Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Georgia in my mind!

por Olympus Mons, em 13.08.22

Tenho visto, lido e ouvido notícias atrás de notícias sobre os documentos em Mar-a-lago.

Com base no que é dito, Trump teria documentos classificados, documentos confidenciais e está em jogo uma quebra da lei da espionagem nos EUA.  Você, como eu, viu e ouviu que essa era a realidade como ela é noticiada nos meios de comunicação portugueses. Certo?
Isso é uma coisa gravíssima e à partida tal acusação por si só é devastadora para a integridade da instituição que é a presidência dos EUA. - Um ex-presidente americano irá ser acusado de espionagem… Meu Deus, que coisa incrível para aquilo que é a república e durante mais de um século a referência democrática do mundo.

….

Entretanto, no mundo real.

O caso da Geórgia mostra que é do interesse dos Partido Democrata nos EUA os processos de investigação… sem que se forme judicialmente uma acusação.
E até ao momento tem sido essa a norma nos EUA.

Não sabemos ainda que documentos o FBI encontrou nem sabemos em que contextos esses documentos poderão ser relevantes.
Por exemplo se ele levou os códigos de armas nucleares e estavam a apanhar pó então estaríamos perante uma falha grave que merece uma acusação! – Claro que ninguém acredita.

Mas vamos esperar!

Vamos esperar, mas convém, desde já explicar o seguinte! - Antes mesmo de qualquer outra qualificação sobre o assunto. 
Donald J Trump era presidente dos EUA quando levou os documentos. Quem classifica e desclassifica documentos é o presidente dos EUA que é o que ele era. Chama-se uma “Standing Order” em que o poder dos Presidente sobre o processo de classificar e desclassificar é tão omnipresente que se por exemplo você estiver numa reunião e apareça um documento classificado ou top secret você tem que sair da sala… mas basta o presidente dizer que pode ficar para que imediatamente o documento deixe de ter essa classificação “under a standing order” que é o poder discricionário do presidente dos EUA que é o que à altura Donald J Trump era.

Por isso, olhar para o relatório do que foi retirado da casa de Donald Trump e ler que era uma caixa que dizia classified ou que dizia top secret …. Não o era a partir do momento em que Donald Trump as levou para casa. Under a Standing Order tal é o poder do presidente dos EUA sobre o que é ou não é classificado ou top secret!

Mesmo as leis de Obama para ter mais cuidado com este tipo de documentos, começa logo por isentar o presidente e o vice-presidente! Os poderes destes sobre o que é top-secret é total!

Por isso, aquilo que será importante perceber é o seguinte:
Se não houver uma acusação ao presidente dos EUA, estamos mesmo perante a existência do Deep State que se fala nos EUA em que agências federais e o poder do estado e dos seus funcionários é usado à vontade e descrição pelo Partido Democrático. Lá como cá qualquer coisa como 90% dos funcionários do estado votam no partido esquerdoide, o partido democrata, e sabemos isso porque 95% das doações de empregados federais ao partidos e candidatos federais, estatuais e locais são dadas aos… democratas.

O que se passou em Mar-a-lago pode-se juntar á acusação que está sob investigação relativo ás eleições presidenciais naquele estado em que se investiga, sempre investiga, se Donald Trump tentou interferir com a apuração dos resultados naquele estado. Como bem li um advogado ligado ao partido Democrático explicar, dizia ele que nem se atrevam a constituir uma acusação contra Donald Trump naquele caso porque qualquer juiz, mesmo o mais indefetível apoiante do partido democrata irá correr com toda a gente do tribunal assim que ler a transcrição do tal telefonema!
Explicava ele que era do interesse do partido milk the cow  politicamente tanto quanto possível e durante o máximo de tempo possível a investigação porque nunca poderiam deixar uma acusação ser lavrada porque isso mostraria às pessoas o que realmente tinha acontecido.

E o que tinha acontecido, era que nesse telefonema Trump não disse ao governador para arranjar 11 mil votos para ele ganhar mas sim terá sido um telefonema em que os investigadores explicavam ao responsável do estado qual a metodologia usada por eles para mostrar que provavelmente havia 26 mil votos que tinham sido mal contados (ou descartados não me lembro) e que durante essa explicação Trump disse “e eu só preciso que me descubras 11 mil votos para eu ganhar”.  Explicava o tal advogado que lendo a transcrição total não ficaria dúvidas que não havia crime nenhum nas palavras do Presidente.

Nesta altura parece-me que assistimos a mais do  mesmo. Dizer que havia documentos que tinham escrito classified na posse do ex-presidente é a coisa mais banal do mundo pelo que eu acima expliquei… Que nos mostrem que havia, e quais com que informação, documentos que punham a segurança dos EUA em perigo será matéria politicamente relevante. Mesmo que como já disse, o poder de Trump para ter esses documentos e os desclassificar só pelo facto de ter levado consigo é total!
Esse parece ser o consenso tanto de um lado como do outro dos advogados com o mínimo de integridade!

Mas, volto a reforçar, se esses documentos tiverem informação que coloque em perigo a segurança  nacional Trump tem que pagar o preço de ser um idiota!

Quanto às notícias, como eu disse, espere o spin que o partido democrata ordenar os media mundiais que deve ser! Nada mais.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Zé Onofre a 13.08.2022 às 18:19

Boa tarde
E é esta "Imprensa de Referência" que se usa para abalizar a veracidade e credibilidade do noticiário?
Minha nossa!
Zé Onofre

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs