Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sabotador

por Olympus Mons, em 07.02.22

Gregory Christainsen é um caso raro.  Raro porque todas as circunstâncias que envolve este post são destoantes com a atual realidade naquele país/estado.  Este professor, num país como os EUA, num estado como a Califórnia e numa universidade como Cal State East Bay que é das universidades mais multirraciais e diverse dos EUA publica papers sobre economia… raça e inteligência, já estaria cancelado há muitos anos.
Perante os alunos que na sua maioria são não-brancos, ele aborda este tema aparentemente com a maior das normalidades. O seu cancelamento já vem in the making há algum tempo mas estranhamente, e este estranhamente é porque escrevo este post, ainda não aconteceu, pese embora pelo nível histriónico a que a woke/CRT já atingiu não deve tardar esse canceling do senhor.

 Durante alguns anos, até as queixas dos alunos não conseguiram ter efeitos pese embora após os protestos com a morte de George Floyd já tenha atingido proporções dignas da histeria de massas que por lá graça e se tenha entrado numa nova fase. A descrição do factos que os alunos fazem das coisas que ele afirma e mostra é de coçar a cabeça mas depois parece abordar o assunto como casual e explicando.

Por exemplo, as queixas que fazem de ele recorrentemente mostrar uma foto de Obama com a sua equipa de campanha que o elegeu e fazer notar aos alunos que são todos brancos ou asiáticos. – Ele explica que sim, mostra a foto, mas para mostrar aos alunos que o racismo não pode ser sempre por imposição sistémica porque não passará na cabeça de ninguém que a equipa de Obama fosse racista.

Mas e depois, tudo o que ele fala, está publicado por si próprio em jornais científicos de referência, que são peer review, e mesmo assim ele nunca teve dificuldade em publicar os seus trabalhos.

Muito disto tudo virá do seu último trabalho publicado em 2020 no mankind quarterly - Rushton, Jensen, and the Wealth of Nations: Biogeography and Public Policy as Determinants of Economic Growth  em que ele advoga pelas diferenças de inteligência dos grupos étnicos e raciais no sucesso das nações.

Reparem o trabalho dele é cheio de referência a outros trabalhos publicados, alguns há muitos anos outros estudos realizados há menos de 5 anos e que comprovam os pontos dele. E quem o contesta e escreve artigos sobre ele (e novamente é por estas coisas que escrevo este post porque para discutir essa diferenças vamos a  Charles Murray e ficamos por lá) usa o truque dos dias de hoje da esquerda que é basta dizer que és uma coisa passas a ser e pronto. Dizer que Christainsen está errado ou que Christainsen usa referencias e dados que são debunked logo é uma irresponsabilidade o que diz, implicando isso logo “acaba lá a conversa” e vamos lá despedir esse gajo… quando quem o ataca e critica não dizem que dados, estudos ou papers é que desprovam aquilo que ele descreve (!). Não podemos viver num mundo em que eu acuso logo és. E esse é um dos factos relevantes desta conversa e deste post é que, ao contrário do que é normal neste mundo de cobardes, Christainsen tem colegas que dizem que a forma de o contestar é mostrar ou publicar papers que o contradigam, e que curiosamente não encontram esses estudos. Muito bem, a forma correta de se contrariar alguém é publicar um paper que demonstre onde estão os erros. E isso não há  tal como quando se lê Murray chamam-lhe nomes mas ninguém verdadeiramente demonstra que ele esteja errado.
Das maiores lutas do dia de hoje é a luta contra os "sabotadores da antiga uniao soviética". Bastava essa acusão e a vida da pessoa estava arruinada logo o medo de dizer ou fazer algo que desagradasse a alguém do partido era letal. Assim se domina pelo medo.

Porque este post ficaria muito grande, não vou abordar o facto de um dos que aparecem (porque contactado) para atacar este professor ser precisamente David Reich (arqueo-genetica) que como também já aqui escrevi foi uma das pessoas que “queimou” James Watson que descobriu a estrutura do ADN. Watson perdeu tudo! E somente porque Watson a brincar terá dito a Reich “quando é que vocês Askhenazim assumem que são mais inteligentes que os outros todos?” levou a que Reich publicamente o atacasse.  -Sobre o que Christainsen diz sobre a genética e sobre o que li dos comentários de Reich daria um outro post.  Cada vez admiro profissionalmente mais o trabalho de Reich mas cada vez mais asco tenho por académicos como ele pela desonestidade.

Enfim, é refrescante que num sítio como o meio universitário na Califórnia, vários dos colegas usam a defesa da liberdade de expressão que o assiste e que essa é sagrada.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs