiores benefícios da civilização: o automóvel privado, a climatização de veículos e edifícios, e muitos outros.

Há medidas muito simples que conduzem à diminuição dos gases de efeito de estufa. Simples, baratos e fáceis de implementar, que não têm sido tomadas por beliscarem ao de leve os direitos adquiridos dos cidadãos eleitores que deles beneficiam:

. Obrigar a que as coberturas dos edifícios sejam placas solares de captação de calor e eletricidade.
. Obrigar os automóveis a ficarem na periferia das cidades. Daí para o centro, haver transportes coletivos grátis, de preferência elétricos.
. Fazer uma rede de água não potável alimentada pelos efluentes das habitações dos lavatórios e chuveiros dos WC. Água para rega de jardins, lavagem de carros, etc.
. Passagem para o dobro do imposto sobre combustíveis sólidos, para financiar a energia limpa e para facilitar a transição para veículos elétricos.
. Limitação da temperatura ambiente; não mais de 17 graus centígrados no inverno, não menos de 24 graus centígrados no verão.

Quando estas medidas começarem a ser implementadas e que ao mesmo tempo as pessoas não votem em massa no Chega, começo a acreditar que pode haver mudança climática... antes disso não acredito.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs