Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um par deles

por Olympus Mons, em 14.05.22

Lamento que não tenha deixado uma carta, especialmente se essa tivesse sido escrita em momentos lúcidos e com significado das suas intenções.

Joao Rendeiro suicidou-se numa prisão na Africa do Sul.

Não sei assim tanto sobre as circunstâncias criminosas do personagem. Mas sei que num país de gentes assim-assim, gente poucochinho e com a espinha de uma minhoca, um homem que sabia ter uma escapatória para o inferno em que se tinha metido assumiu a sua intenção até ao fim e preferiu morrer a quebrar – Badass Motherfucker!

Esperemos para ver se os heróis de AzovStal farão a mesma opção. Não é?
Tantas laudas que lhes fazemos, pelo menos eu faço, vamos ver quantos acabarão por dizer que irão lutar até à morte.  -  O batalhao AZOV é isso mesmo uma elite guerreira que se se preparou para combater os russos até à morte em nome da Ucrânia.  Vamos ver se dão uma de Rendeiro.  Uma Rendeirite heroica, uma “a la” Joao Rendeiro…

Se não o fizerem também não terei nenhum julgamento em particular. Não acho que lutar até à morte por um objetivo que não é estratégico para o resultado da guerra seja a atuação correta para um soldado. Contudo sei que a questão entre o batalhão Azov e as forças russas é uma questão de princípio e de ajuste de contas dogmático. É tanto uma questão de cão e gato quanto são duas forças militares em combate em que seria normal a rendição de uma das partes se não tiver mais condições de combater. Quer dizer é uma questão de princípio como o não voltar a Portugal para ser preso era uma questão de princípio para Joao Rendeiro. E quando chegou a hora em que enfrentou a inevitabilidade Joao Rendeiro optou por morrer a quebrar. Assim simples!

Não vou celebrar Joao Rendeiro. Mas vou olhar para José Sócrates, para Varas, para Vale e Azevedo e Ricardo Espírito Santo ainda com mais desprezo. Se isso for possível.

Aliás a minha homenagem, se isso assim se pode chamar, resume-se à fotografia que escolhi para o Post. Não uma imagem do homem vergado sobre si mesmo, mas sim o homem no seu apogeu, para o bem e para o mal. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De mcmp a 15.05.2022 às 18:40

Tem a certeza que ele se suicidou e não foi suicidado?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Links

Blogs