Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Lá como Cá

por Olympus Mons, em 16.02.21

Capture vox.PNG

Lá como cá, a tipologia é a mesma. Fascista e totalitarista.

Esta gente tem uma dificuldade, notória, em lidar com pessoas que tenham uma opinião diferente e como tal rapidamente evocam “crimes” para “cancelar”. -  Traduzindo… fascista!

Com o eclipse da direita tradicional na Catalunha, lembrar que houve tempos longínquos (2017) o Ciudadanos teve 37% dos votos, resta a coragem do VOX Espana que conseguiu eleger 11 deputados, mais do que o PP e o Ciudadanos juntos (5 + 3).
Aquilo que por cá se viu com o CHEGA, nomeadamente a tentativa de agressões, em Espanha com o VOX, e especialmente, especialmente, na Catalunha é 10 vezes pior. Aquela gente já levou com tudo, desde urina a extintores.

Lá como cá o VOX com 15% das intenções dos votos está acima da extrema esquerda. Bem acima dos 11% do PODEMOS que está com o Partido socialista no Governo. -  A segunda vaga do choque CHEGA em Portugal virá nas próximas legislativas quando este tiver 10% dos votos. Passado algum tempo cá como lá teremos o CHEGA com 15% dos votos.

Muito gente não repara que só em sítios onde a direita é mesmo direita, como o Reino Unido, não se verifica a necessidade de estabelecer partidos mais populistas como o VOX ou o CHEGA.  No resto da Europa só partidos populistas de direita conseguem criar esta aderência de uma psicologia mais enraizada na realidade, ou pelo menos enraizada nos perigos reais que o futuro nos parece ter destinado.

Capture rela europeu.PNGNão deverá ser uma coincidência este tipo de relatórios, ou pelo menos a sua publicação em uníssono nos conteúdos digitais, no momento em que o Partido CHEGA dá início a campanha para reeleição do seu líder.
Temos que nos lembrar sempre que o fascismo só é mau quando é contra nós, porque quando é idiológicamente a nosso favor é saboroso e óbviamente correcto.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Imagem de perfil

De Olympus Mons a 16.02.2021 às 23:11

Vamos ver, as autárquicas vai ser complicado... não conheço gajos do CHEGA para perceber se tem jeito para a coisa ou não.

Reino Unido - A praxis política é complicado, mas no Reino Unido ainda existe os cânones necessários para a direita se afirmar. Logo no campo intelectual... Não conheço "lutadores" de direita em mais lado nenhum na europa.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs