Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ir lembrando

por Olympus Mons, em 03.05.21

Por vezes é preciso fazer resumos.

Capture ECS.PNG

Esta imagem mostra como ao longo do tempo, os resultados dos estudos trazem o ECS para valores bem mais perto de 2.0 C e cada vez bem mais longe dos valores malucos que alimentam o histerismo climático.

Quando se fala de alterações climáticas só duas questões são verdadeiramente relevantes. A primeira é qual o ECS em que se acredita. Qual o Estimate climate sensivity à duplicação de CO2 na atmosfera.  Olhando para a perspetiva oficial, e oficial é aquela que emana do IPCC nos relatórios quinquenais (AR) então, do ponto de vista cientifico será algo como 1,5C a 4,5C. ou seja é como dizer que a idade em que você vai morrer é algo como entre os 20 e os 120 anos.
1,5 C o assunto das alterações climáticas não em interesse nenhum. Se for 4,5 graus estamos metidos numa alhada de todo o tamanho. 

Utilizando uma perspetiva empírica, ou seja, já aumentámos em 130 partes por milhão, e tendo em conta que o primeiro CO2 adicionado é aquele que mais impacto provoca porque o efeito é logarítmico, olhando para os efeitos de 0,5 graus nos últimos 100 ppm (desde 1979) temos que concordar que o valor real estará mais próximo dos tais 1,5 C do que do valor superior. Melhor referência que tenho é dos trabalhos de Judith Curry que aponta para 1.7-2.0C de ECS.

Mas como já escrevi várias vezes sobre isto tudo, essa não é a razão porque o faço agora.
A questão é a seguinte. Mesmo fazendo o muito pouco ou nada para reduzir emissões no planeta (continua a aumentar) a verdade e que não passaremos muito para além dos tais 1.5-2.0 C. No contexto da  mantra que se ouve todos os dias, do kayfabe oficial e politico eles terão salvo o planeta. No futuro este pessoas irá sempre usar o argumento que se não fosse eles o nível de CO2 na atmosfera seriam, sei lá, 1300ppm, por isso, seja como for eles serão sempre heróis.

Este é o ponto. Quando na televisão te dizem que vai acontecer isto ou aquilo ao clima é com base numa coisa chamada de RCP 8.5. Ora 8.5  é um cenário em que as emissões de Co2 iriam hipoteticamente subir aos 1300ppm e quando alguém tenta explicar como é que se atingiria o tal RCP 8.5 as explicações apontam para coisas como a utilização de carvão como fonte de combustível irá quintuplicar sobre valores atuais… ora de acordo com todos os dados oficiais, mesmo da IEA, a utilização de carvão como fonte de energia terá atingido o seu pico em 2013 e daqui para frente será estável até uma ou duas décadas começando depois a cair. Onde esses malucos vão buscar a quintuplicação do carvão como fonte de energia? Pura loucura. E, contudo, ainda hoje dia o cenário RCP 8.5 é utilizado em 75% de todos os estudos científicos publicados até hoje.  Daqui até os media propagarem esses cenários dantescos foi um passo pequeno. Mas não tem nada a ver com realidade.

Outra forma de olhar para o clima é sob a Equação de Kaya.  Toda e qualquer conversa de adultos fora disto é ridículo.  Mas sobre Kaya, escreverei para  a semana.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.05.2021 às 13:06

1.
Uma empresa alemã, produção de bom papel, fundada em 1829 (mil oitocentos e vinte e nove) teve que fechar as portas, uns dias atrás, um dia antes do feriado introduzido pelo assassino de massas Adolfo Hitler, o tal 1 de Maio, na variante de 2021.

2.
Investiram milhares e milhares de Euros na melhor tecnologia para "proteger" o ambiente e a puta da mãe Gaia. Sobreviveram duas grandes guerras mundiais e muita outra coisa.

4.
Os fascistas do ambiente introduziram o imposto do carbono, que encarece tudo.

5.
Agora a empresa tinha três escolhas. Gastar sete (7) milhões de Euros em papéis inúteis, em certificados de carbono, ou no caso que não o quererem fazer, pagar uma multa de três (3) milhões de Euros.

6.
A empresa preferiu ir para a falência, insolvênica.

Jornaleco

Já que andam aqui a simplificar com o Tuga. São "estes" os alemães que vos andam a governar em Europa e a destruir o vosso futuro.

A esquerda adora Hitler. A prova é (também) o 1 de Maio.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.05.2021 às 13:33

E esta?

Porque é que o esterco da humanidade, os nossos ditadores, Merkel, António Costa, António Burro Guterres, os Zorrinhos, o grande cabrão e e cheater de eleições (Biden) não percebem o seguinte?

