Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Entregáveis expectáveis

por Olympus Mons, em 11.04.21

Hummm. Alguém esperava algo de diferente?
Alguém achava que em Portugal se conseguiria levar a bom porto um projeto da grandiosidade da operação Marquês?
Como assim esperavam? Viram a procuradoria a contratar consultores americanos? Alemães? – Não? E mesmo assim acharam que os tugas conseguiriam atingir os objetivos? – Risível.

Não vou falar de corrupção, nem sequer de competência. Isto de que padecemos tem que ser algo diferente. Tem que ser algo no nosso cérebro.

Em tempos tive um chefe estrangeiro que ficava intrigado com o modo como os Portugueses pensavam. Dizia ele que não se preocupavam com os 90% de um problema, mas ganhavam uma fixação pelos 10% que sabiam muito provavelmente não teria solução ou seriam de solução muito difícil. Ele irritava-se e dizia, façam os 90% que é o que interessa o resto logo se vê…! – Mas nada, vez após vez, após vez, os projetos atrasavam meses, até um ano porque se metiam a tentar fazer os 10% e, no entanto, os tais 90%, que muitas vezes era 99% dos benefícios, nunca era entregue muito menos a tempo. O coitado ficava desesperado. Nada funciona verdadeiramente.

Assim foi a operação “Sócrates”. Qualquer pessoa pensaria que deveria ser muito difícil provar, PROVAR, não é “eu acho”, “todos sabemos”, é PROVAR atos de corrupção.

Qualquer pessoa, melhor qualquer estrangeiro de um país funcional, teria ponderado que faria mais sentido avançar com o que se conseguia provar e o mais rápido possível. Sim, tipo Capone. Ainda por cima, e pelo que me disseram, nada impediria de continuar a procurar provas de outros crimes dos quais os personagens pudessem ser acusados. Mas não, é aquela coisa da fábula, da narrativa da incapacidade que o português tem em se concentrar nos entregáveis, no valor do tangível e concretizável.

Estava em Ponta Delgada e o taxista ou o dono do restaurante Saca-Rolhas (como é possível um arroz de cherne tao bom?!) indignavam-se com o pitoresco, com o anedótico, com o inultrapassável “eles”… mas não pediam consequências para quem teve “agencidade” no processo.
E no fundo toda a gente esperava que o Juiz Ivo rosa piscasse o olho aos Procuradores do ministério publico assim tipo, “eh pá” sabemos, todos sabemos, “que estes gajos fizeram a marosca não é?” e condenassem as pessoas. 
E curiosamente com alguma coisa, uma fração das acusações, José Socrates estaria há muito tempo com os costados na prisão. E isto que caiu, foram as acusações (!) nem foi condenar o homem(s). Isso então ainda vai ser mais difícil. Passados 6 anos nem produziram um entregável que conseguisse sustentar as acusação (quanto mais condenar).

E agora? Ao final do dia isto agora deveria ter consequências.  -  Para quem? Para o Juiz Alexandre e o procurador Rosário Teixeira. Agora teriam que ser os dois flagelados, acossados, despedidos, cuspidos na rua, vilipendiados nas suas terras natais… algo! Alguma coisa, puxa, alguma coisa.

Garanto que da próxima vez, e quaisquer outros com este exemplo, antes de enveredarem por narrativas de super-herois e detetives de seriado americanos entregavam o que tinham que entregar a quem lhes paga os ordenados, os portugueses.
de outra forma, os entregáveis continuarão a ser os expectáveis...

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.04.2021 às 23:11

Só numa esterqueira como Portugal é que um indivíduo a ser investigado, com processo a cargo de um juiz, arrota postas de pescada que há um juiz em que confia (deixando no ar que não confia em nenhum outro). O juiz em que confia é o que lhe está a dar todas as abébias.

Só numa esterqueira como Portugal é que a Procuradora Geral da República, que está a dar apoio, e carta branca, a quem investiga corrupção, não vê o mandato renovado baseado numa regra não escrita, que só é aplicada a alguém que esteja a fazer um trabalho decente (se fores um merdoso, ficas no cargo 20 anos).

Só numa esterqueira como Portugal o juiz aceita todas as desculpas esfarrapadas da defesa, e recursos próprios de quem tem um QI abaixo de 80, para levar com porrada de tribunais superiores, uma, e outra vez, e não perde a vergonha.

Só numa esterqueira como Portugal o crime não é crime, e quando é, não há provas, e quando há, não foram obtidas de forma legal, e quando foram, o crime já prescreveu.

Eu já sabia que o animal feroz ia safar-se.
Isto é como ter um cão mal comportado, deixar-lhe um bife à frente do focinho, dizer "Não!", e ir dar uma volta.
Já sabemos que o cão vai comer o bife, mas temos a esperança que, num assomo de decência, obedeça.

A justiça portuguesa (com minúsculas, porque não merece mais) não chega a cão sarnento, porquê achar que ia comportar-se como quem a sustenta espera dela?

A coisa que me deixa mais feliz de ter emigrado é não pagar impostos para sustentar a corja que manda no rectângulo!

Zé Manel Tonto
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.04.2021 às 10:55

1. Eu não aceito essa moda, de generalizar. É a morte de todo pensamento correcto.

2. O que é que eu tenho de ver, quando um ser humano, de nacionalidade portuguesa, comete crimes? Nada! Nadinha!!

3. O ateísmo faz o que prometeu: não oferece justiça nenhuma. Por isso não aceito as queixinhas aqui. Não tem lógica NENHUMA. É inconsequente.

