Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Incompetentes

por Olympus Mons, em 10.09.21

Capture IR.PNG

Não posso deixar de considerar que isto é tudo cómico. É tudo uma comédia satírica… é uma boa forma de definir Portugal. E em boa medida os Portugueses.

Entre numa sala de reuniões, entre numa argumentação, num projeto, numa iniciativa e pode ter a certeza que andará muito perto deste tipo de coisas, de lógicas aberrantes e tangentes totais ao objetivo ou objetivos, do que aquilo que gostamos, enquanto portugueses, de admitir mesmo que seja como vergonha alheia.

Mas neste caso do terrorismo assiste-se a uma coisa diferente. Esta inépcia, esta incapacidade de lidar com o terrorismo no mundo ocidental tem que ter as suas raízes em algo mais profundo.  Seja cá, na França, no Reino Unido, nos EUA ou na Nova Zelândia, estamos sempre a falar de pessoas que estavam identificadas, que estavam a ser vigiadas e já se sabia que estariam perto de cometer atos imperdoáveis  e mesmo assim conseguem cometer os tais atos. Presumo que pessoas para estarem a ser vigiadas possuem indícios fortíssimos de estar perto de cometer atos que são dos piores a ser cometidos contra uma sociedade. Certo?
Eu não consigo perceber como nesse mundo de indícios não há crime que se consiga atuar sobre e assim impedir esses atos.  É como se as nossas sociedades tivessem esforçado tanto para garantir direitos aos seus cidadãos que não possuem os mecanismos necessários para impedir pessoas com más intenções de nos surfar com a maior das facilidades. Uma sociedade saudável, raios, viável, tem que ter mecanismos que meta medo a pessoas que acham que podem cometer, ou conspirar, para cometer atos terroristas. Não consigo conceber sobrevivência de qualquer sociedade sem essas ferramentas de detração de direito penal.  – Fuck you, se já estás a ser vigiado por forças de segurança interna então meu caro, tens que começar a levar na boca já!
Qualquer coisa que leias, qualquer coisa que compres, qualquer viagem de faças… já tens que estar a pagar. Ainda existe gente daquela enxertada em corno de cabra, que se veste de negro e pode esperar-te à porta de casa às 2 da manhã.

valorizar pessoas como o Juiz Ivo Rosa é valorizar o oposto daquilo que garantiria a nossa sobrevivência.

É uma mentira que qualquer sociedade sobreviva sem aquela gente a guardar a porta do castelo. Os romanos aprenderam isso tarde de mais, nós no ocidente aparentemente também.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.09.2021 às 21:21

Isto lembra-me um cartoon que vi há uns anos, e que tive pena de não guardar. Uma figura coberta de uma burqa pergunta a um sujeito branco: "Pai, o que é que fizeste enquanto o Islão se apoderava da Europa?". Responde o pai: "Fiz tudo o que pude para não ser chamado racista."

Os poucos que querem guardar a porta do castelo são vilipendiados, e a maralha esforça-se por mandar a porta abaixo. A última coisa que vão pensar enquando ouvem a espada a cortar o ar na direcção do seu pescoço será: "pelo menos ninguém me pode chamar racista".

Só espero por-me longe deste continente miserável a tempo de poder dizer "eu avisei-vos"

Zé Manel Tonto
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.09.2021 às 13:15

Neste mundo em que vivemos
Não podemos acreditar no que lemos
Tanto pode ser uma verdade honesta
quanto pode ser mentira de besta

Por um polícia atraz de cada indiciado não CHEGA!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Links

Blogs