O lockdown global fez reduzir a produção de dióxido de carbono, no que diz respeito à parte antropogénica. Mas, o que os mentirosos, incompetentes, os asnos do crime contra a humanidade, negam reconhecer, as máquinas do bordel, chamado pseudo-ciência, registaram mais um aumento forte do dióxido de carbono, conforme as variações anuais do costume.

Quer dizer, o dióxido de carbono a rir-se dos nossos asnos e a fazer o que quer e quando quer, independentemente do ser humano, que não tem influência nenhuma sobre o clima e o tempo.

Jornaleco

E se alguém mandasse a SS-ANTIFA ter com esse esterco humano, explicar-lhes a causa? Ah! A SS-ANTIFA tem a cabeça no cu da mãe e puta Gaia. O movimento BLM igual.

A esquerda quer empobrecer a todo o custo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.05.2021 às 13:43

O Boris Johnson vai na conversa da Merkel, Soros, Biden, Asno Guterres. Destruindo o Reino Unido por completo com a doença e o terror do ambiente.

++

E aqueles que pensam, que o Canadá é a solução para fugir dos problemas.

Andam a preparar campos de concentração para aqueles, que se negarem à vacinação da morte.

++

Ted Turner (fundador da CNN) encontrou-se em 2009 com Oprah Winfrey, Bill Gates, George Soros e David Rockefeller (e mais alguns!!) para discutir os "problemas" mundiais.

Os temas foram a natureza, o ambiente e a saúde e a quantidade de pessoas nesta terra. Chegaram à conclusão que é preciso actuar e propuseram vacinas e a quantidade de vacinas a ser feito, por cada ser humano.

Fonte:
https://en.wikipedia.org/wiki/Ted_Turner

++

Microsoft, Salesforce and Oracle back plan to develop a digital Covid vaccination passport.

Jornaleco
Sem imagem de perfil

De Mário a 03.05.2021 às 19:06

O "histerismo climático" é uma treta igual à do"histerismo da epidemia do covid", a actual população que tem o maior índice de formação (leia-se habilitações académicas, segundo a propaganda do governo)" comporta-se como mais crente e fundamentalista, do que o maior ignorante que existiu há quatro ou cinco séculos.

Estou a passar uns dias em Albufeira, falei com algumas pessoas, deixei pistas como esta treta do covid está muito amplificada, mas as pessoas olham para mim como estivesse a dizer que somos marcianos.

Em Albufeira perto da câmara municipal, está uma tenda para testes do covid, junto a ela uma fila de pessoas voluntárias para fazer testes, lembrei-me dum jogo no fim dos anos 80 ou princípios dos anos 90 que era conhecido como "Lemmings" uns bichinhos que seguiam o líder para onde este fosse, se ele caminhasse e despenhasse para o abismo os outros seguiam-no, é o que está a acontecer com estas pessoas, será que elas não percebem que com estes "pseudo testes" vão aumentar o "pseudo RT", que vai servir de argumento para fundamentar mais uma época de "campo de concentração do alegado cerco sanitário" para esta gente?, nem o Dr. Mengele se teria lembrado desta experiência.

Para além disso sinto-me frustrado, familiares e amigos que considero inteligentes foram-se vacinar, estive num dilema, abordo o assunto ou não?, optei por não abordar, não fosse arranjar inimigos em pessoas que me são próximas.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.05.2021 às 08:26

É anunciado, pela comunicação social mentirosa da esquerda fascista, que o grande ídolo, o novo Adolfo Hitler (Bill Gates), vai separar-se, divorciar-se, da nova Eva Braun (Melinda Gates), após 27 anos de união.

Quem deu o primeiro passo fica para mais tarde, no melhor dos casos.

Jornaleco

P.S.:
Dizem que Bill Gates e Ted Turner são os maiores proprietários de terrenos.

É curioso, porque os grandes amigos falsos deles, o WEF em Davos, dizem que a partir de 2030 ninguém vai ter nada e todos vão estar felizes.

Bem, ninguém, ninguém, deve ser como no conto "Animal Farm" de George Orwell.

Interessante é, já notaram?, que os asnos do WEF prometem orgãos do ser humano, através da tecnologia das impressoras 3D, para todos os adeptos daquele terror humano. Especialmente corações a eito, entregados por drones.

Os asnos António Costa e António Burro Guterres devem adorar, estarem encantados com esta mentira grosseira, porque assim iriam acabar as bichas muito muito compridas de espera, criados pelos socialistas incompetentes e malandros, não é? Não! Com este esterco humano e vigarista da esquerda de caviar nada vai funcionar em Portugal. É como sempre.

