Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Morte aos colonos.

por Olympus Mons, em 18.10.21

Os EUA são cada vez mais uma anedota.
Eu também já aqui escrevi sobre Sah Quah.  
Para quem não se lembra, é um caso de um índio que, 30 anos depois da 13ª emenda da constituição ter banido a escravatura no país, era escravo ainda (!).  E o caso foi levado a tribunal porque a existência de escravatura índia, entre índios, entrava em conflito direto com a constituição americana e muita gente não concordava.
É curioso, não é? – que num país, EUA, em que as pessoas acham que os Europeus inventaram a escravatura ou que eram os únicos, ou até, ou até, os que mais usaram dessa forma de trabalho, exista casos como este do Sah Quah décadas depois dos negros terem sido libertados.  Aliás, pelo que sabe Sah Quah já teria nascido escravo.

No início do século XIX as terras índias foram criadas e ficou claro que crimes cometidos entre índios em terra índia não se aplicaria a lei americana, mas sim a lei ou tradições nativa.  Por isso a argumentação feita foi precisamente que a “lei” índia permitia a escravatura e era as suas tradições milenares por isso as autoridades norte-americanas não tinham nada que se meter no assunto. OH.. escravatura índia era tradição milenar???

É curioso que o case study é dado nas universidades dos EUA em conjunção com o caso de “Crow Dog’s case” porque foi esse o exemplo de precedência que foi usado pelos índios perante o Juiz para que sah Quah continuasse escravo. - Crow Dog era um índio Sioux que matou um outro índio, Spotted Tail, que era uma pessoa muito apreciadas e respeitada. Sim um índio que era muito respeitado. Como tal a comunidade branca quis julgar Crow Dog e condenar por assassinato. Ao fim o supremo decidiu que realmente o “crime in indian land, between indians” se aplicaria e que ele teria que ser libertado. Assim foi e a pena dado pelos chefes tribais foi ele ter que pagar à família da vítima 1 cavalo e 8 mantas.  

Ao final do dia, também convém ir lembrando que aquilo que os malvados dos colonos acabaram foi com sociedades em que a vida de uma figura publica era um cavalo e algumas mantas… convém ir lembrando, não é? – Podem todos voltar para esse modo de vida e levar consigo os liberals e wokes todos do mundo. Por mim, ajudo a pagar os bilhetes.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De oavlag a 18.10.2021 às 21:20

E os negros subsarianos que ainda hoje são raptados para serem escravos no Magrebe? Ninguém sabe!
Perfil Facebook

De Olympus Mons a 18.10.2021 às 22:37

Já para não falar nisso....!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs