Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



É só esperar

por Olympus Mons, em 07.09.22

Um dos argumentos que já ouvi quando menciono a título de exemplo que a população negra nos EUA são 12% e são 60% dos assassinatos (vítimas e assassinos) é que a estou a ter uma ilusão estatística porque nas cidades a população negra não é 12% mas sim 30% a 40%...

Fui procurar algo que me ajudasse a perceber se a décalage entre população e assassinatos era mais representativa em espaços geográficos diferentes dos grandes centros urbanos.

Capture.PNG minesota.PNG

Saiu-me a informação do Minesota… vejam lá do Minesota. Onde a população negra é 7% e representam 76% dos assassinos. OK. Estou elucidado.

Eu acho que herança poligênica das pessoas de raça negra, conjuntamente com uma cultura americana que tem dificuldade em “ver” as pessoas é responsável por esta aberração societal que não deixo de perceber, porque quando já estás perdido no mar não adianta dizer que é só água á volta. Tens que procurar uma solução. -  Mas não será assim!  Continuam a não os ver!

Esta estupidez woke, estas migalhas dadas à população negra de serem incluídas na cultura branca, veja-se a estupidez das séries televisivas históricas onde se inclui personagens negras, ou até universos imaginários com base na imagística da Europa do Norte como o senhor dos anéis ou até o prologo da guerra dos tronos onde se enfia de forma artificial e sem profundidade ou consistência personagens de raça negra. - Continuam a não os ver!


As populações negras norte-americanas não precisam disso. Precisam que a sociedade os veja! Que entenda que existem características próprias do nascer de raça negra que não são conducentes com as expectativas de autocontrolo e relativização dos eventos. Já alguém notava que a esmagadora maioria desta situações (violência que termina em mortes) tem como motivo coisas perfeitamente corriqueiras (como um post no Facebook), motivações primarias ou falta de autocontrolo por uma ofensa perfeitamente mundana e que o DLPFC ou o VMPFC deviam ter imediatamente relativizado. - Se eu souber que não consigo resistir ao álcool, ou se tenho propensão para não o conseguir, toda a gente fingir que não tenho essa propensão não me vai ajudar em nada. O que me ajudaria era alguém ser honesto comigo e ter cuidado com álcool ao pé de mim.

Este assunto é relevante porque é uma medida de poder.
Toda a distopia passa por este tipo de imposições sobre a realidade, não é? seja 1984 ou Aldous Huxley com o Brave new world

Neste caso é esta imagem!

Se tinha dúvidas do que eu falava sobre o fingimento e o não ver os outros ou a verdade está aqui acima. É que como pode ver por este gráfico, as pessoas de esquerda nos EUA acreditam em 2022 que as pessoas de raça negra são menos violentas do que as pessoas de raça branca!
Sim, a realidade não conta para nada. E não são só dados estatísticos. Basta ver dia após dia, hora após hora, quem são as pessoas que cometem crimes violentos e não deixa de ser impressionante que a quase totalidade são pessoas de raça negra.  Violaçoes, assassinatos sem qualquer lógica e agressões despropositadas. E mesmo assim, nos EUA pelo menos, os liberals afirmam que as pessoas de raça branca são mais violentas que as pessoas de raça negra. Veja-se nesta imagem acima como em 1992  até os mais esquerdalhoides nos EUA viam a realidade e diziam o óbvio. Salta-se para 2016 e apesar de todas as imagens e estatísticas já era uma aberração perante a realidade dizer que a diferença era praticamente nenhuma. Em 2020 já é distopia total e consideram que os brancos são mais violentos!
Isto num país que estatisticamente é bastante violento… mas se eliminar a população negra da equação os EUA caiem para 2.3 mortos por 100K habitantes o que seria um pais me consonância com a Europa (se incluir a de leste) e com os mesmos valores de por exemplo o Canadá, onde a população negra é só 3%, é difícil arranjar armas de fogo e as mortes por 100k hab é dos tais 2.

Mas pronto. Preparem-se para a distopia. Preparem-se porque não estamos livres de ela se instalar aqui desta forma tão distópica. É só esperar.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Zé Manel Tonto a 08.09.2022 às 14:38

Sobre o gráfico que compara a percepção de violência para 1992, 2016 2020, outra conclusão que se tira é que o individuo branco de direita em 2020 tem uma diferença para o individuo de esquerda de 1992 que é 0,11.

A diferença entro o indivíduo de direita de 2020 e o indivíduo de direita de 1992 é 0,35.

A pessoa de direita de 2020 está mais perto da pessoa de esquerda de 1992 que da pessoa de direita de 1992!

Este é que me parece ser o verdadeiro problema! Em 1992 um presidente democrata iniciar a construção do muro na fronteira e um senador democrata apresentar uma reforma criminal para por criminosos violentos na prisão durante décadas era uma coisa banal.
Hoje nenhum democrata classifica isso como menos que fascismo, e parte dos republicanos não também não está confortável com a ideia.
Imagem de perfil

De Olympus Mons a 08.09.2022 às 18:06

Muito bem notado Zé.
efectivamente é uma tristeza mas é bem verdade. A guerra cultural é de derrota em derrota.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs