Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



OMAD

por Olympus Mons, em 20.07.21

Como expliquei faço Jejum Intermitente.  Faço uma refeição por dia.  

toda a nossa fisiologia e biologia foi desenhada por comermos raramente. Por isso o corpo criou a insulina como o super-homem das hormonas. Quando a insulina entra em ação todas as outras são inúteis. Porque comer era um fenómeno não diário. Quando havia comida era para reter o máximo possível no corpo, hence a insulina.

Novamente é necessário entender que muito do que nós acreditamos advém da ciência e da falha desta em adequadamente nos instruir. Não nos instrói, porque não gostamos de coisas complexas como explico no meu post anterior.
Convém no entanto relembrar que os cientistas não são os profissionais que mais vezes estão certos. Não, não , são os profissionais no mundo que mais vezes estão errados. – É aquela coisa do José que pergunta ao João cientistas se está a chover ou a fazer sol. O cientista vira-se e diz que chove a potes, sem levantar os olhos e olhar pela janela onde entra um sol radioso. O José pode rir do cientistas mas uma coisa é certo o josé nunca vai descobrir porque chove e o João cientistas um dia vai! – Por isso os cientistas, no passado e bem, se mantinham longe do policy advisor!  Essa é a razão (mas era um post só dedicado a isto)

Mas, pelo outro lado, durante mais um século (1914) a ciência sabe que dietas de restrição calórica não resultam pela adaptação metabólica que o corpo inicia, mas durante esse século todo, profissional atrás de profissional assim aconselhava a quem passava a porta do seu consultório pelo simples facto de não se ensinar outra alternativa. Ou. Depois, que se mandava as pessoas comer 6 refeições por dia e mesmo verificando que não resultava (a não ser que faças restrição calórica e assim por pouco tempo) lá se mandava as pessoas passar o dia a pensar na comida. Pelo menos Jejum intermitente é a coisa mais fácil e barata do mundo. Comes, ou não comes, um dia mais que uma vez (porque se quiseres comes e isso não quebra a tua rotina) e não tens que preparar nada. E comes o que gostas. Bebes o que gostas (eu é tourigas nacional monocasta)

Mas que tem isto a ver com OMAD? – Somente que ao fazer OMAD a parte mais difícil será sempre a parte social. Colegas, família, etc. Levam algum tempo a perceber e, acima de tudo, a aceitar devido a esse século de ideias erradas sobre a alimentação. Comer várias vezes ao dia é algo que virá do fim da idade média. É meramente uma demonstração social de abundância. Nada a ver com necessidades fisiológica.

Quando comecei a fazer Jejum intermitente saltava uma refeição o que era desconcertante para a minha família. Se fosse almoço era desconcertante para os meus colegas, especialmente quando me sentava ao lado deles e não comia.  – a pressão social é curiosa porque é um aspeto a não descurar para quem comece este tipo de alimentação. Na verdade, foi a parte mais desconcertante para mim e a mais inesperada porque as pessoas até se chateavam comigo (e insistiam). Quando na verdade eu que tinha a alcunha de papa-bolachas achei o não-comer um processo adaptativo muito rápido.

resumindo isto tudo. Hoje em dia, toda a minha família faz alguma forma de jejum intermitente, o meu sócio mais antigo (que gozava comigo) faz fasting e por vezes 2 dias inteiros sem comer e tenta (tem falhado 😊 )  duas vezes ao ano fazer 7 dias. E hoje em dia é bem mais magro do que era.   

Lembro-me sempre que trabalhamos com um inglês que estava 15 dias sem comer. E jantávamos com ele que se limitava a beber água das pedras. Aliás, como eu faço sempre que acompanho pessoas em refeições em que não vou comer. 15 dias! E por recomendação de um nutricionista de topo no reino unido que disse, ou fazes isso ou estás morto em dois anos (profissionalmente ele tem que fazer muitas jantaradas).

Dos pontos mais importantes de reter desta conversa do OMAD é que OMAD significa que não tens fome nunca (quase) mas quando te sentas para comer, é para comer! Venha o porco o faisão e a pipa de vinho.  Eu e o meu sócio, quando em viagens de trabalho optamos por só jantar e trabalhamos ininterruptamente durante o dia. Depois escolhemos o sítio pretendido e vamos fazer não fasting mas feasting! – Há sítios no mundo que nos reconhecem pela forma como pedimos as refeições.

Curiosamente o nosso último sócio é diabético e sempre muito preocupado com a sua doença. Por isso no início estávamos sempre preocupados que ele comesse. Mas a verdade é que até ele já começa a fazer o nosso tipo de alimentação (toma pequeno-almoço e janta… mas não tarda vai começar a saltar o pequeno almoço).

Quem experimenta… sente que é forma correta de comer.

Num post posterior, darei a minha opinião sobre a dieta KETO e porque não pratico esse tipo de dieta... sempre.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.07.2021 às 16:16

Boas,

É interessante esta prática. Eu pessoalmente faço duas refeições (pequeno almoço e almoço) para que durante o sono o corpo tenha tempo e espaço para a limpeza que precisa sem estar concentrado na digestão, razão pelo qual não janto e que a partir do almoço só como fruta se tiver fome.
Abraços e já agora qual o site europeu de que manda vir o NMN?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.07.2021 às 16:27

Obrigado,

Paulo

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Links

Blogs