Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Darwinismos...

por Olympus Mons, em 24.07.22

Tenho estado para escrever sobre estes assuntos com mais assiduidade.
Aliás, confesso que ainda estou a recuperar do facto de um deputado do CHEGA ter dito que os portugueses são caucasianos e nos instantes seguintes, não é ter caído o carmo e a trindade, é saltam para derivadas completamente estapafúrdias à luz do conhecimento e ciência, com fact-checks e intervenções até de geneticistas, dizendo coisas que envergonham um pescador quanto mais pessoas que deviam saber melhor.

O problema aqui é o estado de total insanidade a que se chegou em que é permitido reverter toda e qualquer resultado da realidade observada em favor de qualquer coisa, por mais estapafúrdia que seja, que sirva aquela agenda.
Mas agenda de quê, e mais importante agenda para ser servida a quem?

Tenho estado para escrever sobre o modo como por exemplo a Wikipédia tem estado a sanitizar, a eliminar sem vergonha e todo o descaramento à maneira mais estalinista todas as referências à psicometria. Reparem nada no mundo dos dados é tão sólido quanto a ciência resultante dos testes psicométricos, por região, por pais, por raça (e aqui surge o problema). Os dados são tao sólidos quanto afirmar que a terra anda á volta do sol. Mas muitas das referências estão a desaparecer “da net”.
Ou, por outro lado, referencias a dysgenics ou a “dysgenic effects” ou a flynn effects, ou seja o que for.

Dysgenics é problemático porque -  “tending to promote survival of or reproduction by less well-adapted individuals (such as the weak or diseased) especially at the expense of well-adapted individuals (such as the strong or healthy) the dysgenic effect of war. 2 : biologically defective or deficient.”

Contudo e mesmo assim vão saindo estudos com assiduidade, mesmo que depois os algoritmos do FCE atuem, especialmente quando metem a meio coisas como “igualdade”…

Este paper é de há dias. 
Human capital mediates natural selection in contemporary humans" is published in the journal Behavior Genetics on July 6, 2022.

Aliás, estudo com a chancela UEA's School of Economics, até porque East Anglia é intocável porque é das mecas do Esquerdalhismo.

natural-selection-may.jpgO que esta imagem nos diz é simples. Que estamos a selecionar a espécie, ou pelo menos o ocidente, para polygenics traits como ADHD, consumos, depressões, Cannabis e doenças coronárias e a perder coisas como conscienciouness, capacidade cognitiva e sucesso académico.

Este é o mundo que estamos a construir. Especialmente nos sítios onde estes estudos são realizados que é no ocidente e para ser mais preciso ou nos EUA ou no Reino Unido.

A velocidade com que todas estas áreas científicas estão a ser atacadas é impressionante. A última, sobre a qual escreverei, é a genética comportamental. Coisas interessantes, com ciência muito robusta, que nos dá perspetivas sobre o comportamento humano que em toda a sua operacionalidade nos ajudaria a navegar um mundo melhor, mais elucidado e clarividente… Mas por outro lado, olhem lá para a imagem… Nesse mundo acima, quem quer mesmo estas coisas?

 

Mas leiam aqui.  https://phys.org/news/2022-07-natural-society-unequal.html

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.07.2022 às 01:13


O Darwinismo é uma mera interpretação (política) não-científica.
Ninguém o consegue provar.
As premissas baseadas no tal/"seu" Darwinismo são impossível provar.

E porque escolhe um deputado do CHEGA?
Os outros membros dos outros partidos não dizem insanidades? Dizem!

A Wikipedia é a enciclopédia das mentiras, um projecto falhado (um dos fundadores já o reconhecu publicamente!), controlado pelos esterco anti-ciência da esquerda fascista e trans-humanista.

A "ciência" em Portugal é ideologia, um ataque contra o livre pensamento.
Comparada com o nível alemão, uns anos atrás, ridícula.

As vossas bibliotecas são insuficientes, de terceiro mundo.

Provas?
O ateísmo não consegue ser provado, é também ridículo.

Este país está à beira da bancarrota, mais uma vez.
E não é por causa do partido "jovem" CHEGA.
Claro que o partido CHEGA não é perfeito, precisa de mais pessoal maduro e competente.
Mas isso é outro tema.

Jornaleco

Não existe liberdade de expressão em Portugal. Os macacos controlam quase tudo.

Você pouco ou nada provou.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.07.2022 às 01:26

Uma coisa é querer fazer "carreira", repetir as insanidades do estabelecimento esquerdista, que ataca todos aqueles que discordam.

Desviar-se do confronto.

Mas por favor, não venha com essa história mentirosa do Darwinismo, que nada tem de ver com ciência honesta.

Os argumentos científicos estão em cima da mesa, basta ler os mesmos.

A lista dos cientistas competentes, que discordam dessa religião da esquerda estúpida e porca, é enorme. Só que os calaram (ver perseguição).

Fazem o mesmo com os médicos competentes, que falam CONTRA a injecção genética EXPERIMENTAL. Tentam ARRUINAR todos esses, que têm a coragem, de levantar a voz, contra esse crime. Mandam a polícia às seis ou cinco da manhã, pesquisam tudo, à procura dum cisco, na vida desses homens CORAJOSOS.

Vivemos num tempo da falta de lei.

Outra vez, se quiser perceber melhor, o que se está a passar agora, leia o artigo "New Age", na enciclopédia MENTIROSA Wikipedia, que ainda dizia a verdade, uns "dias" atrás.

A ciência, caro Olympus, não é só a sua área!
Não!

A ciência abrange TODAS AS FACULDADES. TODAS!

Jornaleco


Agora conotar ciência (competente) e o termo Darwinismo é pura VIGARICE.

A ciência vive da discórdia, da troca de argumentos lógicos.

Eu repito: com os seus cinco sensos e o experimento (repetitivo, ver o movimento da Iluminação!!) NINGUÉM consegue provar a veaicidade da religião, ideologia Darwinista.

Impossível.

E os argumentos contra, que desmentem essa porcaria, prevalecem, continuam a convencer, a quem não ter medo de confrontos.

Mas os tais adeptos dos macacos CENSURAM todos aqueles, que têm coragem de discordar. V. Exa devia saber isto. Faz parte da ciência.
Sem imagem de perfil

De Jornaleco a 26.07.2022 às 01:46

Uma mera escolha, de muito, muitos nomes.

Alessandro Volta [1745-1827] não era um cientista competente?

Max Thürkauf [1925-1993], que fez uma aprendizagem como químico, numa fábrica, depois estudou, na universidade, com sucesso QUÍMICA, que deu aulas na universidade, que depois foi director da faculdade (ver Universidade de Basileia, Suiça), não era, foi um cientista competente?

Richard Feynman foi um zero como cientista?

Karl R. Popper não foi nenhum cientista competente? Aquele que criou os alicerces de TODA a ciência, de pensar CORRECTAMENTE e PROVAR ciência, nada sabe? Aquele, que fundou de maneira profissional a FACULDADE MAIS IMPORTANTE DE TODA CIÊNCIA COMPETENTE de novo: teoria do conhecimento, também apelida como epistemologia, não foi um cientista?

Jornaleco


Um facto assegurado é, que 90 (noventa) por cento daqueles que visitam uma universidade, não sabem um corno sobre como pensar correcatemente ou de modo científico. E isto, dos EUA até Berlim.

Falar de ciência e perceber os limites da mesma, são duas coisas bem distintas.


Popper DEMONSTROU que o método da "falsificação" já era conhecida pelos antecessores de Sócrates. Um facto pouco sabido em Portugal e na Alemanha. Uma vergonha total.

Estas coisas já não ensinadas nas universidades, caro Olympus.

A esquerda estraga TUDO.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Blogs