Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



E ao final do dia...?

por Olympus Mons, em 17.03.22

Capture Casualties.PNG


Pode parecer que tenho algo de misógino. E não tenho dúvida que qualquer feminista, especialmente desta terceira vaga, olhará para mim com horror.  

No entanto, e entendendo que é difícil olharmos para nós como outros de fora o fariam, nesta minha perceção de que não sou de todo misógino por exemplo não considero minimamente aceitável tornar inacessível a carreira de militar a elementos do sexo feminino ou criar qualquer tipo de clube em que se exclui pessoas do sexo feminino só por elitismo da instituição ou organização. Já se for para manifestação masculina concordo se for para ambientação feminina de outros grupos também concordo.

No entanto sinto-me constrangido ao ver a sucessão de imagens militares a passar nas televisões, sites e conteúdos digitais no ocidente em que deliberadamente, refletidamente, com a centralidade intencional na imagem, nas entrevistas, no sketch, em que o elemento identificador é uma mulher. -  Pessoal, não é, obviamente, o facto de ser uma mulher é sim o facto de construir uma mentira uma alienação da realidade como ela existe mesmo, no batente do real a cada segundo, muito longe da mentira que é o marketing sociopolítico e que tornará o niilismo bem mais fácil de implementar, não é?

Falar sobre militares em prontidão, guerra, combates e mostrar mulheres é só bizarro. É aquela coisa de descrever a sexualidade humana e mostrar um número inusitado de LGBTQ como se a sexualidade não fosse a norma dos 95% mas sim a norma fosse a peculiaridade de uma minoria de 1-2%. É bizarro! - Isto aproxima-se mais de Misandria (ódio ao Homem) do que qualquer outra coisa. Parece insuportável para esta modernidade doentia que se instalou que exista situações em que os homens assumem protagonismo. Ainda por cima numa questão existencial como esta.

Eh pá, agarrem-me que eu volto a Dugin.  Aliás, é isso que ele fala na sua luta contra o liberalismo ocidental em que ele deixa claro que é o liberalismo moderno, é essa modernidade dos exemplos acima que ele considera descabida, que é o inimigo, e não o liberalismo ou a democracia enquanto conceito, mas sim a sua aplicação na modernidade como o ocidente a quer impor a todo o planeta. Explicando ele tal como o comunismo é no papel tão apelativo mas na prática é sempre nefasto, ou o fascismo nacionalista parece um hino mas na verdade descamba para o exagero ostracizador também com as democracias liberais se passou para o outro lado, demasiado, nefasto.
E isto explica Dugin. Gajo inteligente, só é pena que não tenha explicado a Putin que não é de certeza invadindo e bombardeando os outros que explica ao mundo seja o que for. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs