Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os palermas de Palermo.

por Olympus Mons, em 23.01.23

 

Isto é tudo um shitshow tão grande que até me tenho abstido de comentar. Por norma o que encanta e diverte cá o burgo não há necessidade de comentar porque já é divertido o suficiente.

 Mas acho alguma piada a todas estas revelações recentes da Mafia PS.
Não vou repetir que não existe muita diferença entre este regime e o anterior porque já o escrevi em recorrentes vezes. Foi só dar tempo e as mesmas pessoas, os portugueses, obviamente que foram dar ao mesmo sítio. Um grupo de pessoas, de famílias que neste caso é política, mandam nisto tudo.

 Mas o facto de termos a Máfia de Castelo Branco, assim como as máfias na Sicília que há Cosa nostra, a Calabria de Campania e a Camorra, termos cá as nossas até tem a sua piada. De todos os sítios, alguém conhece sítio menos provável do que Castelo Branco? Sabemos que era a região da “mafia” do Sócrates, mas que ainda hoje em dia seja dominante, mesmo sendo o atual primeiro-ministro ex. ministro do Sócrates é fascinante. E será que há rivalidade entre a máfia PS de Castelo Branco e a Máfia PS da Covilhã? Será? E como se relacionam com a de Lisboa ou do Porto. Um mundo fascinante se abre agora que os jornalistas receberam ordens para ver. 

A minha grande aposta é o da Covilhã! - Sempre que por lá passo, acho que muito dinheiro deverá ter jorrado por alí para que aquilo seja tão arranjadinha e quase suiça. Só com muito dinheiro. -  Mas pode ser só paranóia minha.

A sério, será que sou só eu que tenho curiosidade em perceber como estas cabeças da “coisa” se articulam ou se digladiam dentro do PS?  Tantos nomes até hoje perfeitamente desconhecido e irrelevantes e que agora se mostra à sociedade como sendo os capo dei capi do regime. 

Quem mandou abrir as comportas para sermos inundados com estes casos todos? Isso sim era obra de mérito e se descobriria quem são os verdadeiros “donos disto tudo” em Portugal. 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Blogs