Um dia vão descobrir, que eles manipulam as eleições cá, faz muito tempo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.05.2021 às 08:42

@Mário (03.05.2021 às 19:06),

você pode ir à praia em Albufeira sem usar a máscara?

Circular dentro da vila, sem usar a máscara?

Muito obrigado

Jornaleco


P.S.:
O tal teste é uma total vigarice. O teste não diz nadinha, se alguém está doente. A pessoa está sã e o teste pode enganar, engana em muitos, muitos casos, e dizer, que a pessoa tem o vírus, que faz menos mal, que uma gripe. Mas é tudo mentira. O teste em si é um crime.

O trazer da máscara é que faz muito mal ao ser humano. Ninguém sabe, se a máscara já vem contaminada da fábrica. Usando máscaras sem as lavar muito bem, é também muito mal para a saúde.

Isto é tudo muito preocupante, e demonstra o governo altamente criminoso que Portugal tem, e aqui na Alemanha onde eu ainda estou, é igual ou ainda pior.

"Todos" percebem, que isto nada tem de ver com o vírus, mas serve como um pretexto para seguir com as políticas desastrosas a favor do ambiente e em detrimento claro, dos interesses do povo.

A esquerda são os tais bichinhos "Lemminge (alemão)" que querem, indo atrás dos malucos, atirar-se para o mar e morrerem.

Mas sem mim. Eu não quero ter nada com esse esterco humano, que desconhece o respeito para o próximo e só têm ódio contra mim.

Faz muitos anos, que eu tento falar com todos, sejam professores, trabalhadores, e avisar do perigo iminente. A grande maioria não quer ouvir e escutar e reflectir.

A esquerda fez propaganda, de criar uma sociedade de informação, uma sociedade do saber. Hahahahaha. Tudo mentira.

O que a esquerda anda a tentar fazer, é instalar mais uma ditadura.

E já falam em aberto, em acabar com a democracia. Os Antónios Costas sabem, através do social media, o que nós precisamos. Eleições no futuro, segundo a parva Angela Merkel, já não vão ser precisas.

Tudo o resultado do "pensamento malvado" do novo Adolfo Hitler (Bill Gates) e et al.
Sem imagem de perfil

De Mário a 04.05.2021 às 12:37

Jornaleco, aqui em Albufeira circula muita gente sem máscara, sem ela ou com ela nos "queixos", constou-me que no fim do mês passado houve pessoas que foram multadas em 50€, pelo simples facto de se encontrarem na praia, será que os peixes também estão infectados? .

Sobre o que o meu amigo diz sobre as máscaras, é também a minha opinião, é uma treta para nos convencer que o vírus é mortal, sem vírus não há razão para nos injectarem com a treta que chamam vacina.

Sobre o "buraco de ozono", que sofreu a mutação para "aquecimento global", que por sua vez teve outra mutação para "alteração climáticas" que ultimamente se transformou em "emergência climática", penso que não é mais do que um subterfúgio para a rapaziada que está por traz desta aldrabice para aplicar multas aos "prevaricadores do CO2, de modo a financiarem-se para o que vem aí, que não vai ser bom para os sobreviventes do novo holocausto, que não pertencem ao grupo deles.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.05.2021 às 16:00

Caro Olympus, mais um ponto a seu favor, citação:

50 Cent flees New York for Texas,
after complaining about Covid restrictions, high taxes.

Jornaleco
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.05.2021 às 16:06

Caro @ Mário (04.05.2021 às 12:37), muito obrigado pela sua resposta preciosa.

Estou de acordo, com tudo o que escreve(u).

Jornaleco

Os justos vão ver essas bestas todas cair, é só ter paciência.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.05.2021 às 18:21

1. Na dedução da expressão do gradiente atmosférico vertical de temperatura adiabático seco apenas intervem a equação fundamental da Hidrostática, a equação de estado dos gases perfeitos e a expressão para as suas evoluções adiabáticas, sendo universal a diminuição da temperatura com a altitude, como resultado da diminuição da pressão e inversamente;

2- Em consequência da Lei de Henry e das suas limitações impostas pela curva de solubilidade do CO2 na água, de elevado declive negativo para as temperaturas ambientes, tendo em consideração o ciclo do carbono na Terra é a elevação da temperatura que precede (é a causa) da elevação da concentração de CO2 atmosférico, algo que todos os paleo-registos mostram, p.e.:
“Our analyses of ice cores from the ice sheet in Antarctica shows that the concentration of CO2 in the atmosphere follows the rise in Antarctic temperatures very closely and is staggered by a few hundred years at most,”
(Niels Bohr Institute,
https://www.nbi.ku.dk/english/news/news12/rise_in_temperatures_and_co2/);

3. Numa escala temporal de menor amplitude, o referido em 2. pode ser constatado na curva de valores médios mensais de concentração atmosférica de CO2 (vd. NOAA, Mauna Loa) que, desde o início dos registos no final dos anos 50 do século passado, apresenta máximos em Março/Abril e mínimos em Setembro/Outubro, independentemente da quantidade de CO2 de origem humana;

4. Pegando na série de valores médios mensais de concentração de CO2 referida em 3. e numa qualquer correspondente série de temperaturas (UK Met, GISS, UAH, RSS), usando apenas técnicas simples de tratamento de dados, prova-se que os extremos (máximos e mínimos) dos valores médios mensais de temperatura global (dos oceanos, da troposfera, dos continentes e por hemisfério) precedem sempre (são a causa) os correspondentes extremos da concentração de CO2 e lanço aqui o repto a que alguém prove o contrário, ficando na expectativa até à eternidade;

5. Não é apenas via Termodinâmica (a tal equação de Poisson) que se prova que a temperatura superficial de corpos celestes é primordial e universalmente função da sua pressão à superfície, evidenciando a Análise Dimensional resultados semelhantes, como se mostra na imagem seguinte:
http://prntscr.com/12dc99p (colhida em Volokin & Rellez, 2015).
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.05.2021 às 18:30

Para que se veja bem se o CO2 "aquece":
http://prntscr.com/12dlhbr - anomalia de temperatura medida por satélite (RSS e UAH) 1993-2016 em função da concentração de CO2

Durante a década de 70 do século passado também havia um consenso e imensa propaganda alarmista. Tudo indicava, para os especialistas de então, que estávamos a caminho de uma nova glaciação. E de facto as temperaturas desceram dos anos 40 até ao final dos anos 70. Se bem que as séries de temperatura oficiais, fruto de adulteração pura e simples, tenham praticamente eliminado esse facto, os dados brutos e as notícias e programas televisivos da época continuam a confirmá-lo, não se sabendo até quando o "Ministério da Verdade" o vai permitir...

Na altura pensava-se em cobrir os glaciares com pó de carvão e até mesmo recorrer a explosões nucleares para derreter as massa geladas. Hoje pensa-se (B. Gates à frente, como financiador) em poluir (o termo é mesmo poluir) a atmosfera para diminuir a irradiação solar.

Tão loucos e ignorantes ontem como hoje. Fico perplexo como ainda não se percebeu - se é que não se percebeu - a correlação existente, e à vista de todos, entre a AMO (Atlantic Multidecadal Oscilation) e o que se passa, por exemplo, em Reykjavik e no Ártico em geral. Fico atónito como a correlação entre a temperatura média global e a PDO (Pacific Decadal Oscilation) não é evidenciada (imagens abaixo).

Não acredito que não se perceba que o 1%, aproximadamente, de variação na temperatura média global expressa na escala absoluta (0 ºC = 273,15 K) é consequência da actividade solar (convém lembrar aqui o mínimo de Maunder, de que ninguém fala, imagens abaixo) potenciada pelo efeito gerador de núcleos de nuvens proveniente da radiação de fundo da galáxia (vd. artigos e experiência do Prof. Svensmark, DTU).

Duvido que o facto dos últimos ciclos solares terem diminuído de intensidade, algo referido na literatura e que é indicativo da aproximação de um novo grande mínimo solar (vd. artigos da Prof. V. Zharkova, p.e.) ainda não tenha encontrado eco em muitas cabeças. Do que não duvido é que muitos "cientistas das alterações climáticas" vão ficar sem emprego quando isso acontecer, o que não é de todo da sua conveniência.

http://prntscr.com/12dlq37 - Pacific Decadal Oscilation (PDO)
http://prntscr.com/12dlue4 - PDO correlacionada com temperatura global
http://prntscr.com/12djmjv - irradiação solar 1500-2000, mínimos de Sporer, Maunder e Dalton
http://prntscr.com/12dl3pj - Correlation of 14 C with Oort, Wolf, Spörer, Maunder, Dalton, and 1880-1915 Solar Minimums. Each minimum was a period of high 14 C production and each corresponded to a cold climate. (The London Conference on Climate Change: Science & Geoethics, UKVolume: Third Revised Edition)
http://prntscr.com/12djssz - actividade solar 1600-2000, 400 anos de observação de manchas solares
http://prntscr.com/12djz3b - idem, + futuro, de acordo com modelo (Zharkova) verificado 97% correcto contra dados históricos

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Links

Blogs