4. Eu não vivo em Portugal, mas quero voltar e vou fazê-lo. Eu sou forte e claro, não vou cometer os erros dos outros ou cair nas armadilhas dos asnos socialistas.

3. O Zé Tonto paga os impostos noutro sítio e esquece que o esterco lá é maior ainda, do que em Portugal. Só que ele ainda não o quer ver ou não percebe ainda.

4. O esterco alemão é gigante e andam neste momento a destruir riquezas de grandes dimensões.

5. O esterco no Canadá é maior ainda. Uma vantagem do Canadá é, a grande área. A possibilidade de viver sem máscara, retirado da civilização.

Porque os porcos do WEF já apresentaram uma nova variante duma máscara, estes dias, em Tóquio, Japão. Eles querem continuar com isto, milhares de anos em frente. A perversidade na sua melhor.

6. O esterco nos EUA, hui.

7. Eu estou muito contente, por ver, um juiz corrupto, como esse Ivo Rosa ou não sei quê, na televisão a mentir, sem vergonha na cara. Todos que trabalham bem, viram um crime, mais um crime.

Isto é bom, porque o pessoal não é parvo. Eles compreendem cada vez mais, a miséria, que os estão a governar desde o crime de 1974.

Tudo leva o seu tempo. Mas grande é a minha alegria ver, como esses filha da putas da esquerda malvada andam a arruinar-se.

8. E gostem ou não, o vigarista e besta arrogante José Sócrates foi parar à prisão. Não vêem?

Sócrates teve na prisão. Chamam ao tempo que ele lá esteve como queiram, igual. Foi prisão.

9. Se ele for indemnizado por isso, igual. As ovelhas que votaram nele, que lhes paguem. Haha. Os impostos são roubados de qualquer maneira.

10. Mas no fundo, quem aqui é o grande perdedor disto tudo, é a religião da ciência socialista. A realidade demonstra mais uma vez, que os nossos canalhas que nos governam, já arruinaram tudo. Portugal é uma colónia de Bruxelas (Paris, Berlim).

Sem o dinheiro alemão, os franceses e portugueses estavam já fodidos. Seriam forçados mudar a vida deles.

Mas ainda vai acontecer.

10. Entretanto, na Alemanha, a bruxa malvada e comunista burra Angela Merkel, está a tentar a retirar o poder às dezasseis regiões governativas, para governar sózinho, desrespeitando todas as leis existentes.

A Merkel é uma escrava do porco Klaus Schwab.

E o que o asno Klaus Schwab quer, é o mesmo, que o cheater Biden está a preparar.

E o Boris Johnson também tem a cabeça no cu de Klaus Schwab.

Jornaleco

Isto vai dar muito para rir e chorar ainda.

A justiça não morreu.

Agora, tipos como o José Sócrates, andam por todo o lado, actualmente. Não se enganem. Na Alemanha há os aos milhares!!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.04.2021 às 11:45

Mais uma observação, se faz favor.

Eu conheço muitos esquerdistas, que se queixam dos ordenados "baixos" em Portugal. Um tema, que não é nada fácil, porque deve-se ver caso por caso, e generalizar aqui é muito perigoso.

Mas eu ponho-me sempre a rir e estou todo contente.

Porque esses tontos que votaram em asnos incompetentes, só ajudaram a aumentar os ordenados desses ladrões sem espinha dorsal. Hahah.

(Uma boa metáfora é a foto do perverso vigarista Sócrates.acima, a rir-se de todo. Mas ele só demonstra que ele é um total burro. Porque o que vale, é como a história vai terminar no futuro. É muito cedo para ele, cantar vítoria.)

Os ordenados deles, não subiram, como eles pensavam. Haha.

Bem feita. Como semearam, colheram. É justo.

Mas, o susto está para vir, quando a tal Alemanha, arruinar-se. E isso vai suceder. Como, nenhum ser humano pode saber, ao certo.

Todas as mentiras têm pernas curtas e uma coisa é seguro: o modelo socialista baseia-se sempre em mentiras. Sempre!!

O resto é lógica aplicada.

Jornaleco

V. não sabem do esterco lá fora. Para não falar do esterco chinês comunista. Eu tento dar aqui sempre uma ideia.

Mas eu sei que em Portugal, o jornalismo, com umas muito pequenas excepções não tem qualidade nenhuma, que mereça a palavra. Ignorância por todo o lado. Quase por todo o lado.

P.S.: Ah, mais uma boa. A comunista Angela Merkel não quis comparecer ao termino dela, para deixar vacinar-se. E esta? Hahaha.

Angela Merkel é um outro José Sócrates. A mamã que vos dá o vosso dinheiro, é muito, muito pior, que Sócrates, para já. Mas quem sabe, se a besta continuar a carreira política, poderá ultrapassar a mesma. Vamos ver.

Uma última, que ninguém vai querer acreditar: A Alemanha vai a ritmo da luz, seguindo o caminho de Portugal e querendo ultrapassar. Imaginar não é preciso, provas sem fim.

Os alemães têm inveja dos italianos, portugueses, etc., porque todas as estatísticas indicam, que eles são mais ricos que eles, na média.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs