Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Spin, spin?

por Olympus Mons, em 12.02.22

Não escrevo este post para prever ou deixar de prever se a Rússia vai invadir a Ucrânia nos próximos dias.  – Não faço a mínima ideia.
Não é uma daquelas coisas em que me arme em Nostradamus, pese embora tenha desafiado uma data de gente ao intervalo  do jogo ontem Porto-Sporting para apostar que o Sporting teria um dos seus defesas expulso antes dos 10 minutos da segunda parte… levou 3 minutos. 

Sobre a invasão não sou perito no assunto por isso fico na expectativa. Considero que nas zonas da Ucrânia em que a maioria das pessoas se identifica como russa será difícil não haver uma tentativa, e provavelmente com sucesso, de anexar essas partes no futuro próximo. Como aconteceu na Crimeia e irá acontecer em muitos dos Oblast da parte Este e Sudeste da Ucrânia. -  Aliás, na minha opinião, os ucranianos deviam era preocupar-se em manter as outras partes onde não é assim tão manifesta a aversão dos locais aos russos. Num país onde quase metade da sua população fala russo em casa ao invés de ucraniano… está-se a ver o problema, não é?
Eu escrevo este post pela eventualidade de esta conversa da invasão ser uma daquelas distorções da perceção pública que até há poucas décadas não passaria e seria matéria de risos, atirar couves e ovos e shunning sem dó nem piedade para quem tentasse sequer considerar os outros assim tão estúpidos.

Aparentemente hoje Putin irá ter uma conversa telefónica com Joe Biden e se durante a próxima semana surgir o spin de que “Biden demoveu Putin de… “, ou “Biden consegue que…” , ou algo deste género, então estaremos perante aquilo pelo qual escrevo o post. -  É que esse truque, esse gimmick de spin político, ainda há não muito tempo seria imediatamente gozado pelas elites políticas, media e população em geral porque não é antecedido de momento interno (Ucrânia e europa do Leste) de alerta e aflição, nem de provas ou demonstrações de indícios por parte dos EUA.

Hoje tenho sinceras dúvidas se não estaremos mesmo a viver uma época em que o publico em geral é tão gullible, tão dentro de Kayfabes que até vai aceitar que isto seja feito meramente para desviar a atenção do momento politicamente frágil de Biden e dos Democratas na política interna onde Biden tem das taxas de aprovação mais baixas para um presidente nesta altura do mandato, com uma inflação surrealista, com uma maioria esmagadora dos americanos que mudou de sentimento e está contra os confinamentos, obrigatoriedade de vacinas e mask mandates, isto precisamente na altura em que se acelera para o midterm elections a 8 de Novembro.

Enquanto os americanos fazem alertas, com as ajudas dos destaques da CNN, NBC, BBC, etc, para o mundo que a invasão está eminente, dizem que vão retirar pessoal diplomático e pedem aos seus concidadãos que abandonem o país, não deixo de observar que todos os que vivem na “casa”, no país como nas regiões vizinhas, estão estranhamente calmos a fazer a sua vidinha com a maior das calmas.  Aliás, deixemo-nos de tangas, se a Rússia invadir as regiões onde a sua aceitação, e porque não dizer desejo, por parte da população até é bastante maioritária, não me parece que os restantes ucranianos se deixem chacinar para reconquistar essas regiões.

A lógica, que suporta que será extemporâneo este histerismo, diria que a estratégia correta por parte da Rússia seria aguentar esta pressão que faz nas fronteiras, aproveitar o verão que será mais fácil de manter as tropas com o animo elevado e só fazer a sua incursão na Ucrânia no próximo ano assim que a terra congelar. Por essa altura já toda a gente terá aceite o facto mesmo antes de acontecer e nem vai abrir telejornais mais do que um ou dois dias.  Diz essa mesma lógica dos dias de hoje que o pessoal papa tudo desde que lhe seja dado tempo para se habituar. Aliás lição bem dada pela pandemia.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs