Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Parvoices

por Olympus Mons, em 30.09.22

Tenho que ser honesto em relação à abordagem ao Furacão Ian que atingiu a Flórida aqui no nosso burgo, na nossa imprensa, que não tem carregado particularmente na tecla das alterações climáticas. Pelo menos não que eu tenha visto.

Mas nos EUA e no Reino Unido, isto está cuckolandia do pior. Aquilo já passou o nível nojo e já vai no ponto traz a corda que se resolve já isto. Confesso que achei piada no início às guerras de polarização nos EUA mas hoje em dia aquilo já passou para lá do Orweliano.

Por outro lado parecia que estava eu a adivinhar quando escrevi posts sobre o La Nina e a forma como afeta o clima. A ver se a gente se entende:  Este La Nina foi decidido pelo planeta que seria agora, neste momento no espaço e no tempo, há milhares se calhar milhões de anos! Nada a ver com qualquer atuação humana!

 Estando nós sob um raríssimo evento de triple Dip do La Nina (e parece que aí virão muito mais nas próximas décadas) vamos ter mais furações a atingir a costa leste dos EUA. Não há tendência nenhuma de aumento nem de diminuição de frequências nos datasets, mas será certo que mais atingirão a costa porque com la nina o jetstream é empurrado mais para norte e sem o windshear para ajudar a quebrar a força (e formação) dos Furacões estes conseguem chegar à Costa com mais força e mais a norte do que ocorre em situações neutrais ou de El Nino. – Pronto, é isto.  E isto era sabido há décadas e falado e avisado abertamente antes desta loucura do conversa das alterações climáticas.
Os ARs do IPCC diz que nem há mais furacões nem mais fortes. E se o AR6 o diz… ui, ui, é porque não há mesmo porque bastaria uma pequena inclinação para saltar logo para o título e subtítulo.

 E os EUA devem-se preparar que haverá mais furacões a atingir com violência neste outono de 2022.  

 O que não justifica e é inacreditável que se oiça hoje todo o dia que este deverá ser o mais mortífero furacão a atingir a flórida quando por exemplo o Andrew em 1992 matou 62 pessoas.  Até agora Ian tem como consequência 19 pessoas mortas? Isso é um mau fim de semana em South Chicago ou pelo menos no estado do Illinois.
Só para referência o Furacão de Galveston Texas matou 8,000 pessoas!  ,O furacão Lake Okeechobee na Flórida matou 2,500… ai sim, 19 é o mais mortífero de sempre?!

Basta pedir a lista de mortes e nos primeiros 30, e muitos da Flórida, não encontro o Ian. Tudo Maluco.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Links

Blogs