Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os modernaços

por Olympus Mons, em 02.02.22

Espero que seja a última vez que o faça, até porque, não consigo evitar ter alguma simpatia natural pelo IL.
Escrevo este post, ainda sobre o IL, meramente porque ouvia no carro o contra corrente do

José Manuel Fernandes e eles disse algo que é relevante para esta conversa e para aquilo que tenho aqui colocado como opinião que pode ser considerada detractiva do Iniciativa Liberal.

Dizia ele que as pessoas estavam por vezes enganadas sobre as pessoas que votavam no BE e como o IL tocava no BE. E, vai não vai, ele refere um estudo, daqueles que até devia ser relevante mas não o foi porque era contra narrativa, contra kayfabe, por isso não ganhou tração e não teve a seu tempo a atenção devida.


O estudo a que o JMF se referia penso ser o estudo do ICS, de 2017, “Militantes e Ativismo nos Partidos Políticos Portugal em Perspetiva Comparada” que mostra que por exemplo as pessoas que votavam no Bloco de Esquerda eram mais liberais, economicamente, que as pessoas do PSD.  Sim algo que vos tenho dito, que é a distância entre o IL e o BE é muito, muito menor do que aquilo que muitas das pessoas que votou desta vez no IL acha.
Conheço pessoas bem mais conservadoras do que eu, aliás bem mais (!), que votaram no IL porque dizem não conseguiram votar no CHEGA. Mas quando eu lhes digo que o IL tem uma proposta de lei para despenalizar as drogas leves ficam chocados. Estas pessoas vão-se desenganar rapidamente durante esta legislatura sobre o que é o IL.

As pessoas tem que perceber, até pelas freguesias onde o IL teve resultados acima dos 10% que eram as mesmas freguesias onde o BE tinha bons resultados. É tudo a mesma gente, o que não quer dizer que são os mesmos.  E mesmo isso vamos aguardar para ver se não vem alguma surpresa na transferência de votos.

 
É tudo gente, como dizia JMF que votava no BE mas tem os filhos em colégios privados e tem seguro de saúde privado.  Todos os meus amigos que em tempo votaram no BE eram deste tipo. Todos! - Quem não reconhece isto não conhece mesmo nem as pessoas do Bloco nem as pessoas que agora deram o bom resultado ao IL. Eles encontram-se todos de manhã à porta do colégio S. Joao de brito ou no Valsassina. Eles, os votantes do BE como os votantes do IL.
A diferença é que uns são mais do tipo quadros de topo da administração publica ou de empresas do sector publico e os outros são pessoas com atividades mais liberais. Aliás, muitos desses mais liberais, ainda há 15 anos o BE era um partido que até lhes cheirava bem, ou aceitavam bem os colegas e amiguinhos do BE, mas com o tempo deixaram de ganhar 1500€ e agora ganham 4000€ e não gostam de pagar impostos.  

Tenho sempre receio de ser mal interpretado quando ataco o IL. Já aqui disse que se fizer o votómetro do Observador de rajada, dá que eu sou do IL. Porque eu sou, ou sou sociologicamente perto, uma dessas pessoas.  Mas, se há coisa que eu considero é que só vales alguma coisa em conteúdo de conseguires ver o mundo para além de ti, para além do teu umbigo, e conseguires projetar o significado do que te rodeia.

E eu, que nos costumes sou bastante liberal, que para alguém que já andou nas selvas que eu andei se tu fumas charros na rua ao meu lado ou se passas a vida a mamar nos lábios de alguém do mesmo sexo na mesa ao lado é para o lado que durmo melhor mas reconheço que os costumes nascem de um entendimento alicerçado em lições retiradas de milhares de anos de experiencia e que a probabilidade de tu espatifares um sistema é milhares de vezes mais provável do que tu o conseguires mesmo melhorar.  - Espatifar um sistema, uma identidade ou uma civilização é fácil, fácil… já criar alguma coisa.
E, para aquilo que nos rodeia, Portugal ou Europa ou mundo ocidental, os IL à semelhança de todos os Libertarian, são mais do que irrelevantes são uma das marretas com que se destroi as paredes. - Tal como o Bloco.

Nesta altura realmente espero não voltar a opinar sobre esta questão do IL, deixemos decorrer uns aninhos desta legislatura e voltarei a reavaliar as minhas perceções.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs