Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Horde...

por Olympus Mons, em 13.10.21

Que bom que hoje em dia gostamos tanto de falar de colonização e escravatura não é?

Já que assim é, que tal falarmos da colonização Mongol de, por exemplo, a Europa de Leste?  -  Muita gente não sabe mas a Rússia surgiu após toda a região te sido literalmente dizimada pelos mongóis. Colonização é sempre screwed-up. Mas existem umas bem mais brutais que outras. A Constituição da Golden Horde Mongol e a colonização da Europa de leste que foi de uma brutalidade impar, especialmente na Rus (nas estepes). E foi tal a destruição que foi precisamente  no período de recuperação do século XIV para frente que se formou a Rússia propriamente dita, como hoje a conhecemos da história. Foi das cinzas, assim tipo, never again! E não deixa de ser verdade que existiram lições que os mongois nos ensinaram na organização politica que foram copiadas como formas de regência politica. É assim, tiveram coisas más e coisas boas. Mas uns tiveram poucas coisas más e muitas boas. Outros foi o inverso. Ha-de chegar o dia em que essas contas serão importantes, não?

Mas mais curioso do que a colonização e escravatura Mongol, que era uma coisa natural e normal no planeta todo, foi que mesmo com o fim do império Mongol em terras Europeias, continuaram a vir pescar pessoas em paragens tão dentro da Europa como a Hungria, para fazer negócio esclavagista. - Escravos claro, e do mais branquelas e crackers que possa existir!  E não será de desprezar o facto que muito dos haplogrupos genéticos Europeus, mitocondriais, que as mães passam ao filhos, que ainda hoje em dia existe na mongólia terá derivado de muita população feminina que terá sido levada como escrava sexual. Daí essa ocorrência bastante relevante do Haplogrupo H e U por aquelas terras. Enfim, nada de novo no mundo dos humanos.

Ainda os Europeus não tinham começado o tráfego atlântico e era a coisa mais natural do mundo a escravatura em Africa para o Norte de Africa e restante império Otomano, entre a Europa e o Norte de Africa, e entre as terras a norte do Mar Negro e Mar cáspio para os mesmo sítios. – Quando os Europeus chegaram a África, o negócio já estava bem estruturado, com processos bem definidos e com força de trabalho esclavagista dos próprios negros.

O Crimean Khanate e a Nogai Horde, o comércio de escravos naquela região, na vasta região a norte do Mar Negro e Cáspio, o Crimean-Nogai Slave traid continuou durante séculos e séculos. - Até ao fim do Século XVII aquilo foi sempre a marchar. Na Rússia, polónia, lituânia, Ucrânia, estónia aquilo foi sempre uma atividade económica tão natural como plantar cearas. - Só na região polaco-lituânia, mais de um milhão de escravos foram comercializados para o império Otomano e no médio oriente.  Só nos primeiros 40 anos do século XVII mais de 200 mil pessoas foram escravizadas por raides realizados por esta gente que eram resquício do império Mongol, apanhados na Rússia e vendidas para as referidas zonas onde os escravos eram muito apetecidos. O último raide, pelos tártaros, em 1769 levou 20 mil escravos.

É uma questão de tempo até que a narrativa, esquerdoide, marxista e woke caia pela base. E o pêndulo nunca costuma parar a meio, o pêndulo depois vai para o outro lado.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs