Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Passado o tempo mínimo de nojo… A indústria farmacêutica anuncia todos os sucessos do mundo na produção de uma vacina contra o Sars-covid19.

President Donald Trump has signed four executive orders aimed at cutting prescription drug prices in the US.”

  Uma coincidência, de certeza. Mas como dizia o outro, não acredito em conspirações, mas também não acredito em coincidências.

 

Mas nada disto é novo.  As coisas são como são e muito pouco se pode fazer em relação a isso. O que se pode fazer é garantir que funciona para os dois lados.
As pessoas de esquerda (liberals and democrats) acham que, “prontos, agora que chegámos ao poder vamos lá voltar ao respeitinho e calar a boca”. Mas não me parece que voluntariamente isso vá acontecer nos EUA com os republicanos. Biden não é Obama com toda a simbologia que isso tinha. E isso está a enganar os Democratas nos EUA. Basta ver como a imprensa está a “prop up” Biden como fez com Obama. Não é a mesma coisa e não vai resultar.

Daí que, mais do que a eleição do Trump ou Biden nesta altura tudo se prende com as eleições dos senadores da Georgia que vão decidir quem controla o senado. Os apoiantes de Trump não vao “ver a luz esquerdoide”  e anuir à  bondade e virtude da administração Biden.  Vao sim construir os seus próprios mecanismos de resistência.

E Uma das coisas que provavelmente irá acontecer se os Republicanos continuarem a controlar o Senado será uma comissão de inquérito às farmacêuticas relativo á divulgação de informação sobre uma vacina. Nem interessa se foi intencional ou material o timing, mas vão surgir “whistle blower” a dizer que propositadamente as farmacêuticas não revelaram a informação antes do dia das eleições como vingança por Donald Trump ter tornado os preços dos medicamentos nos EUA acessíveis a toda a gente e essencialmente aos mais pobres. Sim, que a esquerdalhada ignorou.

Penso que vai haver uma resistência real e efetiva nos EUA, calma, passiva mas viciosa, que vai culminar com a reeleição de um presidente Republicano, quiçá Donald Trump, dentro de 4 anos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Links

Blogs