Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



DemiSexual

por Olympus Mons, em 08.07.21

Capture Michaela Cuomo.PNG

Só escrevo sobre esta pateta, porque os patetas são sempre bastante ilustrativos e na verdade, para sermos corretos, são bem mais representativos do mundo do que aquilo que gostamos de lhes dar crédito. Na verdade, nasce um a cada segundo por isso não admira.

Mas, dizia eu, escrevo sobre Michaela Kennedy Cuomo filha do Governador do estado de Nova Iorque porque como tenho escrito é precisamente esta casta, esta elite de privilégio e escolas de 50 mil euros de propinas ano que está a liderar a insanidade da identidade, ou promoção de muitas identidades, nos EUA.

 

Eu já aqui escrevi (sim, sim, convém ir repetindo) que o número de homossexuais no planeta é incrivelmente pequeno (1%-2%) especialmente quando comparado com o número de pessoas que numa primeira fase da vida sentem alguma indefinição (~3%) mas que ao longo do tempo se definem como heterossexuais. Mas como vamos descobrir, para a forma de loucura mansa que esta menina representa, e atenção que ela própria o diz na entrevista que no círculo liberal onde ela se move não é bem visto definir-se como heterossexual, ela vai evoluindo ao longo do tempo, tal como reportado nos diversos estudos longitudinais sobre homossexualidade que sao multivariable e seguem as pessoas por décadas.

Nas palavras dela…
When I was in elementary school, I feared that I was lesbian," she told Tramuto. "When I was in middle school, I came out to my family and close friends as bisexual. When I was in high school, I discovered pansexuality and thought, 'That's the flag for me.'"

Ora, agora ela aos 23 anos assume-se mesmo, mesmo é como demisexual! Sim isso é o que ela é.
E o que é isso? -  Um demisexual é alguém que só deseja sexualmente outra pessoa quando tem uma relação emocional ou intelectual com essa pessoa. Ou seja, leia-se… UMA MULHER! - Sim, esta menina aos 23 anos descobre que aquilo que define é algo que estudo atrás de estudo atribui como uma característica das MULHERES que é desejo e satisfação sexual indexado a valor afetivo com o objeto da sua sexualidade.

No shit! Esta menina, aos 23 anos, descobre que é mulher. Ao que isto chegou.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Links

Blogs