Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Palminhas!

por Olympus Mons, em 16.05.22

Capture footballer.PNG

Fico sempre ligeiramente incomodado com a insinuação como componente da informação que nos é transmitida -  tudo é Jajão, nada é claro.
Este jovem é o único futebolista assumidamente gay no futebol britânico. Este “openly é o que me chateia.O jovem na foto será gay e pronto. Há muito tempo que isso é para o lado que o resto da sociedade e acredito dos colegas de profissão dormem melhor. Em relação a esta questão é o verdadeiro “dont give a fuck” nos dias de hoje e para a esmagadora maioria das pessoas que nem liga se o vizinho é gay ou não, e também não manifesta qualquer tipo de reação especificamente deletéria para com as que pessoas que o são. 
Aliás, o openly implica que há muitos covertly... Como sabem que há mais? Como sabem que desportista cheios de testosterona não têm tendência para ser heterosexuais? 

Ao esta notícia na Sky News lembrei-me do resumo feito por alguém sobre o que constava nestes estudo ainda há dias (nem sempre me apetece pagar paywalls):

Heterosexual Identification and Same-Sex Partnering: Prevalence and Attitudinal Characteristics in the USA

https://link.springer.com/article/10.1007/s10508-022-02293-9#citeas

Muitas vezes repito, porque o deve ser, que os homossexuais são pouco mais de 1% da população mundial. Depois existe aqueles 3%-4% que se dividem entre os mostly Heterossexual e bissexuais.  Especialmente a maioria deste grupo que parece sexualmente indeterminado na sua identidade que são os que se identificam como “mostly” que não é um termo e um grupo perfeitamente identificado.

Este estudo acima alerta para o facto de muitos dos indivíduos que entram nos estudos para o grupo dos mostly Heterosexual (pessoas que na verdade acabam por levar a sua vida toda desde a adolescência como hétero mas não renegam experiências no passado) são efectivamente pessoas identificadas como tal, mas que são indivíduos que tiveram essas referidas experiências antes dos 15 anos, ou são situações de sexo forçadas (isso não se chama violação? – aparentemente não quando se trata de homossexualidade) e só uma percentagem pequena (novamente os 1%) o fizeram de forma consensual e consentida!

Neste estudo a recolha de dados acabou em 2017 e parece-me a mim que a loucura do woke instigador da indefinição sexual dos adolescentes, verdadeira cultura grooming na minha opinião, que se instalou nos últimos 5 anos só irá revelar-se no seu esplendor nos estudos dentro de uma década, pese embora já hoje esteja a evidenciar nos últimos estudos.  

Eu volto a dizer: 10% a 20% de tentativas de suicido na comunidade LGBTQ em 2021, com incidências bem mais altas quanto mais sexualmente indefinida a pessoa for, não pode ser encarado como normal aceitarmos e até celebrar esta cultura de conteúdos de fluidez sexual promovidos desde tenra idade através das redes sociais, e em alguns países que caminham para o abismo até nas escolas primárias já o é.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs