Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



indivíduos

por Olympus Mons, em 03.02.22

Outcomes não dependem de realidades que a psicologia proto-psicopata que a esquerda pretende.

Heritability of Justice Sensitivity

“The current findings provide novel evidence that sensitivity to injustice, especially to others’ suffering, is fundamentally grounded upon genetic origin, thereby shedding light on the nature and nurture aspects of justice behavior.”

Cada um de nós existe como individuo e cada individuo depende da sua genética e da bullshit que lhe passa pela cabeça conforme ele se mexe no espaço e no tempo. - Esta descoberta do século XXI devia ter matado a esquerda. Mas não o fez. Muito pelo contrário.
Dentro dos modelos de clarificação, estudos como este que vos trago hoje, contam e muito.
Chegámos aqui devido a um erro intelectual, eminentemente estabelecido nos anos 50/60 do século passado de que o ambiente, o cultural enviroment definia os outcomes, definia os resultados ou pelo menos aquilo que se observava. Ainda hoje a conversa do sistemic seja o que for deriva desse entendimento que há um sistema instalado e que esse sistema determina o que observámos. Muda o sistema e mudarás o mundo.

Contudo, essa ideia já está comprovadamente errada, nem precisamos de dizer pela realidade, mas até por um conhecimento maior sobre processos cognitivos, tão-somente um maior entendimento de como funcionam realmente os humanos.

Este estudo aqui referenciado saído há uma semana junta-se aos outros, imensos, que saíram nas ultimas décadas e que em ultima análise é, recorrentemente, a comprovação de que a esquerda está, como sempre esteve, redondamente errada.  A esquerda não tem nada de progressista, a esquerda é o retrocesso nos avanços que já deveriam ter ocorrido tivéssemos nós enveredado nos últimos 100 anos em lógicas mais em consonância com a natureza humana.

Este estudo, Heritability of Justice Sensitivity ,   https://econtent.hogrefe.com/doi/10.1027/1614-0001/a000366 , neste caso dedicado ao fairness/Justice, para nos dizer que :

Estão a ver, é sempre a mesma coisa, a esquerda mudou o mundo porque achava que ao mudar a cultura, o enviroment de todos nós,  mudava os outcomes e falhou. Falhou porque estudos como este deixam bastante claro o seguinte:

O que tu és, ou que tu pensas e ao que és sensível, é definido no essencial pela tua genética e o resto pelo non-shared enviroment que representa as tuas experiências pessoais tal como as experimentaste tu e só tu, independentemente do ambiente e cultura que criaram á tua volta. É sempre aquela coisa dos gémeos siameses que vivem no mesmo quarto, na mesma família, estudam na mesma sala de aula e mesmo assim geram outcomes diferentes. Não há como resolver isto, pois não?

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Zé Manel Tonto a 03.02.2022 às 19:22

Como é que se enquadra nestas teorias os resultados acima da média nacional dos imigrantes Africanos nos EUA, e os péssimos resultados dos Americanos negros?
Imagem de perfil

De Olympus Mons a 03.02.2022 às 23:14

o zé quer dizer o sucesso dos nigerians nos EUA?
Já trabalhou com nigerianos? Eu já. E são a definição de trabalhadores que não brincam em serviço. E sao bastante espertos. Os imigrantes nigerianos que estão a ir para os EUA são a nata da nata dos badass motherfuckers da nigéria que são uma elite muito trabalhadora e dedicadas. - Gente que cresceu num ambiente que não perdoa nada nem a ninguém. Especialmente se fores mulher.
Num país e betinhos que já nao quer verdadeirametne fazer nada, aquilo é um maná para eles.
Sem imagem de perfil

De Zé Manel Tonto a 04.02.2022 às 16:49

Nigerianos, e Ganeses, e tenho boa impressão.

Daí dizer que não será só genética, pois muitos dos negros Americanos vêm dessas zonas, e têm até 25% de mistura com brancos.

Não sei se a esquerda não terá alguma razão neste ponto, e o ambiente em que a pessoa se desenvolve ter uma grande importância.

Claro que a ironia das ironias é que se isso é verdade, a culpa do insucesso dos negros Americanos é, em grande medida, da esquerda, que os menoriza intelectualmente, e acha que uns trocos da segurança social para sustentar (eu chamo incentivar) mães solteiras ajuda a melhorar a vida das pessoas.
Sem imagem de perfil

De Zé Manel Tonto a 04.02.2022 às 16:52

Falando do ambiente, conheço Portugueses negros, impecáveis, e de sucesso. São, ou de famílias Cristãs, e foram educados segundo esses princípios, ou filhos de classe média alta, onde andar a roubar no comboio seria tratado com uns bons estalos.
Imagem de perfil

De Olympus Mons a 04.02.2022 às 21:21

Zé Manel, nao se foque tanto na genética. Que a genética tem uma parte de canhão já não é sequer o ponto. ... Que o non-shared enviroment, ou seja as pequeninas coisas que só se passam na cabeça de cada individuo é que é a surpresa do século XXI.

Shared enviroment, que é aquilo que a esquerda achava que era a soluçao dos problemas... conta para nada, zero, ziltch!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs