Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Quando dá jeito...

por Olympus Mons, em 31.03.21

Capture black health.PNG

https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMms2031080

Este também é um estudo interessante.  Primeiro pelas cambalhotas que os autores do estudo têm que dar para justificar escrever este artigo. Depois porque só é possível porque eles se autoidentificam como médicos de cor.  … Ao que isto chegou.

Uma das coisas que casais mix-race descobrem se o infortúnio lhes bater à porta e um dos filhos precisar de um transplante de órgão,  é como é quase impossível encontrar um doador.
Depois, há muito que se avisa que muitas das terapias e medicamentos que são produzidos não tem em conta as diferenças raciais. Logo, se raças não existem porque diabo se deveria ter esse cuidado, não é? – Pois. No mundo real, como a esmagadora maioria dos medicamentos são testados em Europeus a sua eficácia e efeitos secundários depois não são exatamente iguais em pessoas de outras raças. 

As raças são feitas de pequenas diferenças genéticas. Mas as pessoas esquecem que as pessoas têm 1,60m ou 1,90m por pequenas diferenças em SNPs. A expressão de dois ou três genes definem se és um gigante ou um pequenote.  A Cor branca nos caucasoides, que veio com os agricultores do neolítico que vieram da Anatólia é dada por dois genes. O gene que faz com que sejas tolerante à lactose é novamente 1 gene (!). E mais curioso é que ainda o início da idade do Bronze não se encontrava esse gene em ninguém e agora é prevalecente em todos os europeus (um grupo pequeno de homens teve os filhos todos).

Já aqui escrevi dos problemas de pessoas como David Reich de Harvard porque num dos seus livros ele escreveu que se identifica movimentos de pessoas e culturas inteiras por aparecimento de SNPS (snips) em determinado sítio e que será normal que se estude essas diferenças e o que significam pese embora ele não tenha interesse nenhum no assunto. Escreveu e quase se tramou.  O que como também expliquei na altura, é bem feito porque ele foi uma das pessoas que ajudou a enterrar James Watson, um dos descobridores do ADN, que viu toda a sua vida e carreira destruída. Prémios retirados, memberships canceladas… tudo. Tornou-se um dos primeiros e mais proeminentes casos de cancel culture e vive fechado em casa. No caso de David reich, tudo porque um dia Watson lhe perguntou quando é que vocês judeus Askanazim vão assumir que são mais inteligentes que os outros todos? – Por isto? David Reich queimou-o?

Seja como for e voltando a este artigo, já era óbvio que em muitas circunstancias as mesmas pessoas que se mostravam horrorizadas por se falar em diferenças genéticas entre raças no segundo depois estavam a vociferar porque os testes de medicamentos não tinham em conta essas diferenças entre raças.  O mundo é mesmo dos maluquinhos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.03.2021 às 16:23

Através do "Deep, Dark Web" carreguei mais um filme "documentário" do Channel 5.

Venezuela. Uma grande mina de carvão.

Encontraram uns anos atrás o grande encanto de cada arqueólogo. Alguém, neste caso um estudante, encontrou naquela grande área uma certa peça, (pela primeira vez em todo o mundo, segundo a conversa deles).

A vértebra dum animal, que já morreu, uns anos atrás. Mas ninguém sabe quanto tempo passou. Porque a tal anti-ciência da esquerda fascista, adora a mentira. E a verdade é que, nenhum ser humano sabe à quanto tempo aquele bicho morreu e porquê.

É tudo pensamento barato, incerto. Não existe prova científica para o provar, sem que ficasse a dúvida.

É a total obrigação de qualquer pensador, que queira ser levado a sério, como é que o tal saber, é produzido. E dizer isso SEMPRE a aquele que sabe menos. Uns têm que fazer pão, outros tijolos e outros puderam estudar. Ninguém pode fazer tudo ao mesmo tempo.

Porque hoje em dia, os tais mentirosos da anti-ciência transformaram a ciência numa religião perigosa.

Mas a ciência não existe, nunca existiu.

A base de tudo, é a verdade. E essa, a esquerda odeia-a.

A esquerda apoderou-se da ciência para construir o TRANS-HUMANISM. Eles não negam DEUS, eles querem o lugar, o poder de DEUS.

Uma coisa muito bem diferente.

E se esse tal saber, é certo, inseguro e demais.

A vértebra chamou à atenção dos colegas e do estudante, porque já conheciam a tal vértebra, só numa forma muito mais pequena.

E agora?

Uma vértebre "igual", mas muito, muito maior. Muito.

O tema com a vértebra correu uma parte do mundo científico, pelo menos nos EUA.

De Venezuela até aos EUA. Vejam lá.

E deduziu-se, que aquela peça, a tal vértebra, tem que ter pertencido à maior serpente até hoje conhecida.

Mas eles não falaram assim. Eles tiraram a ilação, que aquilo é a maior serpente, que alguma vez percorreu esta terra.

E de aí construiram artificialmente uma serprente tenebrosa, que mete, metia medo.

Jornaleco

1. Eu não ponho em questão a existência da serpente gigante. Eu não tenho a mínima dúvida, que ela existiu.

2. Mas notou-se a falta de educação, de cultura, por parte dos tais arqueólogos. Nenhum lembrou-se de ler uma parte da Bíblia. Lá estaria a resposta, desejada.

Mas essa, eles já há muito tempo, não querem ter no radar.

Inteligente? Não, impossível.

A Bíblia fala de animais desses, ainda muito mais poderosos, gigantes de gigantes.

Uma coisa é ler, saber. Outra a crença. E lá estão descritos esses animais. Factos inegaveís. Nenhuma crença.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs